Política de formação inclusiva: percepção de gestores sobre processo de mudanças em Instituições de Ensino Superior

Bibliographic Details
Main Author: Pereira,Francilene Jane Rodrigues
Access Level: Open Access
Publication Date: 2011
Other Authors: Santos,Sérgio Ribeiro dos, Silva,Cesar Cavalcanti da
Format: Article
Language: por
Defense institution: Associação Brasileira de Enfermagem
Source: Revista Brasileira de Enfermagem
Portuguese Subjects:
Download full: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71672011000400013
Summary: Estudo exploratório descritivo, qualitativo, realizado em Instituições de Ensino Superior que ministram Curso de Enfermagem em João Pessoa-PB. Objetivou-se compreender a concepção dos gestores sobre a necessidade de mudança organizacional para se adequar à clientela com necessidades especiais. Realizou-se entrevista semiestruturada com gestores das IES e, para interpretação dos dados coletados, utilizou-se o método da análise de discurso, na vertente de Fiorin. Quatro gestores participaram do estudo. Identificou-se preocupação em atender as demandas das políticas de inclusão, inclusive na adequação de espaços físicos e na pedagogia adotada para atender os estudantes. Alguns gestores assumiram pouco preparo pessoal no atendimento à clientela com necessidades especiais, e que as instituições que representavam não dispunham de trabalho logístico eficiente e compatível com as propostas de inclusão preconizadas pela legislação vigente. Conclui-se que o processo de mudanças estruturais e pedagógicas se constrói de maneira lenta e gradual, requerendo atuação de gestores qualificados e comprometidos em executar, civil e legalmente, políticas de inclusão direcionadas a essa clientela.
id ABEN-1_485bd9484d97eb7f969592327916b821
oai_identifier_str oai:scielo:S0034-71672011000400013
network_acronym_str ABEN-1
network_name_str Revista Brasileira de Enfermagem
spelling Política de formação inclusiva: percepção de gestores sobre processo de mudanças em Instituições de Ensino SuperiorPessoas com deficiênciaInstituições de Ensino SuperiorEnfermagemEstudo exploratório descritivo, qualitativo, realizado em Instituições de Ensino Superior que ministram Curso de Enfermagem em João Pessoa-PB. Objetivou-se compreender a concepção dos gestores sobre a necessidade de mudança organizacional para se adequar à clientela com necessidades especiais. Realizou-se entrevista semiestruturada com gestores das IES e, para interpretação dos dados coletados, utilizou-se o método da análise de discurso, na vertente de Fiorin. Quatro gestores participaram do estudo. Identificou-se preocupação em atender as demandas das políticas de inclusão, inclusive na adequação de espaços físicos e na pedagogia adotada para atender os estudantes. Alguns gestores assumiram pouco preparo pessoal no atendimento à clientela com necessidades especiais, e que as instituições que representavam não dispunham de trabalho logístico eficiente e compatível com as propostas de inclusão preconizadas pela legislação vigente. Conclui-se que o processo de mudanças estruturais e pedagógicas se constrói de maneira lenta e gradual, requerendo atuação de gestores qualificados e comprometidos em executar, civil e legalmente, políticas de inclusão direcionadas a essa clientela.Associação Brasileira de Enfermagem2011-08-01info:eu-repo/semantics/articleinfo:eu-repo/semantics/publishedVersiontext/htmlhttp://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71672011000400013Revista Brasileira de Enfermagem v.64 n.4 2011reponame:Revista Brasileira de Enfermageminstname:ABENinstacron:ABEN10.1590/S0034-71672011000400013info:eu-repo/semantics/openAccessPereira,Francilene Jane RodriguesSantos,Sérgio Ribeiro dosSilva,Cesar Cavalcanti dapor2020-04-25T19:56:04Zhttp://www.scielo.br/oai/scielo-oai.php0034-71671984-0446opendoar:null2020-04-26 03:12:31.782Revista Brasileira de Enfermagem - ABENtrue
dc.title.none.fl_str_mv Política de formação inclusiva: percepção de gestores sobre processo de mudanças em Instituições de Ensino Superior
title Política de formação inclusiva: percepção de gestores sobre processo de mudanças em Instituições de Ensino Superior
spellingShingle Política de formação inclusiva: percepção de gestores sobre processo de mudanças em Instituições de Ensino Superior
Pereira,Francilene Jane Rodrigues
Pessoas com deficiência
Instituições de Ensino Superior
Enfermagem
title_short Política de formação inclusiva: percepção de gestores sobre processo de mudanças em Instituições de Ensino Superior
title_full Política de formação inclusiva: percepção de gestores sobre processo de mudanças em Instituições de Ensino Superior
