Utilização da fração semipurificada da proteinase do Trypanosoma cruzi no imunodiagnóstico da doença de Chagas

Foram sensibilizadas hemácias humanas 0 Rh negativo com a fração semipurificada (Fp) da proteinase do Trypanosoma cruzi, e testadas quanto a antigenicidade com soros de pacientes portadores de tripanossomíase americana crônica e de outras doenças parasitárias não relacionadas. Reações de hemaglutina...

Full description

Access type:openAccess
Publication Date:1984
Main Author: Atta, Ajax Mercês
Other Authors: Pontes, Angela Maria de Carvalho, Souza, Maria Luiza de, Repka, Daria, Rangel, Humberto A.
Document type: Article
Language:por
Published: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Portuguese subjects:
Online Access:http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89101984000600007
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89101984000600007
http://www.repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/16636
http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/16636
Citation:Revista de Saúde Pública. Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo, v. 18, n. 6, p. 487-490, 1984.
Portuguese abstract:Foram sensibilizadas hemácias humanas 0 Rh negativo com a fração semipurificada (Fp) da proteinase do Trypanosoma cruzi, e testadas quanto a antigenicidade com soros de pacientes portadores de tripanossomíase americana crônica e de outras doenças parasitárias não relacionadas. Reações de hemaglutinação positivas foram observadas com os soros de pacientes chagásicos e com alguns soros de indivíduos portadores de leishmaniose cutaneo-mucosa. Não foram observadas reações cruzadas com os soros de pacientes portadores de leishmaniose visceral, malária, toxoplasmose, sífilis, esquistossomose e mononucleose. Os resultados obtidos são favoráveis ao emprego desta fração antigênica em testes de imunodiagnóstico da tripanossomíase americana.
English abstract:Group 0 Rh negative human erytrocytes were coated with the semipurified fraction of T. cruzi proteinase and tested with sera both from patients with chagas' disease and from others with unrelated parasitic diseases. Positive haemagglutination reactions were only observed with the sera from the former and with that from two patients with mucocutaneous leishmaniasis. No crossed reactions were observed with visceral leishmaniasis, malaria, toxoplasmosis syphilis, schistosomiasis or mononucleosis sera. Results suggest that this purified fraction can be used in immunodiagnosis of American Trypanosomiasis.