Planejamento sistemático de conservação no contexto do projeto BIOTA/FAPESP

Bibliographic Details
Main Author: Lauretto, Lucas de Toledo [UNESP]
Publication Date: 2017
Format: Bachelor thesis
Language: por
Source: Repositório Institucional da UNESP
Download full: http://hdl.handle.net/11449/156185
http://www.athena.biblioteca.unesp.br/exlibris/bd/capelo/2018-02-22/000891568.pdf
Summary: A exploração de recursos naturais tem gerado grandes ameaças às espécies e habitat de forma alarmante em todo o mundo. No Brasil, os biomas do Cerrado e da Mata Atlântica foram os que sofreram os maiores impactos negativos, principalmente com a conversão de suas áreas naturais em áreas para agricultura, pastagens e expansão urbana, o que tem levado a extinção de diversas espécies endêmicas. Abrigando ambos os biomas, o estado de São Paulo é o mais populoso e economicamente desenvolvido do país, e com o contínuo avanço de atividades como a cultura de canade-açúcar nos próximos anos, é necessário o desenvolvimento e aprimoramento de planejamentos de conservação compreensivos e eficientes para garantir a conservação das espécies desse estado. Com esse intuito, o projeto BIOTA/FAPESP realizou diversos levantamentos biológicos, gerou diversos avanços ao produzir mapas de áreas prioritárias para conservação e incremento de conectividade, sendo diretamente responsável pela criação de duas unidades de proteção integral. Quase uma década após o fim do projeto, este estudo vem como forma de revisão de seus resultados, utilizando Planejamento Sistemático de Conservação, através do software MARXAN, como metodologia alternativa às previamente utilizadas para estipular áreas prioritárias para conservação. O presente estudo encontrou diversas similaridades entre os resultados obtidos e os mapas síntese presentes no livro de Diretrizes para conservação e restauração da biodiversidade do estado de São Paulo, elaborado pelo BIOTA/FAPESP. Ao fim, recomenda-se a criação de 10 novas unidades de conservação e incremento da área de cinco unidades já estabelecidas
id UNSP_084973e0eb981d4e6958ffdf9b9a06f3
oai_identifier_str oai:repositorio.unesp.br:11449/156185
network_acronym_str UNSP
network_name_str Repositório Institucional da UNESP
repository_id_str 2946
spelling Lauretto, Lucas de Toledo [UNESP]Universidade Estadual Paulista (Unesp)9f5111d9-4171-436b-b8ee-b40b1992591492a7258f-353a-49a8-82a0-84c4fe5d482de13b29e3-6a08-4382-9fbf-e7a78a07c987Ribeiro, Milton Cezar [UNESP]Vancine, Maurício Humberto [UNESP]2018-09-19T17:26:15Z2018-09-19T17:26:15Z2017LAURETTO, Lucas de Toledo. Planejamento sistemático de conservação no contexto do projeto BIOTA/FAPESP. 2017. 43 f. Trabalho de conclusão de curso (bacharelado - Ciências Biológicas) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Instituto de Biociências (Campus de Rio Claro), 2017.http://hdl.handle.net/11449/156185000891568http://www.athena.biblioteca.unesp.br/exlibris/bd/capelo/2018-02-22/000891568.pdf4158685235743119A exploração de recursos naturais tem gerado grandes ameaças às espécies e habitat de forma alarmante em todo o mundo. No Brasil, os biomas do Cerrado e da Mata Atlântica foram os que sofreram os maiores impactos negativos, principalmente com a conversão de suas áreas naturais em áreas para agricultura, pastagens e expansão urbana, o que tem levado a extinção de diversas espécies endêmicas. Abrigando ambos os biomas, o estado de São Paulo é o mais populoso e economicamente desenvolvido do país, e com o contínuo avanço de atividades como a cultura de canade-açúcar nos próximos anos, é necessário o desenvolvimento e aprimoramento de planejamentos de conservação compreensivos e eficientes para garantir a conservação das espécies desse estado. Com esse intuito, o projeto BIOTA/FAPESP realizou diversos levantamentos biológicos, gerou diversos avanços ao produzir mapas de áreas prioritárias para conservação e incremento de conectividade, sendo diretamente responsável pela criação de duas unidades de proteção integral. Quase uma década após o fim do projeto, este estudo vem como forma de revisão de seus