O paradoxo nas relações comerciais Brasil e China no período 2000-2010

Bibliographic Details
Main Author: Spinelli, Carlos Humberto de Albuquerque [UNESP]
Publication Date: 2013
Format: Master thesis
Language: por
Source: Repositório Institucional da UNESP
Download full: http://hdl.handle.net/11449/98122
Summary: A consolidação da China como grande produtora e exportadora de produtos manufaturados trouxe grandes desafios para todos os países, principalmente para as economias em desenvolvimento, como é o caso do Brasil. Em diversas partes do mundo, variados setores da indústria têm enfrentado dificuldades devido à oferta dos bens manufaturados chineses. Este trabalho tem como objetivo analisar as relações comerciais entre Brasil e China de forma detalhada, principalmente no que diz respeito às ameaças da concorrência chinesa. A análise do fluxo bilateral mostrou que as exportações brasileiras destinadas ao mercado chinês estão concentradas em commodities e produtos de baixo valor agregado e intensivos em recursos naturais, como soja, minérios e combustíveis. Já as importações de origem chinesa são em grande parte de produtos industrializados com maior valor agregado e intensivos em mão de obra
id UNSP_553cb4fac56ac521fd74afb344e428bc
oai_identifier_str oai:repositorio.unesp.br:11449/98122
network_acronym_str UNSP
network_name_str Repositório Institucional da UNESP
repository_id_str 2946
spelling Spinelli, Carlos Humberto de Albuquerque [UNESP]Universidade Estadual Paulista (Unesp)afb31a80-b5f9-4f44-823e-cdef9e108b3d9aac0114-466e-4c61-b061-b24c13ee4e3bVieira, Rosângela de Lima [UNESP]2014-06-11T19:29:14Z2014-06-11T19:29:14Z2013SPINELLI, Carlos Humberto de Albuquerque. O paradoxo nas relações comerciais Brasil e China no período 2000-2010. 2013. 82 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Filosofia e Ciências de Marília, 2013.http://hdl.handle.net/11449/98122000732000spinelli_cha_me_mar.pdf33004110042P879906968065304400000-0002-5309-6005A consolidação da China como grande produtora e exportadora de produtos manufaturados trouxe grandes desafios para todos os países, principalmente para as economias em desenvolvimento, como é o caso do Brasil. Em diversas partes do mundo, variados setores da indústria têm enfrentado dificuldades devido à oferta dos bens manufaturados chineses. Este trabalho tem como objetivo analisar as relações comerciais entre Brasil e China de forma detalhada, principalmente no que diz respeito às ameaças da concorrência chinesa. A análise do fluxo bilateral mostrou que as exportações brasileiras destinadas ao mercado chinês estão concentradas em commodities e produtos de baixo valor agregado e intensivos em recursos naturais, como soja, minérios e combustíveis. Já as importações de origem chinesa são em grande parte de produtos industrializados com maior valor agregado e intensivos em mão de obraThe consolidation of China as great producer and exporter of manufactured products brought great challenges to all countries, mainly for the savings in development, as is the case of Brazil. In several parts of the world, varied sections of the industry, they have been facing difficulties due to the offer of the Chinese goods. This work had as objective analyzes the commercial relationships between Brazil and China in a detailed, way mainly in what concerns the threats of the threats of the Chinese competition. The analysis of the bilateral flow showed that the Brazilian exports destined to the Chinese market they are concentrated in commodities and products of low value joined intensive in natural resources, as soy, ores and fuels, the imports of Chinese origin are already in a large part of products industrialized with larger joined value and intensive in laborMade available in DSpace on 2014-06-11T19:29:14Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2013Bitstream added on 2014-06-13T19:38:26Z : No. of bitstreams: 1 spinelli_cha_me_mar.pdf: 621010 bytes, checksum: de5ed61d2e61875f6627d5bd6828954d (MD5)82 f. : il.porUniversidade Estadual Paulista (Unesp)Alephreponame:Repositório Institucional da UNESPinstname:Universidade Estadual Paulista (UNESP)instacron:UNESPBrasil - Relações econômicas exteriores - 2000-2010China - Relações econômicas exterioresExportaçãoImportaçãoConcorrênciaO paradoxo nas relações comerciais Brasil e China no período 2000-2010info:eu-repo/semantics/publishedVersioninfo:eu-repo/semantics/masterThesisinfo:eu-repo/semantics/openAccessCiências Sociais - FFCRelações internacionais e desenvolvimentoUniversidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Filosofia e Ciências, Marília79906968065304400000-0002-5309-6005ORIGINALspinelli_cha_me_mar.pdfapplication/pdf621010https://repositorio.unesp.br/bitstream/11449/98122/1/spinelli_cha_me_mar.pdfde5ed61d2e61875f6627d5bd6828954dMD51TEXTTHUMBNAILspinelli_cha_me_mar.pdf.jpgspinelli_cha_me_mar.pdf.jpgIM Thumbnailimage/jpeg3850https://repositorio.unesp.br/bitstream/11449/98122/3/spinelli_cha_me_mar.pdf.jpg2f3e26ec4fa4eac1f5defddb91c09bd0MD5311449/981222022-05-05 09:43:35.568oai:repositorio.unesp.br:11449/98122Repositório InstitucionalPUBhttp://repositorio.unesp.br/oai/requestopendoar:29462022-05-05T12:43:35Repositório Institucional da UNESP - Universidade Estadual Paulista (UNESP)false
