Efeitos da dança sobre a manutenção da estabilidade dinâmica e qualidade de vida de indivíduos com doença de Parkinson

Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação Física, Programa de Pós-Graduação Strictu-Sensu em Educação Física, 2014.

Access type:openAccess
Publication Date:2014
Main Author: Vidal, Samuel Estevam
Advisor: Oliveira, Ricardo Jacó de
Document type: Master thesis
Language:por
Online Access:http://repositorio.unb.br/handle/10482/17091
Citation:VIDAL, Samuel Estevam. Efeitos da dança sobre a manutenção da estabilidade dinâmica e qualidade de vida de indivíduos com doença de Parkinson. 2014. ix, 83 f., il. Dissertação (Mestrado em Educação Física)—Universidade de Brasília, Brasília, 2014.
English abstract:A perda da funcionalidade e o decréscimo da manutenção da estabilidade dinâmica é uma consequência comum em indivíduos com doença de Parkinson. A dança vem sendo discutida como tratamento adjunto sintomático para esta população, incrementando a mobilidade e funcionalidade dos indivíduos com a doença. O objetivo deste estudo foi investigar o efeito de 12 semanas de treinamento de tango argentino e forró sobre o equilíbrio de indivíduos com doença de Parkinson. Foram analisadas a variação do centro de gravidade, ângulo e aplicado o PDQL para 9 indivíduos diagnosticados com DP participantes do Programa de Atividade Física para Pessoas com Doenças Neurodegenerativas, alocados em dois grupos: grupo tango (GT; n=5) e grupo forró (GF; n=4). Não foram verificadas alterações nos níveis de qualidade de vida ou manutenção da estabilidade dinâmica destes indivíduos após o término do estudo. O grande intervalo de idade, tempo de diagnóstico e nível de severidade da doença podem ter influenciado os resultados obtidos. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT
The loss of functionality and decreased maintenance of dynamic stability is a common consequence in patients with Parkinson's disease. The dance is being discussed as symptomatic adjunct treatment for this population, increasing mobility and functionality of individuals with the disease. The purpose of this study the effect of 12 weeks of Argentine tango and forró on balance in individuals with Parkinson's disease training was investigating. The variation of the center of gravity angle were analyzed and applied to the PDQL 9 individuals diagnosed with PD participants Physical Activity Program for People With Neurodegenerative Diseases, divided into two groups: tango group (TG, n = 5) and forró group ( GF n = 4). No changes in the levels of quality of life and maintaining the dynamic stability of these individuals after completion of the study were observed. The wide range of age, time since diagnosis and level of severity may have influenced the results.