Memória e silenciamento nos Arcos do Bixiga

Este trabalho investiga o processo que levou à transformação dos Arcos do Bixiga em monumento da cidade de São Paulo, no final da década de 1980. Busca identificar quais memórias foram silenciadas no processo de disputa pela área onde estão localizados os Arcos, e de que forma o poder público se art...

Full description

Access type:openAccess
Publication Date:2019
Main Author: Diego Vasconcellos Vargas
Advisor: Martin Jayo
Referee: Renato Alencar Dotta, Alessandro Soares da Silva, Jose Carlos Vaz
Document type: Master thesis
Language:por
Published: Universidade de São Paulo
Program: Gestão de Políticas Públicas
Portuguese subjects:
English subjects:
Online Access:http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/100/100138/tde-02052019-113844/
Portuguese abstract:Este trabalho investiga o processo que levou à transformação dos Arcos do Bixiga em monumento da cidade de São Paulo, no final da década de 1980. Busca identificar quais memórias foram silenciadas no processo de disputa pela área onde estão localizados os Arcos, e de que forma o poder público se articulou para que, por meio de políticas públicas, fosse possível o prevalecimento de seus interesses, em detrimento dos interesses dos moradores do local. Tenta-se mapear e interpretar os fatos ocorridos, assim como as ações de cada grupo de atores envolvido no processo, em um primeiro momento, através de uma revisão bibliográfica acerca dos principais conceitos relacionados à memória coletiva, aos lugares de memória e às políticas de memória. Posteriormente, por meio de pesquisa documental, utilizando notícias de jornais e entrevistas semiestruturadas como fontes primárias, será realizada uma contextualização histórica do caso, seguida de análise empírica relacionando os conceitos revisados nos capítulos anteriores aos dados obtidos neste último. Justifica-se essa pesquisa, a partir da identificação do uso de argumentos relacionados à memória coletiva como base para justificar políticas públicas voltadas para o atendimento dos interesses do setor imobiliário, em detrimento do interesse histórico e social
English abstract:This research investigates the process that led to the transformation of the Arcos do Bixiga into a monument of the city of São Paulo in the late 1980s. It aims to identify which memories were silenced in the process of claiming the area where the Arcos are located, and how the public authority managed to serve its interests through public policies, to the detriment of the local residents\' interests. An attempt is made to map and interpret the facts, as well as the actions of each group of actors involved in the process, at first, through a literature review concerning the main notions related to collective memory, the realms of memory and politics of memory. Therefrom through an extensive documentary research, employing news from newspapers and semi-structured interviews as main sources, a historical contextualization was attempted, followed by an empirical analysis, connecting the reviewed notions to the gathered data. This research is justified by the acknowledgement of the use of arguments related to collective memory as a base to justify public policies directed to the serving of the real state industrys interests, to the detriment of a historical and social interest