title_fullStr Política de formação inclusiva: percepção de gestores sobre processo de mudanças em Instituições de Ensino Superior
title_full_unstemmed Política de formação inclusiva: percepção de gestores sobre processo de mudanças em Instituições de Ensino Superior
title_sort Política de formação inclusiva: percepção de gestores sobre processo de mudanças em Instituições de Ensino Superior
author Pereira,Francilene Jane Rodrigues
author_facet Pereira,Francilene Jane Rodrigues
Santos,Sérgio Ribeiro dos
Silva,Cesar Cavalcanti da
author_role author
author2 Santos,Sérgio Ribeiro dos
Silva,Cesar Cavalcanti da
author2_role author
author
dc.contributor.author.fl_str_mv Pereira,Francilene Jane Rodrigues
Santos,Sérgio Ribeiro dos
Silva,Cesar Cavalcanti da
dc.subject.por.fl_str_mv Pessoas com deficiência
Instituições de Ensino Superior
Enfermagem
topic Pessoas com deficiência
Instituições de Ensino Superior
Enfermagem
dc.description.none.fl_txt_mv Estudo exploratório descritivo, qualitativo, realizado em Instituições de Ensino Superior que ministram Curso de Enfermagem em João Pessoa-PB. Objetivou-se compreender a concepção dos gestores sobre a necessidade de mudança organizacional para se adequar à clientela com necessidades especiais. Realizou-se entrevista semiestruturada com gestores das IES e, para interpretação dos dados coletados, utilizou-se o método da análise de discurso, na vertente de Fiorin. Quatro gestores participaram do estudo. Identificou-se preocupação em atender as demandas das políticas de inclusão, inclusive na adequação de espaços físicos e na pedagogia adotada para atender os estudantes. Alguns gestores assumiram pouco preparo pessoal no atendimento à clientela com necessidades especiais, e que as instituições que representavam não dispunham de trabalho logístico eficiente e compatível com as propostas de inclusão preconizadas pela legislação vigente. Conclui-se que o processo de mudanças estruturais e pedagógicas se constrói de maneira lenta e gradual, requerendo atuação de gestores qualificados e comprometidos em executar, civil e legalmente, políticas de inclusão direcionadas a essa clientela.
description Estudo exploratório descritivo, qualitativo, realizado em Instituições de Ensino Superior que ministram Curso de Enfermagem em João Pessoa-PB. Objetivou-se compreender a concepção dos gestores sobre a necessidade de mudança organizacional para se adequar à clientela com necessidades especiais. Realizou-se entrevista semiestruturada com gestores das IES e, para interpretação dos dados coletados, utilizou-se o método da análise de discurso, na vertente de Fiorin. Quatro gestores participaram do estudo. Identificou-se preocupação em atender as demandas das políticas de inclusão, inclusive na adequação de espaços físicos e na pedagogia adotada para atender os estudantes. Alguns gestores assumiram pouco preparo pessoal no atendimento à clientela com necessidades especiais, e que as instituições que representavam não dispunham de trabalho logístico eficiente e compatível com as propostas de inclusão preconizadas pela legislação vigente. Conclui-se que o processo de mudanças estruturais e pedagógicas se constrói de maneira lenta e gradual, requerendo atuação de gestores qualificados e comprometidos em executar, civil e legalmente, políticas de inclusão direcionadas a essa clientela.
publishDate 2011
dc.date.none.fl_str_mv 2011-08-01
dc.type.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/article
dc.type.status.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/publishedVersion
format article
status_str publishedVersion
dc.identifier.uri.fl_str_mv http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71672011000400013
url http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71672011000400013
dc.language.iso.fl_str_mv por
language por
dc.relation.none.fl_str_mv 10.1590/S0034-71672011000400013
dc.rights.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/openAccess
eu_rights_str_mv openAccess
dc.format.none.fl_str_mv text/html
dc.publisher.none.fl_str_mv Associação Brasileira de Enfermagem
publisher.none.fl_str_mv Associação Brasileira de Enfermagem
dc.source.none.fl_str_mv Revista Brasileira de Enfermagem v.64 n.4 2011
reponame:Revista Brasileira de Enfermagem
instname:ABEN
instacron:ABEN
reponame_str Revista Brasileira de Enfermagem
collection Revista Brasileira de Enfermagem
instname_str ABEN
instacron_str ABEN
institution ABEN
repository.name.fl_str_mv Revista Brasileira de Enfermagem - ABEN
repository.mail.fl_str_mv
_version_ 1669940863799656448