Avaliação da influência do processo de confecção e da espessura da cerâmica, do substrato e do cimento na cor final da cerâmica de dissilicato de lítio, após o envelhecimento artificial acelerado

O propósito deste trabalho foi avaliar, in-vitro, a alteração de cor da cerâmica de dissilicato de lítio, após o envelhecimento artificial acelerado (EAA), variando-se os seguintes aspectos: processo de confecção (cerâmica monolítica e com infraestrutura coberta por cerâmica de revestimento), espess...

Full description

Access type:openAccess
Publication Date:2017
Main Author: Laís Alcântara Pires
Advisor: Luiz Fernando Pegoraro
Referee: Estevam Augusto Bonfante, Polyanna Maria Rocha Novais, Pedro Cesar Garcia de Oliveira, Maria Cecilia Veronezi
Document type: Doctoral thesis
Language:por
Published: Universidade de São Paulo
Program: Ciências Odontológicas Aplicadas
Portuguese subjects:
Cor
English subjects:
Online Access:http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25146/tde-23042018-220311/
Portuguese abstract:O propósito deste trabalho foi avaliar, in-vitro, a alteração de cor da cerâmica de dissilicato de lítio, após o envelhecimento artificial acelerado (EAA), variando-se os seguintes aspectos: processo de confecção (cerâmica monolítica e com infraestrutura coberta por cerâmica de revestimento), espessuras de 1,5 e 2,0mm e substratos de resina e liga metálica, com e sem cimento. Para isso foram confeccionadas 40 pastilhas de cerâmica IPS e.max Press, que foram divididas em 2 grupos (n=20): LT (cerâmica de baixa translucidez na cor A2) e HO (cerâmica de alta opacidade). Neste grupo as pastilhas foram confeccionadas com 0,5mm de espessura e, posteriormente, revestidas com a cerâmica IPS e.max Ceram na cor A2 e com espessuras de 1,0 e 1,5mm. Foram utilizados substratos em resina composta (n=20) e em liga metálica (cobre-alumínio) (n=20). Para a cimentação foi utilizado o cimento de polimerização dual Variolink II, na cor translúcida. A leitura da cor foi realizada em um espectrofotômetro (Minolta CM2600d), equipado com fonte de luz padrão D65 (luz do dia). A cor determinada no aparelho é expressa em coordenadas CIE L* a* b* e os valores correspondentes foram utilizados para calcular o E. Foram feitas as seguintes comparações: discos de cerâmica antes do EAA vs discos de cerâmica cimentadas sobre os substratos antes do EAA; discos de cerâmica cimentadas sobre os substratos antes do EAA vs discos de cerâmica cimentadas sobre os substratos após o EAA; discos de cerâmica antes do EAA vs discos de cerâmica cimentadas sobre os substratos após o EAA; discos de cerâmica antes do EAA vs discos de cerâmica após o EAA. Os dados foram submetidos a análise estatística (ANOVA) a 3 critérios e (ANOVA) a 2 critérios e testes de Tukey, p<0,05). Os resultados mostraram que: 1. os grupos somente de discos de cerâmica vs discos de cerâmica com 1,5 e 2,0mm de espessuras, cimentadas em substratos de resina e liga metálica, antes do EAA. O menor valor encontrado de E (E=3,6) foi com o grupo de discos da cerâmica HOA2 com 2mm de espessura cimentados em substrato de metal, seguido pelo grupo da mesma cerâmica com 1,5mm de espessura cimentada em substrato de resina. O maior valor encontrado (E=10,0) foi com os discos de cerâmica LTA2 com 1,5 e 2mm de espessuras e cimentados em substrato de metal; 2. os grupos com discos de cerâmicas com 1,5 e 2,0mm de espessuras e cimentados em substratos de resina e liga metálica antes do EAA vs o mesmo grupo após EAA. Os grupos de discos com a cerâmica HOA2 com 2mm de espessura cimentados em substrato de metal teve menor alteração de cor (E=1,1) e a maior alteração de cor ocorreu com o grupo da cerâmica LTA2 com 2mm de espessura cimentada em substrato de metal (E=2,1); 3. os grupos somente com discos de cerâmica antes do EAA vs grupos de cerâmicas com discos de 1,5 e 2,0mm de espessuras e cimentados em substratos de resina e liga metálica após o EAA. O menor valor encontrado (E=3,7) foi com a cerâmica HOA2 com revestimento e 2mm de espessura cimentada em substrato de metal. O maior valor encontrado (E=10,0) foi o da cerâmica LTA2 com 1,5 e 2mm de espessuras cimentadas em substrato de metal; 4. os grupos discos de cerâmica, antes e após o processo de EAA O grupo que teve menor alteração de cor foi o da cerâmica HOA2 com 1,5mm (E=0,6). O grupo que teve maior alteração de cor foi o da cerâmica LTA2 com 2mm (E=2,2). Concluiu-se que o EAA causou alteração na cor final das cerâmicas de dissilicato de lítio, levando-se em conta as variáveis pesquisadas.
English abstract:The purpose of this in vitro study was to evaluate the color changing of the lithium disilicate ceramic discs after accelerated artificial aging (AAA) varying the following aspects: manufacturing process (monolithic ceramic and infrastructure with ceramic covering), thickness of the ceramic (1.5 and 2.0 mm) and abutment substrate (composite resin and alloy), with and without cement. Forty ceramic discs were fabricated with ceramic IPS e.max Press and divided into two groups (n = 20): LT (low translucency, shade A2) and HO (high opacity). In the HO group, the discs were fabricated with a thickness of 0.5 mm of the IPS e.max Ceram combined with a thickness of 1 or 1.5mm of veneering ceramic, shade A2. The abutments substrates were fabricated with composite resin (n = 20) and metallic alloy (n = 20). The resin cement used was Variolink II translucent color. Color was measured with a spectrophotometer and expressed in CIE L * a * b * coordinates. Color differences (E) were calculated. The data were analyzed with ANOVA and the Tukey HSD test (p <0.05).The results showed that 1.in the groups of ceramic discs vs. ceramic discs with 1.5 and 2.0mm thickness, cemented on resin substrates and metal alloy, before AAA, the lowest value of E (E = 3,6) was obtained for HOA2 ceramic discs with 2mm thickness cemented in metal substrate, followed by ceramic discs with 1.5mm thickness cemented in substrate of resin. The highest value (E = 10.0) was observed for ceramic discs LTA2 with 1.5 and 2mm thickness and cemented in metal substrate; 2. In the groups with ceramic discs with 1.5 and 2.0mm thickness and cemented on resin and metal substrates prior to AAA vs the same group after AAA, the HOA2 ceramic discs with 2mm thickness cemented on a metal substrate had the smallest color change (E = 1,1) and the largest occurred for LTA2 with 2mm thickness and cemented in metallic substrate (E = 2.1); 3. In the groups of ceramic discs before AAA vs groups of ceramic with discs of 1.5 and 2.0mm of thickness and cemented on resin substrates and metal alloy after AAA, the lowest value (E = 3,7) was obtained for HOA2 veneering ceramic 2mm thickness cemented on a metal substrate. The highest value found (E = 10.0) was for LTA2 ceramic with 1.5 and 2mm thickness cemented on a metal substrate; 4. comparing the groups of ceramic discs before and after the AAA process, the lowest color change was obtained for HOA2 ceramic with 1.5mm (E = 0.6) and the greatest color change was fore LTA2 ceramic with 2mm (E = 2.2). It was concluded that the AAA caused alteration in the final color of the lithium disilicate ceramics, taking into account the variables studied.