Moscas ectoparasitas (Diptera, Streblidae e Nycteribiidae) em morcegos (Mammalia, Chiroptera) em área de Floresta com Araucária no Estado do Paraná, sul do Brasil

Informações sobre estreblídeos e nicteribiídeos e seus hospedeiros são escassas na Floresta com Araucária (FA), não havendo dados sobre a riqueza, o padrão de distribuição e a abundância desses ectoparasitos sobre uma determinada comunidade de morcegos. O presente estudo foi desenvolvido em fragment...

Full description

Access type:openAccess
Publication Date:2007
Main Author: Graciolli, Gustavo
Other Authors: Bianconi, Gledson V. [UNESP]
Document type: Article
Language:por
Published: Sociedade Brasileira de Zoologia
Portuguese subjects:
English subjects:
Online Access:http://hdl.handle.net/11449/21086
http://dx.doi.org/10.1590/S0101-81752007000100033
Citation:Revista Brasileira de Zoologia. Sociedade Brasileira de Zoologia, v. 24, n. 1, p. 246-249, 2007.
Portuguese abstract:Informações sobre estreblídeos e nicteribiídeos e seus hospedeiros são escassas na Floresta com Araucária (FA), não havendo dados sobre a riqueza, o padrão de distribuição e a abundância desses ectoparasitos sobre uma determinada comunidade de morcegos. O presente estudo foi desenvolvido em fragmentos de FA (aproximadamente 470 ha) localizados no município de Fazenda Rio Grande, Paraná, no período de dezembro de 2001 a maio de 2003. Foram registrados 12 indivíduos pertencentes a três espécies de Nycteribiidae e 119 de seis espécies de Streblidae sobre 127 hospedeiros examinados (quatro espécies de Phyllostomidae e sete de Vespertilionidae). Cinco das seis espécies de estreblídeos foram encontradas apenas sobre Sturnira lilium (E. Geoffroy, 1810) e Artibeus lituratus (Olfers, 1818). em 62 indivíduos de S. lilium foram coletadas: Megistopoda proxima (Séguy, 1926) com prevalência de 65,4% e intensidade média de infestação de 2,00; Aspidoptera falcata Wenzel, 1976 com 13,5% e 2,29; Trichobius phyllostomae Kessel, 1925 com 7,7% e 1,00; e Metelasmus wenzeli Graciolli & Dick, 2004 com 1,6% e 4,00. Não foi encontrada diferença na prevalência (p = 0,544) e na intensidade média (p = 0,361) em relação ao sexo de S. lilium. em 26 A. lituratus, foi encontrada apenas Paratrichobius longicrus (Miranda-Ribeiro, 1907) com prevalência de 32% e intensidade média de 1,50.
English abstract:The information available on streblid and nycteribiid bat flies and their hosts are scant in the Araucaria Forest (AF) and there are no data on richness, distribution patterns or abundance of these ectoparasites in bat communities. Therefore, we conducted a study on bats and their ectoparasites in AF remnants (approximately 470 ha) located in the municipality of Fazenda Rio Grande, Paraná State, between December 2001 and May 2003. Twelve individuals of three species of Nycteribiidae and 119 individuals of six species of Streblidae were collected on 127 bats (four species of Phyllostomidae and seven of Vespertilionidae). Five of the six species of streblid were found exclusively on Sturnira lilium (E. Geoffroy, 1810) and Artibeus lituratus (Olfers, 1818). We collected Megistopoda proxima (Séguy, 1926) on 62 S. lilium examined with prevalence of 65.4% and mean intensity of 2.00; Aspidoptera falcata Wenzel, 1976, respectively, with 13.5% and 2.29; Trichobius phyllostomae Kessel, 1925 with 7.7% and 1.00; and Metelasmus wenzeli Graciolli & Dick, 2004 with 1.6% and 4.00. We did not find significant differences in prevalence (p = 0.544) and mean intensity (p = 0.361) between the sexes of S. lilium. on 26 A. lituratus captured we found only Paratrichobius longicrus (Miranda-Ribeiro, 1907) with prevalence of 32% and mean intensity of 1.50.