Prioridades competitivas e inovação em pequenas empresas do setor metal mecânico: um estudo multicasos na região de Sorocaba

It is believed that the production function must support the competitive strategy, offering an important contribution to the competitiveness of an organization. The production strategy, whose content is determined by competitive priorities and the structural and infrastructural decision areas, plays...

Full description

Access type:openAccess
Publication Date:2013
Main Author: Lara, Felipe Ferreira de lattes
Advisor: Guimarães, Márcia Regina Neves lattes
Referee: Borrás, Miguel Angel Aires lattes, Saltorato, Patrícia lattes
Document type: Master thesis
Language:por
Published: Universidade Federal de São Carlos
Program: Programa de Pós-graduação em Engenharia de Produção (Campus SOROCABA)
Portuguese subjects:
English subjects:
Knowledgement areas:
Online Access:https://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/3821
Portuguese abstract:Acredita-se que a função produção deve dar suporte à estratégia competitiva, oferecendo uma contribuição importante para a competitividade de uma organização. A estratégia de produção, cujo conteúdo é determinado pelas prioridades competitivas e pelas áreas de decisão estruturais e infraestruturais, têm papel fundamental nesse processo e deve estar alinhada à estratégia competitiva. Por outro lado, o reconhecimento da importância da inovação e da tecnologia tem se intensificado a tal ponto de se transformarem em um dos itens mais representativos em uma companhia. Assim, partindo da importância da estratégia de produção e da inovação no contexto organizacional, esta pesquisa teve como objetivo analisar a influência exercida pelas prioridades competitivas na ocorrência de inovações em pequenas empresas do setor metal mecânico da região de Sorocaba/SP. Por se tratar de empresas de pequeno porte que possuem determinadas características específicas, o trabalho objetivou ainda analisar como essas especificidades influenciam na prática das prioridades competitivas e na ocorrência da inovação. Para coleta e análise dos dados, utilizou-se da abordagem qualitativa e do método de estudo de multicasos. Entre os principais resultados, verificou-se que a qualidade, a flexibilidade, a entrega e o custo se mostraram, nessa ordem de importância, como geradoras de práticas de inovação nas empresas pesquisadas. A qualidade e a flexibilidade estiveram intimamente relacionadas às inovações tecnológicas de produto e processo. Nas inovações não tecnológicas, a qualidade influenciou as inovações de marketing e organizacional. Ainda se evidenciou a flexibilidade como geradora de inovações de marketing e o custo e a entrega como fatores que levaram à inovação organizacional. Em relação às especificidades das pequenas empresas, como fatores facilitadores para a prática das prioridades competitivas e para a adoção das inovações, foram evidenciadas especificidades centradas na figura do proprietário, na forma de organização da empresa e na influência exercida pelo ambiente. Como fatores que atuaram como barreiras, com maior destaque, estão as especificidades relacionadas à influência exercida pelo ambiente e as especificidades centradas na forma de organização da empresa.
English abstract:It is believed that the production function must support the competitive strategy, offering an important contribution to the competitiveness of an organization. The production strategy, whose content is determined by competitive priorities and the structural and infrastructural decision areas, plays a fundamental role in this process and should be aligned with competitive strategy. Moreover, recognition of the importance of innovation and technology has intensified to the point of becoming one of the most representative items in a company. Thus, based on the importance of manufacturing strategy and innovation in the organizational context, this study aimed to analyze the influence exercised by competitive priorities in the occurrence of innovations in small companies of metal mechanic sector in Sorocaba/SP. Since small businesses have certain specific characteristics, the study aimed to analyze how these specificities influence the practice of competitive priorities and the occurrence of innovation. To collect and analyze the data, it was used a qualitative approach and method of multicase study. Among the main results, it was found that the quality, flexibility, delivery and cost proved, in that order of importance, as generators of innovation practices in the surveyed companies. The quality and flexibility were closely related to product and process technological innovations. In the case of non-technological innovations, quality influenced the organizational and marketing innovations. Regarding the characteristics of small businesses, as facilitating factors for the practice of competitive priorities and the adoption of innovations, it was observed the specificities centered on the figure of the owner, on internal organization and the influence of the environment. As factors that worked as barriers are related to the specificities centered on the influence of the environment, mainly, and the specific focus on internal organizational of the company.