Formação de areais e perspectivas de uso e manejo de neossolos quartzarênicos em Serranópolis (GO)

No primeiro decênio do século XXI, a preocupação com a ocupação agrícola de solos arenosos deve ocupar lugar de destaque na pesquisa em ciência do solo. Neste trabalho são feitos alguns comentários sobre o potencial de uso desses solos com base em características físicas, químicas, e morfológicas, a...

Full description

Access type:openAccess
Publication Date:2005
Main Author: Scopel, Iraci
Other Authors: Peixinho, Dimas Moraes, Souza, Marluce Silva, Mariano, Zilda de Fátima, Assunção, Hildeu Ferreira da
Document type: Article
Language:por
Published: Tadeu Alencar Arrais
Department: Instituto de Estudos Socioambientais - IESA (RG)
Portuguese subjects:
Online Access:http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/ri/14399
Citation:SCOPEL, Iraci; PEIXINHO, Dimas Moraes; SOUZA, Marluce Silva; MARIANO, Zilda de Fátima; ASSUNÇÃO, Hildeu Ferreira da. Formação de areais e perspectivas de uso e manejo de neossolos quartzarênicos em Serranópolis (GO). Boletim Goiano de Geografia, Goiânia, v. 25, n. 1/2, p. 11-27, jan./dez. 2005. Disponível em: <https://www.revistas.ufg.br/bgg/article/view/4108/3625>.
Portuguese abstract:No primeiro decênio do século XXI, a preocupação com a ocupação agrícola de solos arenosos deve ocupar lugar de destaque na pesquisa em ciência do solo. Neste trabalho são feitos alguns comentários sobre o potencial de uso desses solos com base em características físicas, químicas, e morfológicas, a partir de amostras coletadas na região de Serranópolis (GO). O clima da região é o “Aw” de Köppen com chuvas estacionais e pluviometria média anual de 1600 mm, concentradas na primavera-verão. As análises indicam, em amplas áreas desse município, solos de textura “areia”, muito pobres em nutrientes para as plantas cultivadas e com capacidade de água disponível de 35,7mm, até 1m de profundidade, o que significa, aliada à ocorrência freqüente de períodos com mais de dez dias sucessivos sem chuva, alto risco de baixa produtividade pelas culturas anuais. Dada a fragilidade desses ambientes com predominância de solos de textura “areia”, enfatiza-se a necessidade de planejamento com enfoque multidisciplinar para minimizar os danos ocasionados aos ecossistemas. O Brasil dispõem de pessoal de nível universitário, como geógrafos, agrônomos, biólogos, economistas, cientistas sociais, em grande número, para comporem as equipes necessárias para contemplar a diversidade e complexidade de um planejamento integrado de ocupação dessas áreas.
In the first decade of XXI century the concern with Quartzipsamment soils must take place of prominence in soil science research. Commentaries in this paper are made about the potential use of these soils on the basis of physic, chemistry, and morphologic characteristics of samples collected in the region of Serranópolis in Goiás state of Brazil. The region climate is “Aw” of Köppen with dry and rainy seasons, and annual average rain of 1600mm, concentrated in the spring-summer seasons. Laboratory analyses indicate, in ample areas of this municipality, sandy soils texture, very poor in nutrients for cultivated plants, with 35.7mm of available water capacity, until 1m of depth, what it means, allied to the frequent occurrence of periods with more than ten successive days without rain, high risk of low annual cultures productivity. Given to the fragility of these soils, it is emphasized the necessity of planning with multidisciplinary vision in order to minimize the damages caused to the ecosystem. Brazil could use staff of university level, as geographers, agronomists, biologists, economists, social scientists to compose the teams necessary to contemplate the diversity and complexity of an integrated planning of occupation of these areas.