O papel dos intelectuais no Le Monde Diplomatique1 The role of intellectuals in Le Monde Diplomatique

Bibliographic Details
Main Author: Ogassawara, Juliana Sayuri
Publication Date: 2016
Format: Article
Language: por
Source: Temporalidades
Download full: https://periodicos.ufmg.br/index.php/temporalidades/article/view/5640
Summary: Este artigo pretende expor uma análise sobre o papel dos intelectuais segundo a visão dos intelectuais imbricados nas edições latino-americanas e na edição francesa do periódico internacional Le Monde Diplomatique. Fundado em maio de 1954, em Paris, Le Monde Diplomatique viu suas páginas e suas ideias se alastrarem mundo afora – em 2013, o magazine tinha 47 edições internacionais. Ao longo de sua trajetória, principalmente nas passagens do jornalista francês Claude Julien (entre 1973 e 1990) e do sociólogo espanhol Ignacio Ramonet (entre 1990 e 2008) como diretores, Le Monde Diplomatique teve sua linha editorial marcada por diretrizes politizadas, declaradamente antiimperialistas e antineoliberais. O artigo foca a versão publicada em Buenos Aires, considerada a principal edição latino-americana, fundada por iniciativa do argentino Carlos Gabetta, diretor de Le Monde Diplomatique Edición Cono Sur entre 1999 e 2011.
id UFMG-14_7f0853add777877e91db02ea0b4ec9e3
oai_identifier_str oai:periodicos.ufmg.br:article/5640
network_acronym_str UFMG-14
network_name_str Temporalidades
repository_id_str
spelling O papel dos intelectuais no Le Monde Diplomatique1 The role of intellectuals in Le Monde DiplomatiqueLe Monde DiplomatiqueImprensaIntelectuais.Este artigo pretende expor uma análise sobre o papel dos intelectuais segundo a visão dos intelectuais imbricados nas edições latino-americanas e na edição francesa do periódico internacional Le Monde Diplomatique. Fundado em maio de 1954, em Paris, Le Monde Diplomatique viu suas páginas e suas ideias se alastrarem mundo afora – em 2013, o magazine tinha 47 edições internacionais. Ao longo de sua trajetória, principalmente nas passagens do jornalista francês Claude Julien (entre 1973 e 1990) e do sociólogo espanhol Ignacio Ramonet (entre 1990 e 2008) como diretores, Le Monde Diplomatique teve sua linha editorial marcada por diretrizes politizadas, declaradamente antiimperialistas e antineoliberais. O artigo foca a versão publicada em Buenos Aires, considerada a principal edição latino-americana, fundada por iniciativa do argentino Carlos Gabetta, diretor de Le Monde Diplomatique Edición Cono Sur entre 1999 e 2011.Programa de Pós Graduação em História - UFMG2016-01-30info:eu-repo/semantics/articleinfo:eu-repo/semantics/publishedVersionapplication/pdfhttps://periodicos.ufmg.br/index.php/temporalidades/article/view/5640Temporalidades; Vol. 7 No. 3 (2015): Edição 18 - Temporalidades, Belo Horizonte, Vol. 7, n.3 (set./dez. 2015); 106-130Temporalidades; v. 7 n. 3 (2015): Edição 18 - Temporalidades, Belo Horizonte, Vol. 7, n.3 (set./dez. 2015); 106-1301984-6150reponame:Temporalidadesinstname:Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)instacron:UFMGporhttps://periodicos.ufmg.br/index.php/temporalidades/article/view/5640/3573Copyright (c) 2016 Juliana Sayuri Ogassawarainfo:eu-repo/semantics/openAccessOgassawara, Juliana Sayuri2019-02-01T19:43:41ZRevistahttps://periodicos.ufmg.br/index.php/temporalidadesPUB
dc.title.none.fl_str_mv O papel dos intelectuais no Le Monde Diplomatique1 The role of intellectuals in Le Monde Diplomatique
title O papel dos intelectuais no Le Monde Diplomatique1 The role of intellectuals in Le Monde Diplomatique
spellingShingle O papel dos intelectuais no Le Monde Diplomatique1 The role of intellectuals in Le Monde Diplomatique
Ogassawara, Juliana Sayuri
Le Monde Diplomatique
Imprensa
Intelectuais.
