Literatura de cordel e xilogravura no ensino da arte: conhecendo o artista Arnaldo Estevam

Trabalho de Conclusão de Curso, apresentado para obtenção do grau de licenciada no curso de Artes Visuais da Universidade do Extremo Sul Catarinense, UNESC.

Access type:openAccess
Publication Date:2011
Main Author: Vidotto, Ednamar Fontana
Advisor: Honorato, Aurélia Regina de Souza
Document type: Bachelor thesis
Language:por
Portuguese subjects:
Online Access:http://repositorio.unesc.net/handle/1/498
Portuguese abstract:Este trabalho tem como objetivo de pesquisa analisar se os alunos de Sombrio reconhecem a cultura local, com base na Literatura de Cordel do artista Arnaldo Estevam, baseadas nas produções de xilogravuras. Diante disso trago como problema de pesquisa a seguinte pergunta: os alunos de Sombrio reconhecem a cultura local baseada na literatura de cordel do artista Arnaldo Estevam, por meio da xilogravura? Para responder à pergunta de pesquisa e os objetivos da monografia foi convidado o poeta sombriense Arnaldo Estevam para relatar as suas histórias aos alunos a fim de motivá-los a trabalhar com a xilogravura. A metodologia utilizada foi a descritiva, com pesquisa de campo, em que o artista foi até a escola no dia 20 de setembro e relatou à turma três de seus contos de cordéis. Na aula seguinte, dia 27 de setembro, os alunos foram divididos em equipes para contar as histórias do autor em forma de xilogravura. Os resultados alcançados no desenvolvimento das atividades indicam que trabalhar com cordel e xilogravura em sala de aula foi extremamente positivo. Diante disto pode-se afirmar que a literatura de cordel é um gênero que pode ser uma boa oportunidade para o aluno ter contato com esta experiência cultural popular.