Alfabetização financeira no Exército Brasileiro: uma análise em uma organização militar da fronteira gaúcha

Levando em consideração a existência de uma lacuna educacional, o presente estudo buscou estimar o nível de alfabetização financeira dos militares de uma Organização Militar da fronteira gaúcha, identificando o grau de conhecimentos, de comportamentos e de atitudes financeiros destes militares e com...

Full description

Access type:openAccess
Publication Date:2016
Main Author: Zuliani, André Luis Baumhardt lattes
Advisor: Flores, Silvia Amélia Mendonça lattes
Referee: Ramos, Thadeu José Francisco lattes, Silva , Ana Carolina Cozza Josende da lattes
Document type: Bachelor thesis
Language:por
Published: Universidade Federal do Pampa
Department: Campus Santana do Livramento
Portuguese subjects:
Knowledgement areas:
Online Access:http://dspace.unipampa.edu.br:8080/jspui/handle/riu/1788
Portuguese abstract:Levando em consideração a existência de uma lacuna educacional, o presente estudo buscou estimar o nível de alfabetização financeira dos militares de uma Organização Militar da fronteira gaúcha, identificando o grau de conhecimentos, de comportamentos e de atitudes financeiros destes militares e comparando estes atributos por nível hierárquico e por variáveis socioeconômicas. Partiu-se do pressuposto de que o serviço militar obrigatório se configura como uma porta de entrada ao mercado de trabalho e à inclusão financeira. Assim, julgou-se pertinente avaliar o grau de alfabetização deste público, estendendo esta análise a todos os estratos da Organização Militar. O estudo é classificado como descritivo, de abordagem quantitativa. Optou-se por empregar a survey como método de pesquisa e os dados foram coletados com um instrumento de coleta e uma metodologia de mensuração já validada. A análise dos resultados se deu pela estatística descritiva e foi verificada a existência de relação entre as variáveis por meio do Teste t e da ANOVA. Como resultado, verificou-se que a maior parte dos servidores que compõe a organização possui baixo nível de alfabetização financeira. Concluiu-se que a dimensão das atitudes pouco influi na formação dos níveis de alfabetização financeira e foi possível verificar a relação direta entre conhecimentos financeiros e comportamentos financeiros. Viu-se que o nível hierárquico, a idade, o estado civil, a posse ou não de dependentes, a escolaridade, a renda e a constituição dos lares no tocante a residentes economicamente ativos influem na alfabetização financeira. Os achados reforçam a necessidade de implementação de programas rígidos de alfabetização financeira à população em geral, de forma a ampliar o alcance da Estratégia Nacional de Educação Financeira (ENEF).
Taking into account the existence of an educational gap, the present study sought to estimate the level of financial literacy of the military of a Military Organization of the border of the state of Rio Grande do Sul, identifying the level of knowledge, behaviors and financial actions of these military personnel and comparing these attributes Hierarchical and By socioeconomic variables. It was assumed that compulsory military service is a gateway to the labor market and financial inclusion. Thus, it was considered pertinent to evaluate the literacy level of this public, and will evaluate this analysis to all strata of the Military Organization. The study is classified as descriptive, of quantitative approach. It was decided to use research as a research method and large data with a collection instrument and a validated measurement methodology. An analysis of the results by the descriptive statistics and the existence of a relationship between variables as measured by the test and ANOVA was verified. As a result, it has been found that most of the servers that make up an organization have the financial literacy network. It was concluded that the dimension of the little inflated attitudes in the formation of levels of financial literacy and was available for a direct relation between financial knowledge and financial behaviors. It has been seen that hierarchical threshold, age, marital status, dependency or non-dependence, schooling, income and household formation for economically active residents influence financial literacy. The findings reinforce the need to implement rigid financial literacy programs for life in general, in order to broaden the scope of the National Financial Education Strategy (ENEF).