O trabalho docente na educação a distância: professor ou tutor?

Distance education is a modality of teaching that offers possibility of access in different places, facilitating the management of time in the studies. Despite the benefits it offers, it is questioned in relation to the difficulties of student learning and the performance of tutors who, often, becau...

Full description

Access type:openAccess
Publication Date:2017
Main Author: Abreu, Thiago Pedro de lattes
Advisor: Gilberto, Irene Jeanete Lemos lattes
Referee: Gilberto , Irene Jeanete Lemos, Campos, Elisabete Ferreira Esteves, Bahia , Norinês Panicacci
Document type: Master thesis
Language:por
Published: Universidade Católica de Santos
Program: Mestrado em Educação
Department: Centro de Ciências da Educação e Comunicação
Portuguese subjects:
English subjects:
Knowledgement areas:
Online Access:http://biblioteca.unisantos.br:8181/handle/tede/3961
Citation:ABREU, Thiago Pedro de. O trabalho docente na educação a distância: professor ou tutor? 2017. 190 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Católica de Santos, Programa de Pós-Graduação stricto sensu em Educação, 2017.
Portuguese abstract:A educação a distância é uma modalidade de ensino que oferece possibilidade de acesso em diferentes lugares, facilitando a gestão de tempo nos estudos. Apesar dos benefícios que oferece, é questionada em relação às dificuldades da aprendizagem dos alunos e à atuação dos tutores que, muitas vezes, por não possuírem formação específica para atuar na educação a distância, não conseguem identificar suas funções como professores no processo de ensino e aprendizagem nos ambientes virtuais. Estudos realizados sobre a prática pedagógica de tutores mostram que, embora se empenhem como tutores e mediadores, não se reconhecem como professores. Este trabalho tem por objetivo investigar o trabalho docente e as dificuldades dos tutores em cursos do ensino superior a distância. Fundamenta-se em Litwin, Belloni e Mill, no que tange à Educação a Distância e o trabalho dos professores tutores; conceitos de Marcelo Garcia, Tardif e Lessard foram utilizados nas questões centrais do trabalho docente; além dos estudos de Pimenta e Nóvoa que contribuíram com suas pesquisas sobre a formação de professores. A metodologia consistiu na aplicação de um questionário exploratório e de entrevistas realizadas com professores tutores que atuam no Ensino Superior em cursos a distância. A pesquisa buscou saber (i) como os sujeitos se tornaram tutores; (ii) a formação desses professores; (iii) como se veem na sua atuação e; (iv) como realizam o seu trabalho na Educação a Distância e; (v) as dificuldades enfrentadas na aprendizagem dos alunos. Para a análise dos dados foi utilizada a técnica de análise de conteúdo que permitiu nas entrevistas a identificação de quatro categorias principais: Formação, Identidade, Trabalho Docente e Precarização. Os resultados obtidos após a análise dos dados sinalizaram que os tutores: a) em sua maioria não possuem uma formação específica para atuar na educação a distância; b) situam-se em um cenário de dificuldades dos alunos com o uso da tecnologia e a compreensão das atividades propostas. Os tutores destacaram a precarização do trabalho na educação a distância, visto que muitas atividades são exigidas além da docência, sendo que a maioria não se reconhece como professor. Esses resultados contribuem para intensificar as questões que norteiam a educação a distância e o trabalho dos professores tutores.
English abstract:Distance education is a modality of teaching that offers possibility of access in different places, facilitating the management of time in the studies. Despite the benefits it offers, it is questioned in relation to the difficulties of student learning and the performance of tutors who, often, because they do not have specific training to act in distance education, cannot identify their functions as teachers in the teaching process and Learning in virtual environments. Studies on the practice of tutors show that, although they engage in pedagogical practice as tutors and mediators, they do not recognize themselves as teachers. This work aims to investigate the teaching work and the difficulties of the tutors in courses of higher education in the distance modality. It is based on Litwin, Belloni and Mill, with respect to Distance Education and the work of tutors teachers; Concepts of Marcelo Garcia, Tardif and Lessard were used in the central questions of the teaching work; Besides the studies of Pimenta and Nóvoa that contributed with their research on the formation of teachers. The methodology consisted in the application of an exploratory questionnaire and interviews with tutors who work in Higher Education in distance courses. The research sought to know (i) how the subjects became tutors; (ii) the training of these teachers; (iii) as seen in their performance and; (iv) how they carry out their work in Distance Education; (v) the difficulties faced in student learning. For the analyze of the data, a content analysis technique was used to identify four main categories: Training, Identity, Teaching Work and Precarization. The results obtained after the data analysis indicated that the tutors: a) mostly do not have specific training to act in distance education; B) they are in a scenario of difficulties of the students with the use of the technology and the understanding of the proposed activities. The tutors emphasized the precariousness of work in distance education, since many activities are required beyond teaching, and most of them do not recognize themselves as teachers. These results contribute to intensify the issues that guide distance education and the work of tutors.