nterfaces da linguística e linguagem dos aplicativos para aprendizagem com mobilidade no âmbito do ensino de inglês

People are learning with the help of technology. It is read in newspapers articles, M.A. dissertations, Doctorate theses etc. People play, surf on the net, interact in social network groups, read online news, research on sites and create some learning opportunities which challenge the traditional ed...

Full description

Access type:openAccess
Publication Date:2013
Main Author: Tavares, Enio Luiz Costa lattes
Advisor: Bernardino Júnior, Francisco Madeiro lattes
Referee: Lima, Juliano Bandeira lattes, Azevedo, Nadia Pereira da Silva Gonçalves de lattes
Document type: Master thesis
Language:por
Published: Universidade Católica de Pernambuco
Program: Mestrado em Ciências da Linguagem
Department: Ciências da Linguagem
Portuguese subjects:
English subjects:
Knowledgement areas:
Online Access:http://tede2.unicap.br:8080/handle/tede/787
Citation:TAVARES, Enio Luiz Costa. nterfaces da linguística e linguagem dos aplicativos para aprendizagem com mobilidade no âmbito do ensino de inglês. 2013. 109 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Linguagem) - Universidade Católica de Pernambuco, Recife, 2013.
Portuguese abstract:As pessoas estão aprendendo com a ajuda das tecnologias. Lê-se em artigos de jornais, dissertações de mestrado, teses de doutorado etc. Elas jogam, navegam na Internet, interagem em redes sociais, leem jornais on-line, consultam sítios e criam oportunidades de aprendizagem que desafiam as instituições educacionais tradicionais. Novas formas de aprendizagem possibilitam que pessoas de todas as idades aprendam de acordo com a sua disponibilidade. Elas continuam aprendendo dentro e fora da escola e opinam sobre o que querem aprender, quando e como querem aprender. Em nossos dias, nós podemos encontrar conhecimento por meio de inúmeros dispositivos móveis. O que pensávamos como uma possibilidade de aprendizagem para o futuro distante faz parte do nosso cotidiano, pois há um maior acesso à Internet através de dispositivos móveis do que por computadores domésticos. Os dispositivos permitem ampliar as fronteiras da escola e diluir as paredes da sala de aula. É justamente nesse ambiente que surge a necessidade de analisar e propor melhorias quanto à linguagem que está sendo utilizada nos aplicativos voltados ao ensino de língua inglesa, considerando que os aplicativos podem ser bastante beneficiados pelas ciências da linguagem. O objetivo deste trabalho é investigar as contribuições da linguística à linguagem dos aplicativos pedagógicos através de uma análise da semiótica. A pesquisa fundamentou-se nos pressupostos teóricos de Peirce (2005) e na Teoria da Composição Visual de Kress e Leeuwen (2002) acerca da multimodalidade dos signos. Traçou-se um paralelo entre as principais características de teorias relevantes do mobile learning dando ênfase aos estudos de Traxler (2007) e Pachler (2010). Este estudo, que tem um cunho bibliográfico, analisou a adequação de aplicativos com base em minha experiência de docente e na observação empírica de um grupo de alunos por um período de cerca de 18 meses. Ao final do trabalho, são propostas diretrizes quanto à linguística e à semiótica para o desenvolvimento de aplicativos para o ensino de língua inglesa, visando ao uso crítico dos signos, de tal forma que o produto final seja mais significativo, eficaz, prazeroso, móvel, ubíquo e pervasivo.
English abstract:People are learning with the help of technology. It is read in newspapers articles, M.A. dissertations, Doctorate theses etc. People play, surf on the net, interact in social network groups, read online news, research on sites and create some learning opportunities which challenge the traditional educational institutions. New learning possibilities allow people at all ages to learn according to their own availability. They keep on learning inside and outside the school, and they opine about what they want to learn, when and how they want to learn. Nowadays, we may find knowledge throughout a vast number of mobile devices. What we have thought as a learning possibility for a distant future is part of our everyday lives, once we have more access to the net through portable devices than home desktops. The devices allow us to spread up the borders of school and dissolve the concrete walls of the classrooms. It is exactly in this environment that arises the necessity to analyse and come up with improvements related to the language which is used in the applications related to English language teaching, considering that the applications could be widely benefited by the Language Science. The objective of this paper is to investigate the contributions of the linguistics to the language of the pedagogical applications though a semiotics analysis. The research is based upon Peirce s theoretical assumptions (2005), and the analysis of Kress and Leeuwen s Visual Composition Theory (2002) about the multimodality of signs. It was drawn a parallel using the most important characteristics on relevant Mobile Learning theories with special attention to Traxler s (2007) and Pachler s (2010) academic productions. This study, which had a bibliographical aspect, analysed the adequacy of the applications based on my experience as a teacher, and the empiric observations of a students group during 18 months. At the end of this research, some guidelines in the range of linguistics and semiotics are posed in order to support the development of applicants for English teaching, aiming a critic use of the signs in such a way that the final product becomes more meaningful, effective, pleasurable, movable, ubiquitous, and pervasive.