Inteligência emocional : teoria, pesquisa, medida, aplicações e controvérsias

A Inteligência Emocional (IE) constitui um construto psicológico recente, e um dos aspectos da inteligência mais discutidos na atualidade. Ela reflete, sobretudo, o estudo das interações entre emoção e inteligência, o que nos permite inferir a complexidade do campo conceitual, bem como as dificuldad...

Full description

Access type:openAccess
Publication Date:2009
Main Author: Woyciekoski, Carla
Other Authors: Hutz, Claudio Simon
Document type: Article Other
Language:por
Portuguese subjects:
English subjects:
Online Access:http://hdl.handle.net/10183/30589
Portuguese abstract:A Inteligência Emocional (IE) constitui um construto psicológico recente, e um dos aspectos da inteligência mais discutidos na atualidade. Ela reflete, sobretudo, o estudo das interações entre emoção e inteligência, o que nos permite inferir a complexidade do campo conceitual, bem como as dificuldades metodológicas daí decorrentes. Este artigo visa informar ao leitor o corrente status da IE do ponto de vista científico, apresentando-se os modelos teóricos correntes desta forma de inteligência, bem como suas principais características, qualidades, falhas, críticas à teoria, aplicações e correlações com outros construtos psicológicos. Além disso, apresenta-se uma discussão acerca dos tipos de instrumentos de medida da IE que têm sido utilizados, incluindo aspectos e pesquisas relacionadas à capacidade destas escalas de predizer comportamentos, de forma independente das medidas psicométricas existentes. Embora sejam notáveis a ampliação do campo e os progressos no desenvolvimento da teoria da IE, bem como dos testes que se propõem medi-la, ainda há problemas a serem sanados e melhor investigados (como os referentes à validade de construto e aos tipos de escalas de IE existentes). Estes e outros aspectos serão relatados e problematizados ao longo do artigo.
English abstract:Emotional Intelligence (EI) is a recent psychological construct, and also one of the most discussed aspects regarding intelligence. Moreover, it reflects the study of the interrelations between emotion and intelligence, which allows us to infer the complexity of its conceptual field, as well as its methodological difficulties. This article aims to inform the reader of the current status of EI from a scientific point of view. Therefore, it comprises the current EI theoretical models, as well as its main characteristics, qualities, pitfalls, critics, applications and correlations with other psychological constructs. Additionally, it will be discussed the types of instruments that have been used to assess EI, including aspects and researches related to the capacity of these scales to predict behavior, independently of the existing psychometric measures. Although the progress in the development of the EI theory is noticeable, as well as the tests that are devised to measure it, there are still problems remaining unsolved which ought to be better investigated like those related to construct validity and the types of existent scales. These and other aspects will be reported and discussed throughout the article.