Época de aplicação de fungicida para controle da mancha de Mycosphaerella do morangueiro

Estudou-se o efeito da época do início da aplicação de fungicida na severidade da mancha de Mycosphaerella fragariae em parcelas experimentais de morango cv. IAC-Campinas. O ensaio foi conduzido em área produtora (Brazlândia, DF) em blocos ao acaso com seis tratamentos (épocas de início de pulveriza...

Full description

Access type:openAccess
Publication Date:1999
Main Author: Furlanetto, Cleber
Other Authors: Tomita, Celso K., Café Filho, Adalberto C.
Document type: Article
Language:por
Published: Associação Brasileira de Horticultura
Online Access:http://repositorio.unb.br/handle/10482/25525
https://dx.doi.org/10.1590/S0102-05361999000300011
Citation:Hortic. Bras.,v.17,n.3,p.231-233,1999
Portuguese abstract:Estudou-se o efeito da época do início da aplicação de fungicida na severidade da mancha de Mycosphaerella fragariae em parcelas experimentais de morango cv. IAC-Campinas. O ensaio foi conduzido em área produtora (Brazlândia, DF) em blocos ao acaso com seis tratamentos (épocas de início de pulverização) e quatro repetições. Foram efetuadas aplicações quinzenais com o p.a. prochloraz (450 g i.a/litro) na dosagem de 100 ml/100 litros de água, e testadas as épocas de início de aplicação: Plantio (pulverização por ocasião do plantio das mudas, com um total de dez aplicações); Flor1 (após a primeira florada, oito aplicações); Flor2 (após a segunda florada, seis aplicações); Flor3 (após a terceira florada, quatro aplicações); Flor4 (após a quarta florada, duas aplicações) e Test (testemunha pulverizada com água desde o transplantio). As seguintes variáveis foram avaliadas: produção total acumulada; severidade de doença; número de folhas mortas e sadias; número de hastes lesionadas e sadias. Os resultados indicaram que os tratamentos Plantio e Flor1 foram superiores aos demais em todos os critérios (Duncan, 5%). O tratamento Flor2 apresentou controle intermediário de doença. Os demais tratamentos não apresentaram diferenças estatísticas significativas entre si.
The effect of timing of first fungicide application on the severity of Mycosphaerella leaf spot (Mycosphaerella fragariae) on strawberry cv. IAC-Campinas was studied in field plots located in Brazlândia-DF, Brazil. The experiment was conducted as a randomized complete block design with six treatments (times of first fungicide delivery) and four replicates. The fungicide (prochloraz - 450 g a.i./L) was delivered at a dosage of 100 ml/100 L of water, on a 15-day schedule. The following periods for first application were tested: "Plant": at transplant stage; with a total of ten fungicide applications; "Flor1": at first flowering stage, total of eight applications; "Flor2": at second flowering, total of six applications; "Flor3": at third flowering, total of four applications; "Flor4": at fourth flowering, total of two applications; "Test": control plots, sprayed with water starting at transplant. Treatments were ranked accordingly to total fruit yield; disease severity; number of dead and healthy leaves; number of infected and healthy stems. Results indicated that treatments "Plant" and "Flor1" provided a most efficient control of the disease (Duncan, 5%), followed by treatment "Flor2". Treatments "Flor3", "Flor4" and "Test" resulted in poor disease control and were not statistically different.