FILOSOFIA DA ARTE E ARTE DE FILOSOFAR. ARTE, LINGUAGEM E RELIGIÃO EM FICHTE E SCHELLING (1807-1812)

Bibliographic Details
Main Author: Ferraguto,Federico
Publication Date: 2015
Format: Article
Language: por
Source: Kriterion (Online)
Download full: http://old.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-512X2015000200473
Summary: RESUMO Este trabalho desenvolve aspectos da controvérsia entre Fichte e Schelling em relação aos elementos estéticos, linguístico-filosóficos e da filosofia da religião de ambos, que é foco das "Investigações sobre a liberdade humana de Schelling", assim como das exposições da doutrina da ciência e da ética do Fichte tardio (1810-1813). As divergências entre Fichte e Schelling não envolvem apenas problemas especulativos, mas sim variadas implicações e consequências dos seus sistemas filosóficos, que podem ser destacadas por uma análise da função da analogia nos dois autores. A analogia é uma figura que agrega a estética, a filosofia da linguagem e a filosofia da religião nos dois autores; ela é um significante que põe o problema do significado, ou seja, põe o problema da relação entre finito e infinito (Schelling) e da relação entre saber absoluto e saber particular (Fichte). Essa relação vai ser investigada a partir de algumas passagens das "Investigações" de Schelling (§2); num segundo momento, será analisada a função do conceito de analogia e de símbolo nesse contexto (§3); e, no final, a diferente compreensão da Igreja como símbolo do absoluto na "Filosofia da arte" de Schelling e na "Doutrina moral" fichtiana de 1798 e 1812 (§4).
id UFMG-10_8a33ca3ec8a772d3ff9d64332d5cea00
oai_identifier_str oai:scielo:S0100-512X2015000200473
network_acronym_str UFMG-10
network_name_str Kriterion (Online)
repository_id_str
spelling FILOSOFIA DA ARTE E ARTE DE FILOSOFAR. ARTE, LINGUAGEM E RELIGIÃO EM FICHTE E SCHELLING (1807-1812)FichteSchellingAnalogiaFilosofia da linguagemFilosofia da religiãoFilosofia transcendentalEstéticaDoutrina da ciênciaAbsolutoRESUMO Este trabalho desenvolve aspectos da controvérsia entre Fichte e Schelling em relação aos elementos estéticos, linguístico-filosóficos e da filosofia da religião de ambos, que é foco das "Investigações sobre a liberdade humana de Schelling", assim como das exposições da doutrina da ciência e da ética do Fichte tardio (1810-1813). As divergências entre Fichte e Schelling não envolvem apenas problemas especulativos, mas sim variadas implicações e consequências dos seus sistemas filosóficos, que podem ser destacadas por uma análise da função da analogia nos dois autores. A analogia é uma figura que agrega a estética, a filosofia da linguagem e a filosofia da religião nos dois autores; ela é um significante que põe o problema do significado, ou seja, põe o problema da relação entre finito e infinito (Schelling) e da relação entre saber absoluto e saber particular (Fichte). Essa relação vai ser investigada a partir de algumas passagens das "Investigações" de Schelling (§2); num segundo momento, será analisada a função do conceito de analogia e de símbolo nesse contexto (§3); e, no final, a diferente compreensão da Igreja como símbolo do absoluto na "Filosofia da arte" de Schelling e na "Doutrina moral" fichtiana de 1798 e 1812 (§4).Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da UFMG2015-12-01info:eu-repo/semantics/articleinfo:eu-repo/semantics/publishedVersiontext/htmlhttp://old.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-512X2015000200473Kriterion: Revista de Filosofia v.56 n.132 2015reponame:Kriterion (Online)instname:Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)instacron:UFMG10.1590/0100-512X2015n13209ffinfo:eu-repo/semantics/openAccessFerraguto,Federicopor2015-12-11T00:00:00Zoai:scielo:S0100-512X2015000200473Revistahttp://www.scielo.br/krPUBhttps://old.scielo.br/oai/scielo-oai.php||kriterion@fafich.ufmg.br1981-53360100-512Xopendoar:2015-12-11T00:00Kriterion (Online) - Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)false
dc.title.none.fl_str_mv FILOSOFIA DA ARTE E ARTE DE FILOSOFAR. ARTE, LINGUAGEM E RELIGIÃO EM FICHTE E SCHELLING (1807-1812)
