Localização preferencial e índices diferenciados de infestação da mosca-dos-chifres (Haematobia irritans) em bovinos da raça Nelore

Haematobia irritans tem causado muitos danos e preocupações na pecuária mundial, bem como despertado o interesse para diversos estudos a seu respeito. Seu nome está relacionado com o local de permanência nos bovinos. É conhecida como horn fly (mosca-dos-chifres) na Europa e nos Estados Unidos da Amé...

Full description

Access type:openAccess
Publication Date:2002
Main Author: Lima, Luiz G.F. [UNESP]
Other Authors: Prado, Ângelo P. [UNESP], Perri, Silvia H.V. [UNESP]
Document type: Article
Language:por
Published: Colégio Brasileiro de Patologia Animal - CBPA
Portuguese subjects:
English subjects:
Online Access:http://hdl.handle.net/11449/27873
http://dx.doi.org/10.1590/S0100-736X2002000100006
Citation:Pesquisa Veterinária Brasileira. Colégio Brasileiro de Patologia Animal - CBPA, v. 22, n. 1, p. 25-32, 2002.
Portuguese abstract:Haematobia irritans tem causado muitos danos e preocupações na pecuária mundial, bem como despertado o interesse para diversos estudos a seu respeito. Seu nome está relacionado com o local de permanência nos bovinos. É conhecida como horn fly (mosca-dos-chifres) na Europa e nos Estados Unidos da América e mosca-da-paleta na América Latina. Os fatores biológicos podem produzir em bovinos de um único rebanho, diferentes níveis de infestação da mosca. Durante o ano de 1998 em Araçatuba, estado de São Paulo, foram avaliados o número médio de mosca por região ana-tômica, bem como os diferentes níveis de infestação em 60 bovinos da raça Nelore. Os bovinos foram filmados de ambos os lados do corpo para registrar o número de mosca em fitas cassetes. As fitas foram assistidas para a contagem e demarcação da mosca em 15 regiões anatômicas. O maior número de mosca (p<0,05) foi observado nas regiões escapular, interescapular e costal; nos períodos chuvosos observou-se um aumento significativo (p<0,05) na região ventral. As avaliações individuais, demonstraram infestação com menos de 50 moscas em 50% dos bovinos, 50 a 100 moscas em 38% e acima de 100 moscas em 12% dos bovinos.
English abstract:Many studies about Haematobia irritans have been made due to the damages and worries it causes to cattle breeding in many countries. The common name of the fly is related to its behavior. In Europe and the United States of America it is named horn-fly because it stays right on the base of the horns in order to protect itself from low temperatures; in Latin America, however, it is known as mosca-da-paleta because of its preferred localization on the shoulder of cattle. Biological aspects of the bovines can lead to different levels of fly infestation in the herd. Mean numbers of flies on different anatomic regions and individual infestations were evaluated in 60 Nelore bulls with the same zootechnic features during 1998 in Araçatuba city, State of São Paulo, Brazil. Both sides of the animals were filmed, and the number of flies was recorded in cassette tapes. Fly counts and their delimitation on 15 anatomic regions were performed from film viewing. During rainy days a significant increase (p<0.05) in number of flies in the abdominal region was observed. Shoulders, forelegs, back and ribs showed the highest number of flies (p<0.05). The evaluation of individual infestation revealed less than 50 flies on 50% of the cattle, 50 to 100 flies on 38% and over 100 flies on 12% of them.