title_short O papel dos intelectuais no Le Monde Diplomatique1 The role of intellectuals in Le Monde Diplomatique
title_full O papel dos intelectuais no Le Monde Diplomatique1 The role of intellectuals in Le Monde Diplomatique
title_fullStr O papel dos intelectuais no Le Monde Diplomatique1 The role of intellectuals in Le Monde Diplomatique
title_full_unstemmed O papel dos intelectuais no Le Monde Diplomatique1 The role of intellectuals in Le Monde Diplomatique
title_sort O papel dos intelectuais no Le Monde Diplomatique1 The role of intellectuals in Le Monde Diplomatique
author Ogassawara, Juliana Sayuri
author_facet Ogassawara, Juliana Sayuri
author_role author
dc.contributor.author.fl_str_mv Ogassawara, Juliana Sayuri
dc.subject.por.fl_str_mv Le Monde Diplomatique
Imprensa
Intelectuais.
topic Le Monde Diplomatique
Imprensa
Intelectuais.
description Este artigo pretende expor uma análise sobre o papel dos intelectuais segundo a visão dos intelectuais imbricados nas edições latino-americanas e na edição francesa do periódico internacional Le Monde Diplomatique. Fundado em maio de 1954, em Paris, Le Monde Diplomatique viu suas páginas e suas ideias se alastrarem mundo afora – em 2013, o magazine tinha 47 edições internacionais. Ao longo de sua trajetória, principalmente nas passagens do jornalista francês Claude Julien (entre 1973 e 1990) e do sociólogo espanhol Ignacio Ramonet (entre 1990 e 2008) como diretores, Le Monde Diplomatique teve sua linha editorial marcada por diretrizes politizadas, declaradamente antiimperialistas e antineoliberais. O artigo foca a versão publicada em Buenos Aires, considerada a principal edição latino-americana, fundada por iniciativa do argentino Carlos Gabetta, diretor de Le Monde Diplomatique Edición Cono Sur entre 1999 e 2011.
publishDate 2016
dc.date.none.fl_str_mv 2016-01-30
dc.type.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/article
info:eu-repo/semantics/publishedVersion
format article
status_str publishedVersion
dc.identifier.uri.fl_str_mv https://periodicos.ufmg.br/index.php/temporalidades/article/view/5640
url https://periodicos.ufmg.br/index.php/temporalidades/article/view/5640
dc.language.iso.fl_str_mv por
language por
dc.relation.none.fl_str_mv https://periodicos.ufmg.br/index.php/temporalidades/article/view/5640/3573
dc.rights.driver.fl_str_mv Copyright (c) 2016 Juliana Sayuri Ogassawara
info:eu-repo/semantics/openAccess
rights_invalid_str_mv Copyright (c) 2016 Juliana Sayuri Ogassawara
eu_rights_str_mv openAccess
dc.format.none.fl_str_mv application/pdf
dc.publisher.none.fl_str_mv Programa de Pós Graduação em História - UFMG
publisher.none.fl_str_mv Programa de Pós Graduação em História - UFMG
dc.source.none.fl_str_mv Temporalidades; Vol. 7 No. 3 (2015): Edição 18 - Temporalidades, Belo Horizonte, Vol. 7, n.3 (set./dez. 2015); 106-130
Temporalidades; v. 7 n. 3 (2015): Edição 18 - Temporalidades, Belo Horizonte, Vol. 7, n.3 (set./dez. 2015); 106-130
1984-6150
reponame:Temporalidades
instname:Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
instacron:UFMG
instname_str Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
instacron_str UFMG
institution UFMG
reponame_str Temporalidades
collection Temporalidades
repository.name.fl_str_mv
repository.mail.fl_str_mv
_version_ 1731913102982643712