Características e qualidade de carcaça de ovelhas de diferentes idades

Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, 2011.

Access type:openAccess
Publication Date:2011
Main Author: Esteves, Geisa Isilda Ferreira
Advisor: Pimentel, Concepta Margaret McManus
Document type: Master thesis
Language:por
Online Access:http://repositorio.unb.br/handle/10482/7807
Citation:ESTEVES, Geisa Isilda Ferreira. Características e qualidade de carcaça de ovelhas de diferentes idades. 2011. 55 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Animais)-Universidade de Brasília, Brasília, 2011.
English abstract:Objetivou-se neste trabalho a avaliação das características e a qualidade de carcaça de ovelhas de diferentes idades. Foram avaliadas carcaças de 74 ovelhas com idades variando de 5 a 48 meses. O abate ocorreu após jejum hídrico e alimentar de 16 horas e os animais foram insensibilizados com eletrochoque e foi feita a sangria. As características de carcaça avaliadas foram escore de condição corporal (ECC), comprimento de carcaça (CC), peso de carcaça quente (PCQ), rendimento de carcaça quente (RCQ), comprimento de carcaça (CC), peso de cortes comerciais sendo esses paleta, lombo, fralda, pescoço, costela e pernil no qual, além do peso, foi avaliado o perímetro e o comprimento do pernil. A qualidade de carcaça foi avaliada na força de cisalhamento, análise de cor e perda por cocção. A estatística foi feita usando o programa SAS e os procedimentos usados foram análise de variância, regressões, correlações e componentes principais. As avaliações mostraram que a idade influenciou os pesos dos cortes. Entre as características de carcaça houve diferença significativa no peso dos cortes comerciais. O pernil, costela, lombo e a paleta foram menores em peso em comparação com animais mais novos. O rendimento de carcaça quente (RCQ) também foi menor. Na qualidade da carne a cor da carne foi mais escura em animais mais velhos, o que prejudica a comercialização do produto. A força de cisalhamento foi maior em animais de maior idade, porém todas as amostras desse experimento podem ser consideradas macias. As correlações foram altas e positivas entre a idade e o peso vivo (PV), comprimento de carcaça (CC), peso do lombo, paleta, comprimento de pernil, e a força de cisalhamento. Aumentando a idade ocorreu aumento do peso vivo (PV) e da força de cisalhamento. Sendo que esta última não é desejável, pois torna a carne mais dura. A análise de componentes principais mostrou a perda de peso com a diminuição dos cortes comerciais e também a perda em qualidade com a diminuição da área de olho de lombo (AOL), a largura (A), profundidade do profundidade do músculo Longissimus dorsi (B) e também o escurecimento da carne de animais mais velhos. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT
The objective of this work to evaluate their characteristics and carcass quality of sheep of different ages. Evaluated carcasses of 74 sheep with ages ranging from 5 to 48 months. The killing occurred after food and water fasting for 16 hours and the animals were anesthetized with electroshock and was bleeding. Carcass characteristics were evaluated body condition score (BCS), carcass length (CL), hot carcass weight (HCW), hot carcass yield (HCY), carcass length (CL), weight of retail cuts and these shoulder, loin, diaper, neck, rib and leg in which, besides the weight, we measured the circumference and length of the shank. The carcass quality was evaluated in shear force analysis, color and cooking loss. Statistical analysis was performed using SAS software and procedures used were analysis of variance, regressions, correlations and principal components. The evaluations showed that age influenced the weights of the cuts. Among carcass traits were no significant differences in weight of retail cuts. The shank, rib, loin and shoulder were lower in weight compared with younger animals. The hot carcass yield (HCY) was also lower. On meat quality meat color was darker in older animals, which affect the marketing of the product. The shear force was higher in older animals, but all samples from this experiment can be considered soft. The correlations were high and positive correlations between age and body weight (BW), carcass length (CL), weight of loin, shoulder, leg length, and shear force. Increasing age there was an increase of live weight (LW) and shear force. Since the latter is not desirable because it makes the meat tougher. The principal component analysis showed weight loss with the decrease of retail cuts and also the loss in quality with decreased loin eye area (LEA), width (A), depth of depth of the Longissimus dorsi (B ) and the browning of meat from older animals.