O desafio do financiamento à inovação farmacêutica no Brasil: a experiência do BNDES Profarma

Bibliografia: p. 88-90.

Access type:openAccess
Publication Date:2012
Main Author: Palmeira Filho, Pedro Lins
Other Authors: Pieroni, João Paulo, Antunes, Adelaide Maria de Souza, Martins, José Vitor Bomtempo
Document type: Article
Language:por
Published: Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social
Portuguese subjects:
Online Access:http://web.bndes.gov.br/bib/jspui/handle/1408/2595
Citation:PALMEIRA FILHO, Pedro Lins. et al. O desafio do financiamento à inovação farmacêutica no Brasil: a experiência do BNDES Profarma. Revista do BNDES, Rio de Janeiro, n. 37, p. 67-90, jun. 2012.
Portuguese abstract:Por seu caráter intangível, o financiamento a atividades de inovação representa um desafio para as instituições financeiras. No caso da indústria farmacêutica, essa característica é amplificada pelo grau inerente de incerteza no processo de desenvolvimento de medicamentos. No Brasil, a indústria de capital nacional cresceu significativamente na última década, sobretudo depois da introdução dos genéricos, e caminha para maior realização de atividades de inovação no país. O objetivo deste trabalho é discutir os resultados do programa BNDES Profarma - Inovação, a fim de avaliar o estágio de desenvolvimento da indústria local e as oportunidades de avanço em direção ao maior adensamento tecnológico da cadeia farmacêutica nacional.
Because of its intangible nature, financing innovation activities is a challenge for financial institutions. In the case of the pharmaceutical industry, this characteristic is only amplified by the inherent degree of uncertainty in the drug development process. In Brazil, the national industry has grown significantly over the last decade, especially after the introduction of generic drugs, and it is moving toward a greater number of innovation activities in the country. The aim of this paper is to discuss the results from the BNDES Profarma – Innovation program so as to assess the development stage of local industry and the opportunities for progress towards greater technological consolidation of the national pharmaceutical sector.