Cooperativismo à luz da gestão social democrática: um estudo de caso na COOPERJA

Dissertação apresentada ao Programa de Pós Graduação de Mestrado em Desenvolvimento Socioeconômico da Universidade do Extremo Sul Catarinense - UNESC.

Access type:openAccess
Publication Date:2016
Main Author: Visintin, Fábio
Advisor: Estevam, Dimas de Oliveira
Document type: Master thesis
Language:por
Portuguese subjects:
Online Access:http://repositorio.unesc.net/handle/1/4345
Portuguese abstract:A presente pesquisa trata o paradigma do Cooperativismo à luz da Gestão Social Democrática, tendo como plano de fundo o estudo de caso na Cooperativa Agroindustrial COOPERJA. O Cooperativismo surgiu como um movimento social e econômico alternativo às desigualdades sociais provocadas pelo sistema capitalista e ao individualismo. Os principais precursores do pensamento cooperativo foram citados com o intuito de entender quais os ideais que estes propunham e quais os princípios norteadores do cooperativismo. Tendo este embasamento teórico, foi possível traçar um panorama histórico de como este movimento espalhou-se pelo Brasil, bem como a sua ampliação com a participação política e o seu papel no processo de desenvolvimento socioeconômico e da Cidadania. Fez-se necessário um estudo sobre o ordenamento jurídico que rege as Cooperativas com o intuito de entender os trâmites legais e a previsão constitucional destas organizações. Constatou-se que a participação dos associados assume um papel fundamental para o desenvolvimento de uma sociedade cooperativista mais justa e que a cidadania participativa no cooperativismo carrega consigo a descentralização, o respeito à comunidade e o desenvolvimento socioeconômico. Todos estes pontos norteados com justiça social, igualdade de oportunidades, alternativas no campo produtivo e melhoria da qualidade de vida. Cabe salientar que estes fatores não seriam possíveis se a democracia não se fizesse presente nestas relações e em prol de um objetivo comum: uma evolução socioeconômica conduzida pelos princípios da solidariedade e do apoio mútuo, visando o desenvolvimento sócio econômico. Para fins de realização desta pesquisa, houve a análise na Cooperativa Agroindustrial Cooperja, com o objetivo de verificar se há conservação dos valores sociais cooperativistas, tendo como foco a gestão social democrática. Os procedimentos metodológicos adotados neste trabalho foi o bibliográfico, por meio de fontes secundárias, entre as quais se destacam: livros, artigos científicos, atas, imagens e entre outros. Ao final da pesquisa restou comprovado que a Gestão Social Democrática é aplicada na Cooperativa por meio de diversos canais de interação entre a cooperativa e o cooperado.