Interlocução cultural Brasil e Estados Unidos durante a 2ª guerra mundial: uma análise enunciativa multimodal a partir da linguagem de Zé Carioca e Pato Donald em cinema de animação.

The present work is justified as it analyses a cinematographic production entitled “Saludos Amigos” authored by Walt Disney, created and experienced within a period of great ideological conflicts during World War II. The production of the film was in response to a request by then-President Franklin...

Full description

Access type:openAccess
Publication Date:2018
Main Author: Malhoit, Monika Lira lattes
Advisor: Barros, Isabela Barbosa do Rêgo
Co-advisor: Fonte, Renata Fonseca Lima da
Referee: Azevedo, Nadia Pereira da Silva Gonçalves de, Azevedo, Natanael Duarte de
Document type: Master thesis
Language:por
Published: Universidade Católica de Pernambuco
Program: Mestrado em Ciências da Linguagem
Department: Departamento de Pós-Graduação
Portuguese subjects:
English subjects:
Knowledgement areas:
Online Access:http://tede2.unicap.br:8080/handle/tede/1101
Citation:MALHOIT, Monika Lira. Interlocução cultural Brasil e Estados Unidos durante a 2ª guerra mundial : uma análise enunciativa multimodal a partir da linguagem de Zé Carioca e Pato Donald em cinema de animação . 2018. 145 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Católica de Pernambuco. Pró-reitoria Acadêmica. Coordenação Geral de Pós-graduação. Mestrado em Ciências da Linguagem, 2018.
Portuguese abstract:O presente trabalho justifica-se pelo fato de tratar-se de uma produção cinematográfica, que fora criada e veiculada durante um período de grandes conflitos ideológicos vivido no mundo, durante a Segunda Guerra Mundial. A obra fílmica, intitulada “Alô Amigos”, de autoria de Walt Disney, atendia a um pedido do então presidente estadunidense, Franklin Delano Roosevelt, cuja intenção era unir forças entre as Américas, contra o regime ditatorial da Alemanha Nazista de Adolf Hitler. Dessa forma, esta pesquisa teve como principal objetivo investigar a relação cultural entre o Brasil e os Estados Unidos na linguagem enunciativa multimodal dos personagens, Pato Donald e Zé Carioca, no filme “Alô Amigos”, exibido nos cinemas em 1942. Este estudo, contudo, teve como foco a abordagem Enunciativa Multimodal, presente na linguagem dos personagens, sob a luz da teoria da Enunciação de Émile Benveniste (2005, 2006) e a classificação na matriz Gesto/Fala, dos gestos proposta por David McNeill (1985, 1992), no filme citado. Assim, também se abordaram os aspectos Semânticos e Semióticos, os quais nos permitiram fazer uma leitura do sentido, implícito na linguagem dos personagens. O estudo apontou para o campo dos três elementos dêiticos: Ego, Hic, Nunc - que em latim quer dizer - Eu, Aqui, Agora - que indicam - as pessoas, o tempo e o espaço, na vasta amplitude do conteúdo linguístico, da instância de mediação entre a língua e a fala, dos personagens, do narrador e do cenário do filme produzido por Disney. Estivemos diante de uma pesquisa de natureza qualitativa, do tipo documental, uma vez que foi lançado um novo olhar a um material da obra fílmica, “Alô Amigos”, que, apesar de destacar quatro países da América Latina, este estudo se voltou apenas ao cenário brasileiro. Os procedimentos metodológicos se basearam no discurso dos personagens, através da transcrição audiovisual integral do filme, seleção e análise das cenas enunciativas; entre os personagens Pato Donald e Zé Carioca, que contemplavam os elementos indicadores da linguagem, doravante dêiticos, com ênfase a categoria pessoal; assim como dos gestos e da fala, apresentadas aqui como duas facetas indissociáveis e pertencentes a uma mesma matriz de funcionamento linguístico-cognitivo. Por sua vez, os dados encontrados nos permitiram concluir que Donald e Zé Carioca se marcam na linguagem e pela linguagem como representantes de seus países, seja nas marcas identitárias de suas falas (idiomas), ou nas marcas semióticas apresentadas em seus corpos. A própria seleção dos animais-personagens, de acordo com as suas características naturais de pato “defensor” e papagaio “gozador”, selecionados para protagonizar a obra fílmica, ao nosso ver, tinha relação direta com o propósito da política de “Boa Vizinhança” que se pretendia alcançar. Uma relação, todavia, construída como forma de arma bélica, mas que perdura nos dias de hoje, em vista da influência que o modelo capitalista do American Way of Life continua a exercer na sociedade brasileira. Diante disso, pretendemos contribuir para que os axiomas da teoria de Benveniste possam ser conduzidos para estabelecer diálogos com outros campos do conhecimento científico, dentro dessa mesma abordagem.
English abstract:The present work is justified as it analyses a cinematographic production entitled “Saludos Amigos” authored by Walt Disney, created and experienced within a period of great ideological conflicts during World War II. The production of the film was in response to a request by then-President Franklin Delano Roosevelt, whose intention was to join north and south american forces against Adolf Hitler's nazi Germany's dictatorial regime. Thus, this research had as its’ main objective to investigate the cultural relationship between Brazil and the United States in the multimodal language of the characters Pato Donald and Zé Carioca in the film “Saludos Amigos” screened in theaters in 1942. This study focuses on the Multimodal Enunciative approach presented in the language of the characters leveraging Émile Benveniste's Theory of Enunciation (2005, 2006) as well as the classification within the Gesture / Speech matrix of gestures proposed by David McNeill (1985, 1992). Accordingly, Semantic and Semiotic aspects were studied which allowed for reading implicit meaning present in character language. The study pointed to the field of the three deic elements: Ego, Hic, Nunc - which in Latin mean - I, Here, Now - which indicate - people, time and space in the vast breadth of linguistic content of the mediation instance between language and character speech, the narrator, and the scene of the film. This was a documentary-type qualitative research with a new look taken at “Saludos Amigos”, and while the film highlights four countries of Latin America, this study only focused on the Brazilian scenario. The methodological procedures were based on character discourse, using the entire film’s audiovisual transcription, selection and analysis of the enunciative scenes between the characters Donald Duck and Zé Carioca that contemplated the indicative elements of language, henceforth called “deictic", as well as gestures and speech, presented here as two inseparable facets belonging to the same matrix of linguisticcognitive functioning. Data found showed that Donald and Zé Carioca are marked in language and through language as representatives of their countries, either in their speech identity traces (language), or in the semiotic traces shown by their bodies. The film maker’s selection of animal characters, according to their natural characteristics of duck "defender" and parrot “joker”, in our opinion had a direct relationship with the "Good Neighbor Policy" which it was intended to achieve. The relationship which was built as a weapon of war continues today given the influence that the American Way of Life and capitalist model continue to exert in Brazilian society. Therefore the aim of this study is to contribute to the Benveniste's theoretical axioms which may lead to new dialogues amongst related fields of scientific knowledge using the same approach.