Desigualdades sociais e duas formas de particularismo na sociedade brasileira

Bibliographic Details
Main Author: Vaitsman,Jeni
Publication Date: 2002
Format: Article
Language: por
Source: Cadernos de Saúde Pública
Download full: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2002000700005
Summary: Com base em uma discussão de autores contemporâneos sobre a formação histórica do Brasil e sua incorporação ao projeto de sociedade moderna, o artigo identifica duas formas de particularismo ­ o das diferenças e o das relações pessoais ­ que na esfera pública constrangem o acesso ao mercado e aos direitos. O particularismo das diferenças produz exclusão social e simbólica, dificultando a formação dos sentimentos de inclusão e interdependência social, necessários para a efetiva institucionalização do universalismo na esfera pública. O particularismo das relações pessoais atravessa os novos arranjos institucionais que incorporam a participação da sociedade na gestão das políticas públicas. Contudo, ainda que a constituição desses novos arranjos e arenas tragam as marcas políticas e culturais da trajetória histórica brasileira, constituem possibilidades abertas para uma nova equação entre universalismo e particularismo.
id FIOCRUZ-5_fb8fa232954730392d70137f60ee9f26
oai_identifier_str oai:scielo:S0102-311X2002000700005
network_acronym_str FIOCRUZ-5
network_name_str Cadernos de Saúde Pública
spelling Desigualdades sociais e duas formas de particularismo na sociedade brasileiraIniqüidade SocialUniversalismoParticularismoRelações InterpessoaisCom base em uma discussão de autores contemporâneos sobre a formação histórica do Brasil e sua incorporação ao projeto de sociedade moderna, o artigo identifica duas formas de particularismo ­ o das diferenças e o das relações pessoais ­ que na esfera pública constrangem o acesso ao mercado e aos direitos. O particularismo das diferenças produz exclusão social e simbólica, dificultando a formação dos sentimentos de inclusão e interdependência social, necessários para a efetiva institucionalização do universalismo na esfera pública. O particularismo das relações pessoais atravessa os novos arranjos institucionais que incorporam a participação da sociedade na gestão das políticas públicas. Contudo, ainda que a constituição desses novos arranjos e arenas tragam as marcas políticas e culturais da trajetória histórica brasileira, constituem possibilidades abertas para uma nova equação entre universalismo e particularismo.Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz2002-01-01info:eu-repo/semantics/articleinfo:eu-repo/semantics/publishedVersiontext/htmlhttp://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2002000700005Cadernos de Saúde Pública v.18 suppl.0 2002reponame:Cadernos de Saúde Públicainstname:Fundação Oswaldo Cruzinstacron:FIOCRUZ10.1590/S0102-311X2002000700005info:eu-repo/semantics/openAccessVaitsman,Jenipor2020-04-25T17:51:44Zhttp://www.scielo.br/oai/scielo-oai.php0102-311X1678-4464opendoar:null2020-04-26 02:01:13.182Cadernos de Saúde Pública - Fundação Oswaldo Cruztrue
dc.title.none.fl_str_mv Desigualdades sociais e duas formas de particularismo na sociedade brasileira
title Desigualdades sociais e duas formas de particularismo na sociedade brasileira
spellingShingle Desigualdades sociais e duas formas de particularismo na sociedade brasileira
Vaitsman,Jeni
Iniqüidade Social
Universalismo
Particularismo
Relações Interpessoais
title_short Desigualdades sociais e duas formas de particularismo na sociedade brasileira
title_full Desigualdades sociais e duas formas de particularismo na sociedade brasileira
title_fullStr Desigualdades sociais e duas formas de particularismo na sociedade brasileira
title_full_unstemmed Desigualdades sociais e duas formas de particularismo na sociedade brasileira
title_sort Desigualdades sociais e duas formas de particularismo na sociedade brasileira
author Vaitsman,Jeni
author_facet Vaitsman,Jeni
author_role author
dc.contributor.author.fl_str_mv Vaitsman,Jeni
dc.subject.por.fl_str_mv Iniqüidade Social
Universalismo
Particularismo
Relações Interpessoais
topic Iniqüidade Social
Universalismo
Particularismo
Relações Interpessoais
dc.description.none.fl_txt_mv Com base em uma discussão de autores contemporâneos sobre a formação histórica do Brasil e sua incorporação ao projeto de sociedade moderna, o artigo identifica duas formas de particularismo ­ o das diferenças e o das relações pessoais ­ que na esfera pública constrangem o acesso ao mercado e aos direitos. O particularismo das diferenças produz exclusão social e simbólica, dificultando a formação dos sentimentos de inclusão e interdependência social, necessários para a efetiva institucionalização do universalismo na esfera pública. O particularismo das relações pessoais atravessa os novos arranjos institucionais que incorporam a participação da sociedade na gestão das políticas públicas. Contudo, ainda que a constituição desses novos arranjos e arenas tragam as marcas políticas e culturais da trajetória histórica brasileira, constituem possibilidades abertas para uma nova equação entre universalismo e particularismo.
description Com base em uma discussão de autores contemporâneos sobre a formação histórica do Brasil e sua incorporação ao projeto de sociedade moderna, o artigo identifica duas formas de particularismo ­ o das diferenças e o das relações pessoais ­ que na esfera pública constrangem o acesso ao mercado e aos direitos. O particularismo das diferenças produz exclusão social e simbólica, dificultando a formação dos sentimentos de inclusão e interdependência social, necessários para a efetiva institucionalização do universalismo na esfera pública. O particularismo das relações pessoais atravessa os novos arranjos institucionais que incorporam a participação da sociedade na gestão das políticas públicas. Contudo, ainda que a constituição desses novos arranjos e arenas tragam as marcas políticas e culturais da trajetória histórica brasileira, constituem possibilidades abertas para uma nova equação entre universalismo e particularismo.
publishDate 2002
dc.date.none.fl_str_mv 2002-01-01
dc.type.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/article
dc.type.status.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/publishedVersion
format article
status_str publishedVersion
dc.identifier.uri.fl_str_mv http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2002000700005
url http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2002000700005
dc.language.iso.fl_str_mv por
language por
dc.relation.none.fl_str_mv 10.1590/S0102-311X2002000700005
dc.rights.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/openAccess
eu_rights_str_mv openAccess
dc.format.none.fl_str_mv text/html
dc.publisher.none.fl_str_mv Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
publisher.none.fl_str_mv Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
dc.source.none.fl_str_mv Cadernos de Saúde Pública v.18 suppl.0 2002
reponame:Cadernos de Saúde Pública
instname:Fundação Oswaldo Cruz
instacron:FIOCRUZ
reponame_str Cadernos de Saúde Pública
collection Cadernos de Saúde Pública
instname_str Fundação Oswaldo Cruz
instacron_str FIOCRUZ
institution FIOCRUZ
repository.name.fl_str_mv Cadernos de Saúde Pública - Fundação Oswaldo Cruz
repository.mail.fl_str_mv
_version_ 1669937787024965632