Infectious keratitis in patients undergoing Boston Type 1 keratoprosthesis (Boston KPro) procedure: case series

Descrição de dois casos de ceratite infecciosa em pacientes submetidos a implante de ceratoprótese Boston Tipo 1 (Boston KPro). O primeiro caso refere-se a uma paciente na qual o dispositivo foi indicado por deficiência límbica secundária a olho seco grave, no qual foi identificado infecção fúngica...

Full description

Access type:openAccess
Publication Date:2011
Main Author: Nascimento, Heloisa Moraes do [UNIFESP]
Other Authors: Oliveira, Lauro Augusto de [UNIFESP], Hofling-Lima, Ana Luisa [UNIFESP]
Document type: Article
Language:eng
Published: Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Portuguese subjects:
English subjects:
Online Access:http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/6416
http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27492011000200012
Citation:Arquivos Brasileiros de Oftalmologia. Conselho Brasileiro de Oftalmologia, v. 74, n. 2, p. 127-129, 2011.
Portuguese abstract:Descrição de dois casos de ceratite infecciosa em pacientes submetidos a implante de ceratoprótese Boston Tipo 1 (Boston KPro). O primeiro caso refere-se a uma paciente na qual o dispositivo foi indicado por deficiência límbica secundária a olho seco grave, no qual foi identificado infecção fúngica por aerobasidium pullulans, tratada com sucesso com colírio de anfotericina B. O segundo caso reporta uma paciente com implante de Boston KPro por falências de transplantes de córnea prévios, que apresentou ceratite bacteriana no quarto mês pós-operatório. O agente etiológico identificado foi Streptococcus sp e o tratamento tópico com vancomicina foi eficaz. Discute-se a importância da vigilância pós-operatória em olhos submetidos ao implante de ceratoprótese.
English abstract:Description of two cases of infectious keratitis in patients after Boston Type 1 keratoprosthesis (Boston KPro) implantation. The first case refers to a patient that had the device indicated due to limbal deficiency secondary to severe dry eye who presented a fungal infection by Aerobasidium pullulans that was successfully treated with amphotericin B eye drops. The second case reports a patient with Boston KPro implantation due to previous corneal transplant rejection showing bacterial keratitis in the fourth postoperative month. The etiologic agent was identified asStreptococcus sp and topical treatment with vancomycin was effective. The importance of postoperative surveillance in Boston KPro eyes is discussed.