Ulcerações orais e genitais como manifestação inicial de leucemia em criança

OBJETIVO: Alertar o pediatra para a presença de lesões aftosas orais e úlceras genitais como manifestação inicial de leucemia. DESCRIÇÃO DE CASO: Menina de dez anos de idade, com quadro de úlceras orais e genitais e hipótese diagnóstica de doença de Behçet. Em virtude de leucopenia, foram realizados...

Full description

Access type:openAccess
Publication Date:2008
Main Author: Silva, Karina
Other Authors: Higa, Marcelo, Terreri, Maria Teresa Ramos Ascensão [UNIFESP], Borsato, Maria Luisa, Hilário, Maria Odete Esteves [UNIFESP]
Document type: Article
Language:por
Published: Sociedade de Pediatria de São Paulo
Portuguese subjects:
English subjects:
Online Access:http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/4306
http://dx.doi.org/10.1590/S0103-05822008000100014
Citation:Revista Paulista de Pediatria. Sociedade de Pediatria de São Paulo, v. 26, n. 1, p. 84-87, 2008.
Portuguese abstract:OBJETIVO: Alertar o pediatra para a presença de lesões aftosas orais e úlceras genitais como manifestação inicial de leucemia. DESCRIÇÃO DE CASO: Menina de dez anos de idade, com quadro de úlceras orais e genitais e hipótese diagnóstica de doença de Behçet. Em virtude de leucopenia, foram realizados mielogramas que, inicialmente, demonstraram se tratar de síndrome mielodisplásica e que, posteriormente, evoluiu para leucemia mielóide aguda. COMENTÁRIOS: Os autores alertam para a raridade da associação e para a ausência na literatura de casos na faixa etária pediátrica.
English abstract:OBJECTIVE: Increase awareness among pediatricians about the presence of aphtous oral lesions and genital ulcers as an initial manifestation of leukemia. CASE DESCRIPTION: A ten-year-old girl, who presented oral and genital ulcers, with a diagnostic hypothesis of Behcet disease. Due to persistent leucopenia, myelograms were performed and, initially, suggested a myelodysplastic syndrome, which progressed to an acute myeloid leukemia. COMMENTS: The authors would like to alert about the rarity of this association and the absence of similar reported cases in the pediatric literature.