O testemunho dos arquivos e o trabalho do historiador da educação

Tomando o arquivo como um lugar físico e epistemológico, o objetivo é refletir sobre o que ele pode testemunhar para o trabalho do historiador da educação. Dialogando com a historiografia sobre o papel dos arquivos na escrita da História, num primeiro momento reflete-se sobre as relações entre Arqui...

Full description

Access type:openAccess
Publication Date:2018
Main Author: Anjos, Juarez José Tuchinski dos
Document type: Article
Language:por
Published: Associação Sul-Rio-Grandense de Pesquisadores em História da Educação
Online Access:http://repositorio.unb.br/handle/10482/33701
http://dx.doi.org/10.1590/2236-3459/75047
Citation:ANJOS, Juarez José Tuchinski dos. O testemunho dos arquivos e o trabalho do historiador da educação. História da Educação, Santa Maria, v. 22, n. 55, p. 279-292, ago. 2018. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/2236-3459/75047. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2236-34592018000200279&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 08 fev. 2019.
Portuguese abstract:Tomando o arquivo como um lugar físico e epistemológico, o objetivo é refletir sobre o que ele pode testemunhar para o trabalho do historiador da educação. Dialogando com a historiografia sobre o papel dos arquivos na escrita da História, num primeiro momento reflete-se sobre as relações entre Arquivo, Memória e História. Em seguida, discutem-se seus dois diferentes níveis de testemunho para a pesquisa histórico-educacional: o testemunho intencional e o não intencional sobre a educação.