Arte aprisionada: uma análise bourdieusiana do rap nas prisões a partir do estudo do caso do grupo 509-E

O presente estudo busca analisar algumas relações entre os campos sociais, principalmente o RAP, no contexto prisional, como um campo de características próprias e como instrumento de transformação e conscientização social, a partir do estudo do caso do grupo 509-E. Para tanto, adota as noções de Pi...

Full description

Access type:openAccess
Publication Date:2018
Main Author: Estevam, Fillipe Santos lattes
Advisor: Santos, André Filipe Pereira Reid dos lattes
Referee: Souza, Lucas Melo Borges de lattes
Document type: Bachelor thesis
Language:por
Published: Faculdade de Direito de Vitoria
Portuguese subjects:
Rap
Knowledgement areas:
Online Access:http://191.252.194.60:8080/handle/fdv/583
Citation:ESTEVAM, Fillipe Santos. Arte aprisionada: uma análise bourdieusiana do rap a partir do estudo do caso do grupo 509-E. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Direito) – Faculdade de Direito de Vitória, Vitória, 2018.
Portuguese abstract:O presente estudo busca analisar algumas relações entre os campos sociais, principalmente o RAP, no contexto prisional, como um campo de características próprias e como instrumento de transformação e conscientização social, a partir do estudo do caso do grupo 509-E. Para tanto, adota as noções de Pierre Bourdieu sobre campo, habitus e capital e as de Loïc Wacquant sobre gueto e hipergueto, explicitando como essas noções se aplicam na realidade dos campos econômico, prisional e da arte. Aborda a influência e dominância que o campo econômico exerce sobre os demais campos, impondo sua lógica competitiva e produzindo consequências diretas aos campos dominados a partir de suas políticas adotadas. Evidencia a relação direta entre a diminuição do Estado de bem-estar social e o surgimento do Estado Penal que fez crescer exponencialmente a população carcerária. Explica, também, como se entende a arte como um campo social com habitus e capitais específicos e como se dá a relação do RAP com esse campo. Por fim, analisa algumas músicas do grupo 509-E, um grupo de RAP que surge dentro da prisão para lutar por reconhecimento e criticar o sistema econômico e o sistema prisional. Mostra como o RAP representa uma voz de denúncia da violação dos direitos fundamentais sofridos nas favelas e prisões, principalmente o direito à dignidade humana. Demonstra como o grupo 509-E é um exemplo do RAP como um campo social próprio que tem, dentro outros, o capital simbólico de busca da transformação dos outros campos com que se relaciona.
The present study seeks to analyze some relationships between the social fields, especially the RAP, in the prison context, as a field of its own characteristics and as an instrument of transformation and social awareness, based on the case study of the 509-E group. For this, he adopts the notions of Pierre Bourdieu on the field, habitus and capital and those of Loïc Wacquant on ghetto and hyperghetto, explaining how these notions apply in the reality of the economic, prison and art fields. It addresses the influence and dominance that the economic field exerts on the other fields, imposing its competitive logic and producing direct consequences to the fields dominated from its adopted policies. It shows the direct relationship between the decline of the welfare state and the emergence of the penal state that has made the prison population grow exponentially. It also explains how art is understood as a social field with specific habitus and capitals, and how the RAP relationship with that field occurs. Finally, he analyzes some of the songs of the group 509-E, a group of RAP that appears inside the prison to fight for recognition and to criticize the economic system and the prison system. It shows how the RAP represents a voice of denunciation of the violation of fundamental rights suffered in favelas and prisons, especially the right to human dignity. It shows how the 509-E group is an example of the RAP as a social field of its own that has, in others, the symbolic capital of seeking the transformation of the other fields with which it relates.