Utilização de técnica rápida de aglutinação em látex para determinação semiquantitativa dos níveis séricos de proteína C reativa em cães

A determinação dos níveis de proteína C reativa vem se tornando uma ferramenta bastante útil na clínica canina para a avaliação de variados tipos de quadros infecciosos e inflamatórios, porém a técnica correntemente utilizada é pouco acessível economicamente e comercialmente indisponível no Brasil....

Full description

Access type:openAccess
Publication Date:2009
Main Author: Veiga, Angela Patricia Medeiros
Other Authors: Oliveira, Simone Tostes de, Esteves, Vanessa, Portela, Valério Marques, Santos, Andrea Pires dos, Diaz Gonzalez, Felix Hilario
Document type: Article Other
Language:por
Portuguese subjects:
English subjects:
Online Access:http://hdl.handle.net/10183/24013
Portuguese abstract:A determinação dos níveis de proteína C reativa vem se tornando uma ferramenta bastante útil na clínica canina para a avaliação de variados tipos de quadros infecciosos e inflamatórios, porém a técnica correntemente utilizada é pouco acessível economicamente e comercialmente indisponível no Brasil. O presente estudo teve como objetivos testar uma técnica acessível e de fácil realização para a determinação clínica dos níveis séricos de proteína C reativa em cães. O soro originário de coleta sanguínea venosa de trinta cães em jejum de 12 horas, machos e fêmeas, clinicamente sadios, separados em grupo controle (n=15) e grupo obeso (n=15) foi submetido simultaneamente às duas técnicas para determinação dos níveis de proteína C reativa, considerando-se a de uso corrente (ELISA) o gold standard. A partir da aplicação de análise de variância (ANOVA) não paramétrica e teste de Wilcoxon, valores mais baixos de proteína C reativa foram observados para o grupo obeso, tanto através de ELISA (p < 0,001) quanto de aglutinação em látex (p < 0,01). Além disso, as técnicas mostraram uma correlação positiva significativa entre si (p < 0,001; R2 = 0,62). A aglutinação em látex mostrou ser um teste eficaz e clinicamente útil para a determinação semiquantitativa dos níveis de proteína C reativa na espécie canina.
English abstract:The measurement of C-reactive protein levels is becoming a useful tool in canine clinics to evaluate a number of infectious and inflammatory diseases, however the technique currently used is expensive and unavailable in Brazil. The present study had the aim of testing a low-cost and easy-performing technique for clinical determination of C-reactive protein serum levels in dogs. Thus, the serum originate from venous blood collection of thirty, 12-fastened, male and female, healthy dogs, shared in control group (n=15) and obese group (n=15) was submitted simultaneously to both techniques to determine C-reactive protein serum levels, considering the currently used (ELISA) the gold standard technique. Lower levels of Creactive protein were observed in obese group, through as ELISA (p < 0.001) as latex agglutination as compared by nonparametric ANOVA and Wilcoxon test (p< 0.01). Additionally, the techniques showed a significant positive correlation between each other (p < 0.001; R2 = 0.62). Latex agglutination showed to be an efficacious and clinically useful test to semi-quantitative measurement of C-reactive protein levels in canine species.