A relação entre os estilos de socialização materna e as concepções de perdão em adolescentes.

The present study looked for to verify the relation among the adolescents' perception about the styles of maternal socialization and agreement with conceptions of the forgiveness. The styles of parental socialization are defined as patterns of performance characteristic, that the parents use in...

Full description

Access type:openAccess
Publication Date:2014
Main Author: Santos, Lydia Maria Sena e lattes
Advisor: Rique Neto, Júlio lattes
Document type: Master thesis
Language:por
Published: Universidade Federal da Paraí­ba
Program: Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social
Department: Psicologia Social
Portuguese subjects:
English subjects:
Knowledgement areas:
Online Access:https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/6966
Citation:SANTOS, Lydia Maria Sena e. A relação entre os estilos de socialização materna e as concepções de perdão em adolescentes. 2014. 145 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia Social) - Universidade Federal da Paraí­ba, João Pessoa, 2014.
Portuguese abstract:O presente estudo buscou analisar a relação entre a percepção dos adolescentes sobre os estilos de socialização materna e concepções sobre perdão. Os estilos de socialização parental são definidos como padrões de atuação característicos, que os pais utilizam em diversas situações do cotidiano. Esses padrões caracterizam-se por um conjunto de técnicas e formas de atuação dos pais, que abrangem desde atitudes de aceitação até atitudes de controle dos comportamentos indesejados, além da imposição de limites aos filhos. Para Musitu e García (2001) a socialização parental é estruturada a partir de duas dimensões (Aceitação/Implicação e Coerção/Imposição), que relacionadas originam quatro modelos de estilos parentais: autoritativo, autoritário, indulgente e negligente. Nesse processo, as mães atuam de forma mais amena que os pais na transmissão de regras e valores morais, sendo o perdão considerado um valor moral relacionado à compaixão e à misericórdia. Na psicologia da moral, o perdão é concebido como um valor relacionado à justiça e definido do ponto de vista da vítima. Nesse sentido, torna-se relevante estudar a relação entre os estilos de atuação das mães e as concepções do perdão dos adolescentes. Participaram do estudo 186 adolescentes, sendo 60 homens e 126 mulheres, com idades entre 14 e 17 anos. Como instrumentos foram utilizados: 1) um questionário biodemográfico com questões sobre idade, sexo, série/ano; 2) uma Escala sobre as concepções do perdão; e 3) a Escala de Socialização Parental na Adolescência ESPA29. Os resultados mostraram que em sua maioria, os adolescentes perceberam as mães como autoritativa, estando esse estilo parental relacionado a concordância com concepções do perdão mais avançadas. Também foi encontrado que as mães diferem nas estratégias de socialização entre filhas e filhos em algumas concepções do perdão. Estudos futuros deverão verificar os motivos que os adolescentes utilizam para concordar com as concepções do perdão e se variam em detrimento do estilo parental e a necessidade de perdão nas relações interpessoais.
English abstract:The present study looked for to verify the relation among the adolescents' perception about the styles of maternal socialization and agreement with conceptions of the forgiveness. The styles of parental socialization are defined as patterns of performance characteristic, that the parents use in several situations of the daily. Those patterns are characterized by a group of techniques and forms of the parents' performance that include attitudes of acceptance until attitudes of control of unwanted behaviorsand imposition and imposing limits to the children. For Musitu and García (2001) the parental socialization is structured from two dimensions (Acceptance/Implication and Coercion/Imposition), that related they originate four models of parental styles: authoritative, authoritarian, indulgent and negligent. In that process, the mothers act in a suave way than the parents in the transmission of rules and moral values, being the forgiveness considered a moral value related to the compassion and the mercy. In the psychology of the moral, the forgiveness is considered as a value related to the justice and defined of point of view of the victim. In that sense, becomes important to study the relation between the styles of the mothers' performance and the conceptions of forgiveness adolescents. Participated in the study 186 adolescents, being 60 men and 126 women, with ages between 14 and 17 years old. As instruments were used: 1) a questionnaire biodemográfico with subjects about age, sex, série/ano; 2) a Scale about the conceptions of forgiveness; and 3) Parental Socialization Scale in Adolescence - ESPA29. The results showed that in your majority, the adolescents perceive the mothers as authoritative, being that parental style related to advanced conceptions of forgiveness. It was also found mothers sex difference in some conceptions of forgiveness. It was also found that mothers differ in socialization strategies between daughters and sons in some conceptions of forgiveness. Future studies should verify the reasons that the adolescents use to agree with the conceptions of forgiveness and if they are varied in detriment of parental style and the need of forgiveness in the interpersonal relationships.