Software livre como fator de inovação para pequenas e médias empresas do setor de tecnologia da informação e comunicação

Esta dissertação visa avaliar como se dá a inovação no mercado de TI e os possíveis benefícios do uso de Software Livre como fator de inovação. Realizados estudos econométricos verificou-se que a elasticidade-investimento em pesquisa em relação ao numero de software livre no Brasil é de 2,66, compro...

ver descrição completa

Nível de Acesso:openAccess
Data de Publicação:2009
Autor(a): Sousa, Luciano Cunha de
Orientador(a): Loureiro, Paulo Roberto Amorim
Tipo de Documento: Dissertação
Idioma:por
Download Texto Completo:http://repositorio.unb.br/handle/10482/11279
Citação:SOUSA, Luciano Cunha de. Software livre como fator de inovação para pequenas e médias empresas do setor de tecnologia da informação e comunicação. 2009. 56 f., il. Dissertação (Mestrado em Economia) —Universidade de Brasília, Brasília, 2009.
Resumo inglês:Esta dissertação visa avaliar como se dá a inovação no mercado de TI e os possíveis benefícios do uso de Software Livre como fator de inovação. Realizados estudos econométricos verificou-se que a elasticidade-investimento em pesquisa em relação ao numero de software livre no Brasil é de 2,66, comprovando que o uso de software livre traz um efeito multiplicador na disponibilidade de soluções ao mercado. Quando associado esse potencial multiplicativo ao coeficiente de elasticidade-custo do produto de -1,26, ao fato do custo de uso do código já disponibilizado ser próximo à zero, verificamos um conjunto de fatores que comprova os benefícios de uso do SL. Esses benefícios são ainda mais relevantes para as PME's devido à carência destas ao capital necessário para P&D, para realização dos custosos processos de PI e para investimentos na comercialização. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT
This thesis aims to study how innovation occurs in the IT market and the possible benefits of using Free Software as a factor for innovation. Econometric studies found that the elasticity of investment in research in relation to the number of free software in Brazil is 2.66, showing that the use of free software brings a multiplier effect on the availability of solutions to the market. When associated with this potential multiplicative coefficient of elasticity of product cost of -1.26, the fact that the cost of using the code already available to be close to zero, we find a set of factors that prove the benefits of using SL. These benefits are even more relevant to SMEs due to the lack of these necessary capital for R, D & I, to carry out the costly process of IP and marketing investments.