dc.title.pt.fl_str_mv O paradoxo nas relações comerciais Brasil e China no período 2000-2010
title O paradoxo nas relações comerciais Brasil e China no período 2000-2010
spellingShingle O paradoxo nas relações comerciais Brasil e China no período 2000-2010
Spinelli, Carlos Humberto de Albuquerque [UNESP]
Brasil - Relações econômicas exteriores - 2000-2010
China - Relações econômicas exteriores
Exportação
Importação
Concorrência
title_short O paradoxo nas relações comerciais Brasil e China no período 2000-2010
title_full O paradoxo nas relações comerciais Brasil e China no período 2000-2010
title_fullStr O paradoxo nas relações comerciais Brasil e China no período 2000-2010
title_full_unstemmed O paradoxo nas relações comerciais Brasil e China no período 2000-2010
title_sort O paradoxo nas relações comerciais Brasil e China no período 2000-2010
author Spinelli, Carlos Humberto de Albuquerque [UNESP]
author_facet Spinelli, Carlos Humberto de Albuquerque [UNESP]
author_role author
dc.contributor.institution.none.fl_str_mv Universidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.contributor.author.fl_str_mv Spinelli, Carlos Humberto de Albuquerque [UNESP]
dc.contributor.authorID.fl_str_mv afb31a80-b5f9-4f44-823e-cdef9e108b3d
dc.contributor.advisor1ID.fl_str_mv 9aac0114-466e-4c61-b061-b24c13ee4e3b
dc.contributor.advisor1.fl_str_mv Vieira, Rosângela de Lima [UNESP]
contributor_str_mv Vieira, Rosângela de Lima [UNESP]
dc.subject.por.fl_str_mv Brasil - Relações econômicas exteriores - 2000-2010
China - Relações econômicas exteriores
Exportação
Importação
Concorrência
topic Brasil - Relações econômicas exteriores - 2000-2010
China - Relações econômicas exteriores
Exportação
Importação
Concorrência
description A consolidação da China como grande produtora e exportadora de produtos manufaturados trouxe grandes desafios para todos os países, principalmente para as economias em desenvolvimento, como é o caso do Brasil. Em diversas partes do mundo, variados setores da indústria têm enfrentado dificuldades devido à oferta dos bens manufaturados chineses. Este trabalho tem como objetivo analisar as relações comerciais entre Brasil e China de forma detalhada, principalmente no que diz respeito às ameaças da concorrência chinesa. A análise do fluxo bilateral mostrou que as exportações brasileiras destinadas ao mercado chinês estão concentradas em commodities e produtos de baixo valor agregado e intensivos em recursos naturais, como soja, minérios e combustíveis. Já as importações de origem chinesa são em grande parte de produtos industrializados com maior valor agregado e intensivos em mão de obra
publishDate 2013
dc.date.issued.fl_str_mv 2013
dc.date.accessioned.fl_str_mv 2014-06-11T19:29:14Z
dc.date.available.fl_str_mv 2014-06-11T19:29:14Z
dc.type.status.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/publishedVersion
dc.type.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/masterThesis
format masterThesis
status_str publishedVersion
dc.identifier.citation.fl_str_mv SPINELLI, Carlos Humberto de Albuquerque. O paradoxo nas relações comerciais Brasil e China no período 2000-2010. 2013. 82 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Filosofia e Ciências de Marília, 2013.
dc.identifier.uri.fl_str_mv http://hdl.handle.net/11449/98122
dc.identifier.aleph.none.fl_str_mv 000732000
dc.identifier.file.none.fl_str_mv spinelli_cha_me_mar.pdf
dc.identifier.capes.none.fl_str_mv 33004110042P8
dc.identifier.lattes.none.fl_str_mv 7990696806530440
dc.identifier.orcid.none.fl_str_mv 0000-0002-5309-6005
identifier_str_mv SPINELLI, Carlos Humberto de Albuquerque. O paradoxo nas relações comerciais Brasil e China no período 2000-2010. 2013. 82 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Filosofia e Ciências de Marília, 2013.
000732000
spinelli_cha_me_mar.pdf
33004110042P8
7990696806530440
0000-0002-5309-6005
url http://hdl.handle.net/11449/98122
dc.language.iso.fl_str_mv por
language por
dc.rights.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/openAccess
eu_rights_str_mv openAccess
dc.format.none.fl_str_mv 82 f. : il.
dc.publisher.none.fl_str_mv Universidade Estadual Paulista (Unesp)
publisher.none.fl_str_mv Universidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.source.none.fl_str_mv Aleph
reponame:Repositório Institucional da UNESP
instname:Universidade Estadual Paulista (UNESP)
instacron:UNESP
instname_str Universidade Estadual Paulista (UNESP)
instacron_str UNESP
institution UNESP
reponame_str Repositório Institucional da UNESP
collection Repositório Institucional da UNESP
bitstream.url.fl_str_mv https://repositorio.unesp.br/bitstream/11449/98122/1/spinelli_cha_me_mar.pdf
https://repositorio.unesp.br/bitstream/11449/98122/3/spinelli_cha_me_mar.pdf.jpg
bitstream.checksum.fl_str_mv de5ed61d2e61875f6627d5bd6828954d
2f3e26ec4fa4eac1f5defddb91c09bd0
bitstream.checksumAlgorithm.fl_str_mv MD5
MD5
repository.name.fl_str_mv Repositório Institucional da UNESP - Universidade Estadual Paulista (UNESP)
repository.mail.fl_str_mv
_version_ 1748844130693283840