Aspectos Ecológicos e Controle Reprodutivo em uma População de Capivaras Sinantrópicas no Campus da Universidade Federal de Viçosa - Viçosa, MG

Actions for population control of capybaras are frequently required because they are a synanthropic species with potential risk for economy and public health. In areas with water connection, the simple removal of individuals and groups is not effective as a means of population control seeing their q...

Full description

Access type:openAccess
Publication Date:2013
Main Author: Rodrigues, Marcos Vinícius lattes
Advisor: Paula, Tarcízio Antônio Rego de lattes
Co-advisor: Silva, Ita de Oliveira e lattes, Souza, Vanner Boere lattes
Referee: Silva, Elias lattes, Ferraz, Kátia Maria Paschoaletto Micchi de Barros lattes
Document type: Doctoral thesis
Language:por
Published: Universidade Federal de Viçosa
Program: Doutorado em Medicina Veterinária
Department: Biotecnologia, diagnóstico e controle de doenças; Epidemiologia e controle de qualidade de prod. de
Portuguese subjects:
English subjects:
Knowledgement areas:
Online Access:http://locus.ufv.br/handle/123456789/1457
Citation:RODRIGUES, Marcos Vinícius. Reproductive Control Through Contraceptive Methods, in Groups of Synanthropic Capybaras in the Campus of Universidade Federal de Viçosa. 2013. 84 f. Tese (Doutorado em Biotecnologia, diagnóstico e controle de doenças; Epidemiologia e controle de qualidade de prod. de) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2013.
Portuguese abstract:Ações para controle populacional de capivaras são requisitadas com frequência por tratar-se de espécie sinantrópica com potencial risco econômico e de saúde pública. Em áreas com conexão hídrica, a simples remoção de indivíduos não é efetiva como forma de controle populacional visto a rápida reocupação de território. Assim a manutenção de pequenos grupos familiares hierarquicamente estáveis, sem potencial reprodutivo, pode ser uma forma viável de controle populacional e dos efeitos sinantrópicos negativos em áreas de ocorrência de capivaras. Uma vez que o comportamento hierárquico é hormônio dependente, a alternativa anticoncepcional conservativa da estabilidade do grupo familiar seria a deferentectomia e a ligadura tubária. A manutenção de pequenos grupos familiares, compostos somente por adultos em áreas endêmicas de febre maculosa, é ainda uma forma de contenção da amplificação ambiental da Rickettsia rickettsii, visto a refratariedade observada em capivaras já primoinfectadas. Neste sentido, objetivou-se caracterizar o uso territorial de grupos de capivaras na área central do Campus da UFV, coletar dados biométricos desses animais, e implantar um plano de manejo reprodutivo como forma de controle populacional. Foi realizada a identificação e o acompanhamento de uma população de 26 capivaras distribuídas em três grupos, entre maio de 2011 a janeiro de 2013. Cada grupo foi identificado quanto ao uso territorial, número de indivíduos, composição genérica, posição hierárquica e classe etária. Os animais foram condicionados, capturados, pesados e medidos. Os animais foram submetidos à deferentectomia ou ligadura tubária, por meio de adaptações das técnicas cirúrgicas convencionais utilizadas em animais domésticos. Aplicou-se um questionário semiestruturado com oito perguntas a usuários das áreas centrais do campus da UFV, com o intuito de registro das percepções a respeito do manejo reprodutivo. No grupo 1 foi realizado o estudo do comportamento reprodutivo, através de amostragem animal focal, em período anterior e posterior às intervenções anticoncepcionais. A população de capivaras na região central do Campus da UFV apresenta uma densidade ecológica de 0,92 ind/ha, encontrando-se bem adaptada ao cenário antropizado. Nos três grupos a estrutura hierárquica e a manutenção territorial foram claramente definidas, com a presença de um macho dominante em cada grupo e algumas fêmeas assumiram papel de dominância em atividades sociais. A forte influência antrópica na área de estudo, induziu a uma concentração das atividades das capivaras no período crepuscular e noturno. Foi observado dois eventos de sucessão de machos dominantes no grupo 3, e no grupo 1, foi confirmado o papel do macho submisso na reprodução do grupo. A partir da análise dos dados biométricos observou-se uma forte correlação do peso corporal com o comprimento focinho base da cauda e também com o comprimento do coxim plantar. Neste sentido fórmulas de regressão linear, preditivas foram produzidas. Não foram observadas diferenças na manifestação comportamental de corte e cópula do macho dominante previamente e posteriormente à deferentectomia. O manejo reprodutivo proposto não influenciou negativamente nos aspectos comportamentais individuais ou coletivos. Assim os animais mantiveram-se saudáveis e ativos, defendendo seu território, sem migrações ou nascimento de novos indivíduos, com uma redução anual de 28% da população total de capivaras. Após uma aplicação de um questionário, houve uma percepção dos entrevistados em relação à redução do número de capivaras presentes na área central do campus da UFV após o manejo reprodutivo.
English abstract:Actions for population control of capybaras are frequently required because they are a synanthropic species with potential risk for economy and public health. In areas with water connection, the simple removal of individuals and groups is not effective as a means of population control seeing their quick territorial reoccupation. Thereby, the maintenance of hierarchically stable small family groups, without reproductive potential, can be a viable way to control population and the negative synanthropic effects in the areas of occurrence of capybaras. Once the hierarchical behavior relies on hormones, the contraceptive alternative which is conservative for the stability of capybaras family group is deferentectomy and tubal ligation. The maintenance of small family groups, composed only of adults in endemic areas of spotted fever (tick typhus), is still a means of containment of the environmental amplification of Rickettsia rickettsii, seeing the refractoriness observed in primary infected capybaras. To this end, this study aimed to characterize the territorial use by groups of capybaras in the central area of the Campus of UFV, collect biometric data from these animals and implement a reproductive management plan as means of population control. It was performed the identification and tracking of a population of 26 capybaras distributed in three groups, from May 2011 to January 2013. Each group was identified regarding territorial use, number of individuals, generic composition, hierarchical position and age class. The animals were conditioned, captured, weighed and measured.The animals underwent deferentectomy or ligation of fallopian tube, through adaption of conventional surgical techniques used for domestic animals. A semistructured questionnaire, formed by eight questions, was applied to users of the central area of the Campus of UFV, in order to register the perceptions concerning the reproductive management. In Group 1, it was performed the study of the reproductive behavior, through focal animal sampling, in periods before and after the contraceptive interventions. The population of capybaras in the central area of the Campus of UFV presents an ecological density of 0.92 ind / ha, being well adaptedto anthropic scenario. In the three groups the hierarchical structure and the territorial maintenance were clearly defined, with the presence of a dominant male in each group and older adult females took on a role of dominance in social activities. The great anthropic influence in the studied area induced concentration of activities of the capybaras during twilight and nocturnal periods. It was observed two events of quick succession of dominant males in group 3, and in group 1, it was confirmed the role of the submissive male in the reproduction of the group. From the biometric data, it was observed a strong correlation between body weight and the length measured from the muzzle to the base of the tail, and also between body weight and the footpad length. To this end, predictor linear regression formulas were produced. It was not observed differences in the behavioral manifestation of courtship and copulation by the dominant male prior and subsequent to the deferentectomy. The proposed reproductive management did not influence negatively on the individual or collective behavioral aspects. Thereby, the animals kept healthy and active, defending their territory, without migrations or births of new individuals, with an annual reduction of 28% of the total population of capybaras. After an application of a questionnaire, there was a consciousness by the interviewed in relation to the reduction of the number of capybaras present in the central area of the Campus of UFV after the reproductive management.