A percepção dos servidores técnico-administrativos sobre justiça organizacional e intenção de rotatividade

O mundo organizacional está cada vez mais exigente, principalmente em decorrência de um cenário dinâmico e competitivo. Desse modo, as empresas públicas precisam estar preparadas para atender às necessidades de mudanças constantes e, para isso, demandam que os seus servidores estejam engajados nesse...

Full description

Access type:openAccess
Publication Date:2018
Main Author: Carvalho, Marcella Leandro da Silva de
Advisor: Abreu, Cynara Carvalho de
Document type: Master thesis
Language:por
Program: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DE PROCESSOS INSTITUCIONAIS
Portuguese subjects:
Knowledgement areas:
Online Access:https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/26733
Citation:CARVALHO, Marcella Leandro da Silva de. A percepção dos servidores técnico-administrativos sobre justiça organizacional e intenção de rotatividade. 2018. 95f. Dissertação (Mestrado Profissional em Gestão de Processos Institucionais) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.
Portuguese abstract:O mundo organizacional está cada vez mais exigente, principalmente em decorrência de um cenário dinâmico e competitivo. Desse modo, as empresas públicas precisam estar preparadas para atender às necessidades de mudanças constantes e, para isso, demandam que os seus servidores estejam engajados nesse processo de transição. Considerando que as pessoas são importantes para o funcionamento organizacional, os gestores precisam criar mecanismos que viabilizem a permanência dos profissionais nas instituições, bem como verificar se os indivíduos percebem como justos a distribuição de recursos e os procedimentos adotados para seleção de critérios dessas distribuições dentro da organização, uma vez que a justiça é apontada como um fenômeno psicossocial e perpassa tanto na vida social como organizacional do indivíduo. Portanto, inserido nesse contexto, o presente trabalho tem como objetivo descrever em que medida a percepção de justiça organizacional (distributiva e de procedimentos) se relaciona com a intenção de rotatividade dos servidores técnicoadministrativos, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Para isso, foi realizado um estudo de natureza aplicada, de caráter exploratório e descritivo, sendo os seus resultados apresentados sob a forma quantitativa, a partir da utilização de questionário, cujos instrumentos já foram validados, a saber: Escala de Percepção de Justiça distributiva (SIQUEIRA et al., 1996), Escala de Percepção de Justiça de Procedimentos (GOMIDE JUNIOR; LIMA; FARIA NETO, 1996) e Escala de Intenção de Rotatividade (SIQUEIRA et al., 1997), que visou verificar as medidas de percepção de justiça organizacional, nas dimensões distributiva e de procedimentos, além de investigar a intenção de rotatividade. Por fim, como resultado da coleta de dados, observou-se que, na sua totalidade, houve certa indiferença ou desconfiança dos servidores técnico-administrativos, naquele momento, acerca de recompensas justas ofertadas pela instituição e das condições ou procedimentos justos existentes na organização. Já para a intenção de rotatividade, a maioria dos participantes alegou não ter intenção de sair da UFRN. Contudo, ao realizarmos as correlações entre grupos específicos, de alta e baixa intenção de rotatividade com os dois aspectos da percepção de justiça organizacional (distributiva e de procedimentos), constatou-se que essas relações são inversamente proporcionais, ou seja, quanto maior a percepção de justiça organizacional, menor será a intenção de rotatividade, podendo a anterior ser considerada preditora desta última.
The organizational world is more and more demanding every day, mainly, due to a dynamic and competitive scenario. In this way, public companies need to be prepared to meet the needs made by constant changes and, for that, demand engagement from their employees in this transitional process. Considering that people are essential for organizational functioning, managers need to create mechanisms that enable professionals to stay in entities, as well as to check out if individuals perceive as fair the distribution of resources and the procedures adopted to select the criteria of these distributions within the organization, since justice is pointed out as a psychosocial phenomenon and pervades both in the individual’s social and organizational life. Therefore, inserted in this context, this paper aims to describe the extent to which the perception of organizational justice (distributive and procedural) is related to the intention of rotation of the technical-administrative civil servants of the Federal University of Rio Grande do Norte. In this regard, an applied study was carried out, of an exploratory and descriptive character, being its results presented in the quantitative form, by using questionnaire, whose instruments have already been validated, namely: Perception of Distributive Justice Scale (Siqueira et al., 1996), Perception of Procedure Justice Scale (Gomide Jr., Lima and Faria Neto, 1996) and Turnover Intention Scale (Siqueira et al., 1997), to verify the measures of perception of organizational justice, in the distributive and procedural dimensions, besides investigating the intention of rotation. Finally, as a result of the data collection, it was observed that, in its entirety, there was a certain indifference or mistrust of the technical-administrative servants at that time about fair rewards offered by the institution and regarding the conditions or fair procedures existing in the organization. For the turnover intention, most of the participants claimed not to intend to leave UFRN. However, when correlations were made between specific groups of high and low intention of rotation with the two aspects of the perception of organizational justice, it was verified that these relations are inversely proportional, in other words, the greater the perception of organizational justice, the lower the turnover intention, the former being considered a predictor of the latter.