title FILOSOFIA DA ARTE E ARTE DE FILOSOFAR. ARTE, LINGUAGEM E RELIGIÃO EM FICHTE E SCHELLING (1807-1812)
spellingShingle FILOSOFIA DA ARTE E ARTE DE FILOSOFAR. ARTE, LINGUAGEM E RELIGIÃO EM FICHTE E SCHELLING (1807-1812)
Ferraguto,Federico
Fichte
Schelling
Analogia
Filosofia da linguagem
Filosofia da religião
Filosofia transcendental
Estética
Doutrina da ciência
Absoluto
title_short FILOSOFIA DA ARTE E ARTE DE FILOSOFAR. ARTE, LINGUAGEM E RELIGIÃO EM FICHTE E SCHELLING (1807-1812)
title_full FILOSOFIA DA ARTE E ARTE DE FILOSOFAR. ARTE, LINGUAGEM E RELIGIÃO EM FICHTE E SCHELLING (1807-1812)
title_fullStr FILOSOFIA DA ARTE E ARTE DE FILOSOFAR. ARTE, LINGUAGEM E RELIGIÃO EM FICHTE E SCHELLING (1807-1812)
title_full_unstemmed FILOSOFIA DA ARTE E ARTE DE FILOSOFAR. ARTE, LINGUAGEM E RELIGIÃO EM FICHTE E SCHELLING (1807-1812)
title_sort FILOSOFIA DA ARTE E ARTE DE FILOSOFAR. ARTE, LINGUAGEM E RELIGIÃO EM FICHTE E SCHELLING (1807-1812)
author Ferraguto,Federico
author_facet Ferraguto,Federico
author_role author
dc.contributor.author.fl_str_mv Ferraguto,Federico
dc.subject.por.fl_str_mv Fichte
Schelling
Analogia
Filosofia da linguagem
Filosofia da religião
Filosofia transcendental
Estética
Doutrina da ciência
Absoluto
topic Fichte
Schelling
Analogia
Filosofia da linguagem
Filosofia da religião
Filosofia transcendental
Estética
Doutrina da ciência
Absoluto
description RESUMO Este trabalho desenvolve aspectos da controvérsia entre Fichte e Schelling em relação aos elementos estéticos, linguístico-filosóficos e da filosofia da religião de ambos, que é foco das "Investigações sobre a liberdade humana de Schelling", assim como das exposições da doutrina da ciência e da ética do Fichte tardio (1810-1813). As divergências entre Fichte e Schelling não envolvem apenas problemas especulativos, mas sim variadas implicações e consequências dos seus sistemas filosóficos, que podem ser destacadas por uma análise da função da analogia nos dois autores. A analogia é uma figura que agrega a estética, a filosofia da linguagem e a filosofia da religião nos dois autores; ela é um significante que põe o problema do significado, ou seja, põe o problema da relação entre finito e infinito (Schelling) e da relação entre saber absoluto e saber particular (Fichte). Essa relação vai ser investigada a partir de algumas passagens das "Investigações" de Schelling (§2); num segundo momento, será analisada a função do conceito de analogia e de símbolo nesse contexto (§3); e, no final, a diferente compreensão da Igreja como símbolo do absoluto na "Filosofia da arte" de Schelling e na "Doutrina moral" fichtiana de 1798 e 1812 (§4).
publishDate 2015
dc.date.none.fl_str_mv 2015-12-01
dc.type.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/article
dc.type.status.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/publishedVersion
format article
status_str publishedVersion
dc.identifier.uri.fl_str_mv http://old.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-512X2015000200473
url http://old.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-512X2015000200473
dc.language.iso.fl_str_mv por
language por
dc.relation.none.fl_str_mv 10.1590/0100-512X2015n13209ff
dc.rights.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/openAccess
eu_rights_str_mv openAccess
dc.format.none.fl_str_mv text/html
dc.publisher.none.fl_str_mv Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da UFMG
publisher.none.fl_str_mv Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da UFMG
dc.source.none.fl_str_mv Kriterion: Revista de Filosofia v.56 n.132 2015
reponame:Kriterion (Online)
instname:Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
instacron:UFMG
instname_str Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
instacron_str UFMG
institution UFMG
reponame_str Kriterion (Online)
collection Kriterion (Online)
repository.name.fl_str_mv Kriterion (Online) - Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
repository.mail.fl_str_mv ||kriterion@fafich.ufmg.br
_version_ 1750221013562425344