resultados, utilizando Planejamento Sistemático de Conservação, através do software MARXAN, como metodologia alternativa às previamente utilizadas para estipular áreas prioritárias para conservação. O presente estudo encontrou diversas similaridades entre os resultados obtidos e os mapas síntese presentes no livro de Diretrizes para conservação e restauração da biodiversidade do estado de São Paulo, elaborado pelo BIOTA/FAPESP. Ao fim, recomenda-se a criação de 10 novas unidades de conservação e incremento da área de cinco unidades já estabelecidasMade available in DSpace on 2018-09-19T17:26:15Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2017. Added 1 bitstream(s) on 2018-09-20T13:14:27Z : No. of bitstreams: 1 000891568.pdf: 1906471 bytes, checksum: ffd4cc9f3d0856b0566d1947eb9c76bd (MD5)43 f.porUniversidade Estadual Paulista (Unesp)Alephreponame:Repositório Institucional da UNESPinstname:Universidade Estadual Paulista (UNESP)instacron:UNESPEcologia vegetalConservação da naturezaConservação biológicaEcossistemasUnidades de conservaçãoBiodiversidade - ConservaçãoCerradosMata AtlânticaSão Paulo (Estado)Planejamento sistemático de conservação no contexto do projeto BIOTA/FAPESPinfo:eu-repo/semantics/publishedVersioninfo:eu-repo/semantics/bachelorThesis-1-1-1info:eu-repo/semantics/openAccessUniversidade Estadual Paulista (Unesp), Instituto de Biociências, Rio ClaroCiências Biológicas - IBRC4158685235743119ORIGINAL000891568.pdfapplication/pdf1906471https://repositorio.unesp.br/bitstream/11449/156185/1/000891568.pdfffd4cc9f3d0856b0566d1947eb9c76bdMD51TEXTTHUMBNAIL000891568.pdf.jpg000891568.pdf.jpgIM Thumbnailimage/jpeg6113https://repositorio.unesp.br/bitstream/11449/156185/3/000891568.pdf.jpg7c9d5280fa0063772589f2c09238ad08MD5311449/1561852022-05-06 16:54:19.483oai:repositorio.unesp.br:11449/156185Repositório InstitucionalPUBhttp://repositorio.unesp.br/oai/requestopendoar:29462022-05-06T19:54:19Repositório Institucional da UNESP - Universidade Estadual Paulista (UNESP)false
dc.title.pt.fl_str_mv Planejamento sistemático de conservação no contexto do projeto BIOTA/FAPESP
title Planejamento sistemático de conservação no contexto do projeto BIOTA/FAPESP
spellingShingle Planejamento sistemático de conservação no contexto do projeto BIOTA/FAPESP
Lauretto, Lucas de Toledo [UNESP]
Ecologia vegetal
Conservação da natureza
Conservação biológica
Ecossistemas
Unidades de conservação
Biodiversidade - Conservação
Cerrados
Mata Atlântica
São Paulo (Estado)
title_short Planejamento sistemático de conservação no contexto do projeto BIOTA/FAPESP
title_full Planejamento sistemático de conservação no contexto do projeto BIOTA/FAPESP
title_fullStr Planejamento sistemático de conservação no contexto do projeto BIOTA/FAPESP
title_full_unstemmed Planejamento sistemático de conservação no contexto do projeto BIOTA/FAPESP
title_sort Planejamento sistemático de conservação no contexto do projeto BIOTA/FAPESP
author Lauretto, Lucas de Toledo [UNESP]
author_facet Lauretto, Lucas de Toledo [UNESP]
author_role author
dc.contributor.institution.none.fl_str_mv Universidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.contributor.author.fl_str_mv Lauretto, Lucas de Toledo [UNESP]
dc.contributor.authorID.fl_str_mv 9f5111d9-4171-436b-b8ee-b40b19925914
dc.contributor.advisor1ID.fl_str_mv 92a7258f-353a-49a8-82a0-84c4fe5d482d
e13b29e3-6a08-4382-9fbf-e7a78a07c987
dc.contributor.advisor1.fl_str_mv Ribeiro, Milton Cezar [UNESP]
Vancine, Maurício Humberto [UNESP]
contributor_str_mv Ribeiro, Milton Cezar [UNESP]
Vancine, Maurício Humberto [UNESP]
dc.subject.por.fl_str_mv Ecologia vegetal
Conservação da natureza
Conservação biológica
Ecossistemas
Unidades de conservação
Biodiversidade - Conservação
Cerrados
Mata Atlântica
São Paulo (Estado)
topic Ecologia vegetal
Conservação da natureza
Conservação biológica
Ecossistemas
Unidades de conservação
Biodiversidade - Conservação
Cerrados
Mata Atlântica
São Paulo (Estado)
