Estudo da meiofauna, com ênfase aos Tardigrada, no médiolitoral da Praia Arenosa da Ponta da Tulha, Ilhéus Bahia

A estrutura da comunidade da meiofauna entre-marés numa praia arenosa (Ponta da Tulha, Ilhéus Bahia) foi estudada durante dois meses: julho de 2008 e janeiro de 2009. Estabeleceram-se quatro perfis perpendiculares à linha de praia, com dois pontos de coleta: um no mediolitoral superior (MS) e outro...

Full description

Access type:openAccess
Publication Date:2010
Main Author: Marinho Verçosa, Mônica
Advisor: Morgado Esteves, André
Document type: Master thesis
Language:por
Published: Universidade Federal de Pernambuco
Portuguese subjects:
Online Access:https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1047
Citation:Marinho Verçosa, Mônica; Morgado Esteves, André. Estudo da meiofauna, com ênfase aos Tardigrada, no médiolitoral da Praia Arenosa da Ponta da Tulha, Ilhéus Bahia. 2010. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Biologia Animal, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2010.
Portuguese abstract:A estrutura da comunidade da meiofauna entre-marés numa praia arenosa (Ponta da Tulha, Ilhéus Bahia) foi estudada durante dois meses: julho de 2008 e janeiro de 2009. Estabeleceram-se quatro perfis perpendiculares à linha de praia, com dois pontos de coleta: um no mediolitoral superior (MS) e outro no mediolitoral inferior (MI). Em cada ponto foram coletadas amostras destinadas às analises biológicas e granulométricas. A meiofauna foi identificada em níveis taxonômicos altos, sendo os Tardigrada retirados para o refinamento taxonômico. Foram encontrados 17 grupos no presente estudo, dos quais Nematoda e Tardigrada foram os mais abundantes, representando quase 80% da meiofauna total. A análise de variância bi-fatorial mostrou diferenças significativas na densidade da meiofauna apenas em relação aos níveis do mediolitoral no mês de julho de 2008. A fauna de Tardigrada foi pouco diversa, com dois gêneros e três espécies: Raiarctus sp., Batillipes lesteri e Batillipes sp. nov., sendo amplamente dominada por esta última. As variações associadas ao grupo estiveram relacionadas, exclusivamente, ao fator temporal, com diferenças significativas observadas entre os meses. Este estudo propiciou a descrição de uma nova espécie de Tardigrada, assim como o primeiro registro da espécie Batillipes lesteri para o litoral brasileiro, referendando a importância da abordagem taxonômica dos Tardigrada para o conhecimento da biodiversidade meiofaunística no nosso país