Uso abusivo de benzodiazepínicos em idosos: revisão bibliográfica

Objetivos: identificar as conseqüências do abuso de benzodiazepínicos na população idosa, assim como, os benzodiazepínicos mais consumidos no Brasil. Metodologia: foi realizada uma revisão narrativa através de pesquisa bibliográfica utilizando o site Google acadêmico, através dos descritores DeCS be...

Full description

Access type:openAccess
Publication Date:2011
Main Author: Virginia do Prado Gomes e Esteves
Advisor: Raphael Augusto Teixeira de Aguiar
Referee: Denise Helena Terenzi Seixas
Document type: Bachelor thesis
Language:por
Published: Universidade Federal de Minas Gerais
Portuguese subjects:
Online Access:http://hdl.handle.net/1843/BUBD-9D9HJT
Portuguese abstract:Objetivos: identificar as conseqüências do abuso de benzodiazepínicos na população idosa, assim como, os benzodiazepínicos mais consumidos no Brasil. Metodologia: foi realizada uma revisão narrativa através de pesquisa bibliográfica utilizando o site Google acadêmico, através dos descritores DeCS benzodiazepinas, abuso e idoso, assim como suas combinações. Conclusão: entre os benzodiazepínicos mais utilizados foram encontrados diazepam, bromazepam, alprazolam, lorazepam, clonazepam e midazolam. Os principais efeitos colaterais do uso de benzodiazepínicos em idosos são sedação, lentificação psicomotora, comprometimento cognitivo (diminuição da atenção, amnésia, confusão mental), dependência, síndrome de ausência (insônia, irritabilidade e ansiedade). A toxicidade cerebelar pode gerar ataxia, disartria, incoordenação e instabilidade postural, o que aumenta o risco de quedas e fraturas.
Objectives: To identify the consequences of abuse of benzodiazepines among elderly people, as well as to determine the benzodiazepines most consumed in Brazil. Methodology: A narrative literature review was carried out using Google Scholar, through the keywords benzodiazepines, abuse and elderly (in Portuguese), as well as their combinations. Conclusion: Among the most frequently used benzodiazepines, one may find diazepam, bromazepam, alprazolam, lorazepam, clonazepam and midazolam. The main side effects of these drugs among the elderly are sedation, psychomotor retardation, cognitive impairment (reduced attention span, forgetfulness, mental confusion), dependence and absence syndrome (insomnia, irritability and anxiety). The cerebellar toxicity can generate impaired speaking and coordination and unstable posture, increasing the risk of falls and fractures.