description A exploração de recursos naturais tem gerado grandes ameaças às espécies e habitat de forma alarmante em todo o mundo. No Brasil, os biomas do Cerrado e da Mata Atlântica foram os que sofreram os maiores impactos negativos, principalmente com a conversão de suas áreas naturais em áreas para agricultura, pastagens e expansão urbana, o que tem levado a extinção de diversas espécies endêmicas. Abrigando ambos os biomas, o estado de São Paulo é o mais populoso e economicamente desenvolvido do país, e com o contínuo avanço de atividades como a cultura de canade-açúcar nos próximos anos, é necessário o desenvolvimento e aprimoramento de planejamentos de conservação compreensivos e eficientes para garantir a conservação das espécies desse estado. Com esse intuito, o projeto BIOTA/FAPESP realizou diversos levantamentos biológicos, gerou diversos avanços ao produzir mapas de áreas prioritárias para conservação e incremento de conectividade, sendo diretamente responsável pela criação de duas unidades de proteção integral. Quase uma década após o fim do projeto, este estudo vem como forma de revisão de seus resultados, utilizando Planejamento Sistemático de Conservação, através do software MARXAN, como metodologia alternativa às previamente utilizadas para estipular áreas prioritárias para conservação. O presente estudo encontrou diversas similaridades entre os resultados obtidos e os mapas síntese presentes no livro de Diretrizes para conservação e restauração da biodiversidade do estado de São Paulo, elaborado pelo BIOTA/FAPESP. Ao fim, recomenda-se a criação de 10 novas unidades de conservação e incremento da área de cinco unidades já estabelecidas
publishDate 2017
dc.date.issued.fl_str_mv 2017
dc.date.accessioned.fl_str_mv 2018-09-19T17:26:15Z
dc.date.available.fl_str_mv 2018-09-19T17:26:15Z
dc.type.status.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/publishedVersion
dc.type.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/bachelorThesis
format bachelorThesis
status_str publishedVersion
dc.identifier.citation.fl_str_mv LAURETTO, Lucas de Toledo. Planejamento sistemático de conservação no contexto do projeto BIOTA/FAPESP. 2017. 43 f. Trabalho de conclusão de curso (bacharelado - Ciências Biológicas) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Instituto de Biociências (Campus de Rio Claro), 2017.
dc.identifier.uri.fl_str_mv http://hdl.handle.net/11449/156185
dc.identifier.aleph.none.fl_str_mv 000891568
dc.identifier.file.none.fl_str_mv http://www.athena.biblioteca.unesp.br/exlibris/bd/capelo/2018-02-22/000891568.pdf
dc.identifier.lattes.none.fl_str_mv 4158685235743119
identifier_str_mv LAURETTO, Lucas de Toledo. Planejamento sistemático de conservação no contexto do projeto BIOTA/FAPESP. 2017. 43 f. Trabalho de conclusão de curso (bacharelado - Ciências Biológicas) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Instituto de Biociências (Campus de Rio Claro), 2017.
000891568
4158685235743119
url http://hdl.handle.net/11449/156185
http://www.athena.biblioteca.unesp.br/exlibris/bd/capelo/2018-02-22/000891568.pdf
dc.language.iso.fl_str_mv por
language por
dc.relation.confidence.fl_str_mv -1
-1
-1
dc.rights.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/openAccess
eu_rights_str_mv openAccess
dc.format.none.fl_str_mv 43 f.
dc.publisher.none.fl_str_mv Universidade Estadual Paulista (Unesp)
publisher.none.fl_str_mv Universidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.source.none.fl_str_mv Aleph
reponame:Repositório Institucional da UNESP
instname:Universidade Estadual Paulista (UNESP)
instacron:UNESP
instname_str Universidade Estadual Paulista (UNESP)
instacron_str UNESP
institution UNESP
reponame_str Repositório Institucional da UNESP
collection Repositório Institucional da UNESP
bitstream.url.fl_str_mv https://repositorio.unesp.br/bitstream/11449/156185/1/000891568.pdf
https://repositorio.unesp.br/bitstream/11449/156185/3/000891568.pdf.jpg
bitstream.checksum.fl_str_mv ffd4cc9f3d0856b0566d1947eb9c76bd
7c9d5280fa0063772589f2c09238ad08
bitstream.checksumAlgorithm.fl_str_mv MD5
MD5
repository.name.fl_str_mv Repositório Institucional da UNESP - Universidade Estadual Paulista (UNESP)
repository.mail.fl_str_mv
_version_ 1748844560660824064