Negreiros nos mares do Sul : famílias traficantes nas rotas entre Angola e Brasil em fins do século XVIII

Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Humanas, Departamento de História, 2006.

Access type:openAccess
Publication Date:2006
Main Author: Thompson, Estevam Costa
Advisor: Pantoja, Selma Alves
Document type: Master thesis
Language:por
Online Access:http://repositorio.unb.br/handle/10482/7631
Citation:THOMPSON, Estevam Costa. Negreiros nos mares do Sul: famílias traficantes nas rotas entre Angola e Brasil em fins do século XVIII. 2006. 149 f. Dissertação (Mestrado em História)-Universidade de Brasília, Brasília, 2006.
English abstract:Adotando o "Atlântico" como um sistema heterogêneo de possível instrumentalização para o estudo da História, essa dissertação procura estudar o tráfico de escravos entre Angola e Brasil em finais do século XVIII através dos testamentos de traficantes de escravos que morreram em terras "angolanas", deixando bens e herdeiros em várias partes desse "mundo atlântico" integrado. As relações comerciais e familiares desses traficantes de escravos revelam a existência de uma comunidade de negreiros em Benguela em finais do século XVIII, com fortes contatos nos principais portos brasileiros, em especial o Rio de Janeiro. A empresa negreira familiar do sargento-mor de auxiliares da Capitania de Benguela, Antonio Jose de Barros, é um belo exemplo que emerge da documentação. A análise da trajetória desse negreiro, e o cruzamento com informações sobre seus familiares e parceiros comerciais, ilustram esse cenário de intensas trocas comerciais e culturais entre duas regiões, em margens opostas de um mesmo território atlântico.