Do rastreamento ao seguimento - Análise do fluxo dos dados no sistema SISCOLO no município de Angra dos Reis/RJ

O câncer de colo uterino constitui-se num problema grave de Saúde Pública, pois é a doença que mais mata mulheres no Brasil, estimando-o como a terceira neoplasia maligna mais comum entre as mulheres. Em 1999, o Ministério da Saúde (MS), em parceria com Instituto Nacional do Câncer INCA, implementa...

Full description

Access type:openAccess
Publication Date:2011
Main Author: Silva, Luciana Soares da
Advisor: Magalhães, Mônica de Avelar F. M., Evangelista, Alexsandro da Silva
Document type: Bachelor thesis
Language:por
Online Access:https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/6576
Citation:SILVA, Luciana Soares da. Do rastreamento ao seguimento – análise do fluxo dos dados no sistema de SISCOLO no Município de Angra dos Reis /RJ. 2011. 28 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em Informação Científica e Tecnológica) - Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, RJ, 2011.
Portuguese abstract:O câncer de colo uterino constitui-se num problema grave de Saúde Pública, pois é a doença que mais mata mulheres no Brasil, estimando-o como a terceira neoplasia maligna mais comum entre as mulheres. Em 1999, o Ministério da Saúde (MS), em parceria com Instituto Nacional do Câncer INCA, implementa no Programa Nacional de Controle do Câncer de Colo de Útero – o Sistema de Informações do Controle do Câncer de Colo de Útero (SISCOLO) visando criar um banco de dados no Brasil, integrando dados sobre a doença de todas as regiões através da informatização padronizada da requisição, resultado, conduta de tratamento e qualidade das amostras coletadas. Com isso, o objetivo deste projeto é mapear o fluxo dos dados no SISCOLO no município de Angra dos Reis – RJ, desde a coleta inicial nas equipes de Saúde da Família até o seguimento, visando conhecer a realidade local e confronta lá com o fluxo estabelecido pelo MS e o INCA. Para alcançar o objetivo proposto, a metodologia terá três momentos: Levantamento documental no site do MS e do INCA de manuais de orientação do fluxo do SISCOLO, levantamento bibliográfica de produções científicas relacionados ao SISCOLO e por fim, uma observação participativa do fluxo do SISCOLO nas diferentes instituições municipais envolvidas no fluxo. Almeja-se que ao final da realização deste projeto, possamos conhecer como ocorre o fluxo de informação na cidade de Angra dos Reis e a partir deste mapeamento contribuir com as construções de políticas de saúde voltada para a prevenção e tratamento do câncer de colo.