Determinação qualitativa e quantitativa do óleo essencial da aroeira (Schinus terebinthifolius Raddi), nos estádios de desenvolvimento reprodutivo

São Cristóvão, SE

Access type:openAccess
Publication Date:2016
Main Author: Nunes, Rafaela Karolina Viana
Advisor: Estevam, Charles dos Santos
Document type: Bachelor thesis
Language:por
Department: DFA - Departamento de Farmácia – São Cristóvão - Presencial
Portuguese subjects:
Knowledgement areas:
Online Access:http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/10387
Citation:NUNES, Rafaela Karolina Viana. Determinação qualitativa e quantitativa do óleo essencial da aroeira (Schinus terebinthifolius Raddi), nos estádios de desenvolvimento reprodutivo. São Cristóvão, SE, 2017. Monografia (Graduação em Farmácia) - Departamento de Farmácia, Centro de Ciências Biológicas e da Saúde, Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2017
Portuguese abstract:Óleos essenciais são compostos aromáticos, voláteis pré-existentes em tecidos vegetais ou são produzidos por reações de certos constituintes químicos. São encontrados nos órgãos das plantas, nos aparelhos secretores e estão associados a várias funções relacionadas à sobrevivência do vegetal em seu ecossistema, tendo então um papel fundamental na sua defesa contra os micro-organismos e predadores, assim como na atração de insetos e outros agentes fecundantes. Quimicamente, a grande maioria dos óleos essenciais é constituída de derivados fenilpropanoides e ou de terpenoides, sendo estes últimos predominantes. Entretanto, fatores ambientais e ou genéticos podem gerar ou alterar sua produção tanto quantitativamente quanto qualitativamente. Diante do exposto, no presente trabalho, foi realizado um estudo sobre as variações na composição e no rendimento dos óleos essenciais de S. terebinthifolius Raddi provenientes de duas regiões do estado de Sergipe em função de diferentes estádios reprodutivos. As plantas foram selecionadas a partir de populações naturais localizadas no município de Neópolis e de São Cristóvão. De cada região, foram coletadas amostras compostas de cada órgão (folhas, flores, frutos verdes e frutos maduros) a ser analisado. Os óleos foram extraídos por hidrodestilação e o rendimento obtido pela média de 5 repetições enquanto a identificação dos constituintes químicos foi feita por cromatografia gasosa acoplada à espectrometria de massa (CG/EM). Os resultados foram analisados estatiscamente em um fatorial 4x2 e as médias dos 8 tratamentos testadas segundo Tukey (p<0,05). Os resultados mostraram que as folhas de ramos florais e as flores apresentaram maior teor de óleo essencial em ambos municípios. Os óleos produzidos pelas plantas de Neópolis apresentaram natureza predominantemente monoterpênica em todos os órgãos enquanto aqueles provenientes de São Cristóvão, mono e sesquiterpênica. Nas duas regiões estudadas o a-pineno e o d-3-careno foram os principais quimiotipos encontrados