Coerção e Consenso: Os Fundamentos da Criminalização dos Movimentos Sociais no Brasil

Bibliographic Details
Main Author: Bruziguessi, Bruno
Publication Date: 2012
Other Authors: Bezerra, Cristina Simões
Format: Article
Language: por
Source: Libertas (Juiz de Fora. Online)
Download full: https://periodicos.ufjf.br/index.php/libertas/article/view/18197
Summary: Este artigo tem a intenção de caracterizar o processo de criminalização dos movimentos sociais noBrasil contemporâneo. Para isso, é necessário apreender como se dá o processo dedesenvolvimento do Estado nas sociedades capitalistas, a complexificação da sociedade civil e afunção exercida pelos instrumentos de coerção/consenso para garantir a dominação de classe. Éatravés deste aporte teórico que será materializado o processo de criminalização do MST no Brasil.
id UFJF-1_9b3487f0067873161399b12bd8c94ff7
oai_identifier_str oai:periodicos.ufjf.br:article/18197
network_acronym_str UFJF-1
network_name_str Libertas (Juiz de Fora. Online)
repository_id_str
spelling Coerção e Consenso: Os Fundamentos da Criminalização dos Movimentos Sociais no BrasilEstadosociedade civilcriminalizaçãomovimentos sociaisMSTEste artigo tem a intenção de caracterizar o processo de criminalização dos movimentos sociais noBrasil contemporâneo. Para isso, é necessário apreender como se dá o processo dedesenvolvimento do Estado nas sociedades capitalistas, a complexificação da sociedade civil e afunção exercida pelos instrumentos de coerção/consenso para garantir a dominação de classe. Éatravés deste aporte teórico que será materializado o processo de criminalização do MST no Brasil.Universidade Federal de Juiz de Fora2012-10-08info:eu-repo/semantics/articleinfo:eu-repo/semantics/publishedVersionapplication/pdfhttps://periodicos.ufjf.br/index.php/libertas/article/view/18197Libertas; v. 10 n. 1 (2010): (jan. jul. 2010): Revista Libertas1980-85181518-9325reponame:Libertas (Juiz de Fora. Online)instname:Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)instacron:UFJFporhttps://periodicos.ufjf.br/index.php/libertas/article/view/18197/9448Copyright (c) 2014 Libertasinfo:eu-repo/semantics/openAccessBruziguessi, BrunoBezerra, Cristina Simões2020-11-05T22:01:39ZRevistahttps://periodicos.ufjf.br/index.php/libertas/indexPUB
dc.title.none.fl_str_mv Coerção e Consenso: Os Fundamentos da Criminalização dos Movimentos Sociais no Brasil
title Coerção e Consenso: Os Fundamentos da Criminalização dos Movimentos Sociais no Brasil
spellingShingle Coerção e Consenso: Os Fundamentos da Criminalização dos Movimentos Sociais no Brasil
Bruziguessi, Bruno
Estado
sociedade civil
criminalização
movimentos sociais
MST
title_short Coerção e Consenso: Os Fundamentos da Criminalização dos Movimentos Sociais no Brasil
title_full Coerção e Consenso: Os Fundamentos da Criminalização dos Movimentos Sociais no Brasil
title_fullStr Coerção e Consenso: Os Fundamentos da Criminalização dos Movimentos Sociais no Brasil
title_full_unstemmed Coerção e Consenso: Os Fundamentos da Criminalização dos Movimentos Sociais no Brasil
title_sort Coerção e Consenso: Os Fundamentos da Criminalização dos Movimentos Sociais no Brasil
author Bruziguessi, Bruno
author_facet Bruziguessi, Bruno
Bezerra, Cristina Simões
author_role author
author2 Bezerra, Cristina Simões
author2_role author
dc.contributor.author.fl_str_mv Bruziguessi, Bruno
Bezerra, Cristina Simões
dc.subject.por.fl_str_mv Estado
sociedade civil
criminalização
movimentos sociais
MST
topic Estado
sociedade civil
criminalização
movimentos sociais
MST
description Este artigo tem a intenção de caracterizar o processo de criminalização dos movimentos sociais noBrasil contemporâneo. Para isso, é necessário apreender como se dá o processo dedesenvolvimento do Estado nas sociedades capitalistas, a complexificação da sociedade civil e afunção exercida pelos instrumentos de coerção/consenso para garantir a dominação de classe. Éatravés deste aporte teórico que será materializado o processo de criminalização do MST no Brasil.
publishDate 2012
dc.date.none.fl_str_mv 2012-10-08
dc.type.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/article
info:eu-repo/semantics/publishedVersion
format article
status_str publishedVersion
dc.identifier.uri.fl_str_mv https://periodicos.ufjf.br/index.php/libertas/article/view/18197
url https://periodicos.ufjf.br/index.php/libertas/article/view/18197
dc.language.iso.fl_str_mv por
language por
dc.relation.none.fl_str_mv https://periodicos.ufjf.br/index.php/libertas/article/view/18197/9448
dc.rights.driver.fl_str_mv Copyright (c) 2014 Libertas
info:eu-repo/semantics/openAccess
rights_invalid_str_mv Copyright (c) 2014 Libertas
eu_rights_str_mv openAccess
dc.format.none.fl_str_mv application/pdf
dc.publisher.none.fl_str_mv Universidade Federal de Juiz de Fora
publisher.none.fl_str_mv Universidade Federal de Juiz de Fora
dc.source.none.fl_str_mv Libertas; v. 10 n. 1 (2010): (jan. jul. 2010): Revista Libertas
1980-8518
1518-9325
reponame:Libertas (Juiz de Fora. Online)
instname:Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)
instacron:UFJF
instname_str Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)
instacron_str UFJF
institution UFJF
reponame_str Libertas (Juiz de Fora. Online)
collection Libertas (Juiz de Fora. Online)
repository.name.fl_str_mv
repository.mail.fl_str_mv
_version_ 1731913164918882304