Satã e satanismo(s) em Fernando Pessoa

Ao longo dos anos, a obra de Fernando Pessoa tem sido objeto de diferentes miradas da crítica especializada. Poucas foram, porém, as ocasiões em que os comentadores se ocuparam da figura de Satã e dos diferentes matizes que colorem o episódico diabolismo dos escritos do poeta lisboeta. Todavia, embo...

Full description

Access type:openAccess
Publication Date:2018
Main Author: Luciano de Souza
Advisor: Francisco Maciel Silveira
Referee: Jose Horacio de Almeida Nascimento Costa, Virginia Maria Antunes de Jesus, Alleid Ribeiro Machado
Document type: Doctoral thesis
Language:por
Published: Universidade de São Paulo
Program: Letras (Literatura Portuguesa)
Portuguese subjects:
English subjects:
Online Access:http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8150/tde-22022019-161328/
Portuguese abstract:Ao longo dos anos, a obra de Fernando Pessoa tem sido objeto de diferentes miradas da crítica especializada. Poucas foram, porém, as ocasiões em que os comentadores se ocuparam da figura de Satã e dos diferentes matizes que colorem o episódico diabolismo dos escritos do poeta lisboeta. Todavia, embora errático, o percurso do Tentador nos textos de Pessoa indica a insuspeitada, porém indisputável marca do Demônio no pensamento do autor, mormente em sua juventude literária e em textos ensaísticos de cariz hermético. Por essa ascendência, é possível reconhecer Fernando Pessoa como herdeiro imediato da \"satânica geração\" de escritores lusitanos que, sob o efeito dos vapores mefistofélicos que então pairavam sobre o ambiente literário europeu, redefiniram as letras portuguesas no final dos oitocentos. Assim, partindo do exame das origens e das várias configurações do que se entende por satanismo literário, bem como dos sinais e sintomas de sua manifestação na literatura de Portugal em fins do século XIX, esta pesquisa tenciona investigar a presença do Diabo e a expressão do satânico na obra de Fernando Pessoa. O que se pretende, por meio de leituras analíticocomparativas que tracem as andanças do Tinhoso nos escritos pessoanos orto e heteronímicos, é entender as formas pelas quais o satânico toma posse, em verso e prosa, da escrita de Fernando Pessoa e, com isso, revelar em que sentido é possível reconhecer nele a faceta de um autor inspirado pelo Gênio das Trevas.
English abstract:Throughout the years, Fernando Pessoa\'s work has been under different gazes by the specialized criticism. However, few were the occasions in which scholars occupied themselves with the figure of Satan and the different shades that color the episodic diabolism in the writing of the Lisbon-born poet. Albeit erratic, the Tempter\'s route in Pessoa\'s texts points at the unsuspected yet indisputable mark of the Devil in the author\'s thought, mainly in his early writings and in essays on hermeticism. Consequently, Pessoa can be seen as the immediate heir of the \"satanic generation\" of Portuguese writers that, under the influence of the mephistophelic vapors then hovering over Europe\'s literary environment, redefined Portugal\'s literature at the end of the eighteen hundreds. Thus, starting with an examination of the origins and sundry configurations of what is known as literary Satanism, as well as the signs and symptoms of its manifestation in Portuguese literature by the end of the nineteenth century, this research aims at investigating the Devil\'s presence and the expression of the satanic in the work of Fernando Pessoa. Using an analytical-comparative approach that traces Old Nick\'s wanderings in Pessoa\'s orto and heteronymic texts, the research intends to understand the ways in which the satanic possesses, in verse and prose, Fernando Pessoa\'s writings, thereby revealing to what extent it is possible to recognize in him the face of an author inspired by the Genius of Darkness.