A crise da dívida externa brasileira: a economia nacional frente às mudanças no sistema econômico internacional

O Brasil, assim como diversos países da América Latina e do chamado terceiro mundo encontrou na década de 1980 (a chamada década perdida) um desafio em suas relações econômicas internacionais, a crise da dívida externa, que abalou drasticamente a economia do país, pois dela decorre a inflação com to...

Full description

Access type:openAccess
Publication Date:2016
Main Author: Silva, Juliana Estevam da
Advisor: Bunde, Altacir
Document type: Bachelor thesis
Language:por
Published: Universidade Federal do Pampa
Portuguese subjects:
English subjects:
Online Access:http://dspace.unipampa.edu.br:8080/xmlui/handle/riu/766
Citation:SILVA, Juliana Estevam da. A crise da dívida externa brasileira: a economia nacional frente às mudanças no sistema econômico internacional. Santana do Livramento: Unipampa, 2016.
Portuguese abstract:O Brasil, assim como diversos países da América Latina e do chamado terceiro mundo encontrou na década de 1980 (a chamada década perdida) um desafio em suas relações econômicas internacionais, a crise da dívida externa, que abalou drasticamente a economia do país, pois dela decorre a inflação com todas suas consequências estrangulando o desenvolvimento nacional. A crise do endividamento externo do país por sua vez é acompanhada de uma mudança estrutural no capitalismo mundial e nos meios de acumulação de capital, mostrando sorrateiros passos para a onda neoliberal que atinge o país mais tarde, na década de 1990. Com intuito de compreender os agravantes da dívida externa brasileira essa pesquisa ajudará na compreensão de como se da à origem do endividamento brasileiro que se inicia na década de 1950, seu crescimento no período ditatorial. O trabalho apresenta como esse processo foi impactado com as crises do petróleo que seguiram em 1973 e 1979, acompanhada da crise dos juros em 1981. E como os juros extorsivos ampliaram o endividamento, acorrentando o país a uma dívida que fragiliza e vulnera a economia. Pretende-se também a compreender o papel do mercado financeiro ao longo dessa passagem traumática para a economia brasileira.
English abstract:Brazil, as well as several countries in Latin America and the so-called Third World, found in the 1980s (the so-called lost decade) a challenge in their international economic relations, the external debt crisis, which drastically affected the country's economy, Inflation, with all its consequences, is strangling national development. The crisis of the country's external indebtedness in turn is accompanied by a structural change in world capitalism and the means of capital accumulation, showing sneaky steps to the neoliberal wave that reaches the country later in the 1990s. In order to understand The aggravating of the Brazilian foreign debt this research will help in the understanding of how the origin of the Brazilian indebtedness that begins in the decade of 1950, its growth in the dictatorial period. Thus the work shows how this process was impacted by the oil crises that followed in 1973 and 1979, accompanied by the interest crisis in 1981. And as interest extortion increased indebtedness, chaining the country to debt that weakens and violates the economy. It is also intended to understand the role of the financial market along this traumatic passage for the Brazilian economy.