Redes de atores e argumentos no debate público sobre o processo de impeachment de Dilma Rousseff : o dia do afastamento provisório em 12 de maio de 2016

Esta pesquisa trata dos argumentos mobilizados no debate público sobre o processo de impeachment no contexto do afastamento de Dilma Rousseff da Presidência da República em 12 de maio de 2016, assim como das conexões estabelecidas entre os atores do debate. Foram analisados os discursos de atores ce...

Full description

Access type:openAccess
Publication Date:2019
Main Author: Andrade, Bruna Santos de Almeida
Advisor: Weber, Maria Helena
Document type: Master thesis
Language:por
Portuguese subjects:
English subjects:
Online Access:http://hdl.handle.net/10183/196423
Portuguese abstract:Esta pesquisa trata dos argumentos mobilizados no debate público sobre o processo de impeachment no contexto do afastamento de Dilma Rousseff da Presidência da República em 12 de maio de 2016, assim como das conexões estabelecidas entre os atores do debate. Foram analisados os discursos de atores centrais no debate público integrantes dos poderes Executivo Federal e Legislativo Federal, discursos produzidos por movimentos organizados da sociedade civil e discursos midiáticos. Os conceitos fundamentais que guiaram a pesquisa são as noções de comunicação pública, como a abordagem e circulação de temas de interesse público, discutido a partir de Esteves (2011), Gomes (2008) e Weber (2006, 2017); e o conceito de acontecimento, que provoca descontinuidades e rupturas na experiência do cotidiano, em debate a partir de Coelho (2013), França (2012a, 2012b), Quéré (2005, 2012) e Weber (2013). Também são discutidas as noções de democracia (TILLY, 2013) e impeachment (PÉREZ-LIÑÁN, 2000, 2014, 2016). A metodologia utilizada inclui análise da argumentação e análise de redes sociais, e os discursos são são analisados a partir das categorias temáticas de argumentos políticos, econômicos , sociais, morais, pessoais e jurídicos. Os resultados apontam que os argumentos mais utilizados pelos atores estudados são de ordem política, abordando questões relacionadas à governabilidade e às instituições democráticas, e não sobre as questões jurídicas do processo, evidenciando a importância das questões conjunturais nesse debate. A pesquisa também evidenciou a formação de duas redes de comunicação polarizadas a partir dos argumentos acionados pelos atores do debate público: uma rede favorável o impeachment e uma rede contrária ao impeachment. Nessas redes, circularam narrativas diferentes sobre o acontecimento: de um lado o impeachment como uma ameaça à democracia e a direitos conquistados e, de outro, o impeachment como uma oportunidade de mudanças políticas e econômicas.
English abstract:This research is about the arguments mobilized in the public debate about the impeachment process in the context of Dilma Rousseff's removal from the presidency of the Republic on May 12, 2016. In this perspective, the connections between the actors also matter. Were analyzed the speeches of central actors in the public debate that are part of the Federal Executive and Federal Legislative powers, speeches produced by social movements and media discourses. The fundamental concepts that guided the research are the notions of public communication, understood as the circulation of issues of public interest, according to Esteves (2011), Gomes (2008) and Weber (2006, 2017); and the concept of event, which causes discontinuities and ruptures in the everyday experience, discussed with Coelho (2013), França (2012a, 2012b), Quéré (2005, 2012) and Weber (2013). Was also discussed the notions of democracy (TILLY, 2013) and impeachment (PÉREZ-LIÑÁN, 2000, 2014, 2016). The methodology used includes argumentation analysis and social networks analysis, and the discourses were analyzed from the thematic categories of political, economic, social, moral, personal and legal arguments. The results show that the arguments most used by the studied actors are political ones, which includes issues related to governance and democratic institutions, and not on the legal issues of the process. The research also evidenced the formation of two polarized communication networks from the arguments used by the actors of the public debate: a favorable to impeachment network and a contrary to impeachment network.. In these networks, different narratives had circulate about the event: on the one hand, impeachment as a threat to democracy and conquered rights, and, on the other, impeachment as an opportunity for political and economic change. Keywords: Impeachment. Dilma Rousseff. Public Communication. Event. Argumentation. Communication Networks.