As quimeras do cronista : frei Diego Durán e a produção de uma crônica de Índias

Orientador: Leandro Karnal

Access type:openAccess
Publication Date:2014
Main Author: Silva, Renato Denadai da, 1985-
Advisor: Karnal, Leandro, 1963-
Referee: Neto, Jose Alves de Freitas, Fernandes, Luiz Estevam de Oliveira
Document type: Master thesis
Published: [s.n.]
Universidade Estadual de Campinas. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas
Program: Programa de Pós-Graduação em História
Portuguese subjects:
English subjects:
Online Access:http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/279663
Citation:SILVA, Renato Denadai da. As quimeras do cronista: frei Diego Durán e a produção de uma crônica de Índias. 2014. 170 p. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/279663>. Acesso em: 26 ago. 2018.
Portuguese abstract:Resumo: Esta dissertação analisa a maneira como a Historia de las Indias de Nueva España foi produzida pelo dominicano frei Diego Durán em finais do século XVI. O trabalho versa sobre a obra, as fontes de informação, as leituras e andaimes de construção que presidiram sua composição. Em especial, procurou-se analisar como Durán teceu sua narrativa ao se utilizar de diferentes registros e tradições históricas e o peso que esses elementos tiveram no resultado final da obra. Ao contextualizar as camadas de leitura e feitura do documento, percebeu-se que apesar do olhar do dominicano sobre a história indígena ter sido guiado por uma perspectiva bíblica, as tradições europeias e americanas foram ressignificadas ao entrarem em contato na Historia de las Indias
English abstract:Abstract: This dissertation examines how the Historia de las Indias de Nueva España was produced by Dominican friar Diego Durán in the late sixteenth century. The text discusses the work, the sources of information and the readings which governed its composition. In particular, we sought to analyze how Durán wove his narrative while using different records and historical traditions and the weight these have had on the final outcome of the work. By contextualizing the layers of reading and making of the document, the analysis noticed that despite the biblical perspective guided the Dominican on indigenous history, European and American traditions were resignified when put together in the Historia de las Indias