Por um teatro novo em Portugal: a contribuição de Luiz Francisco Rebello

Bibliographic Details
Main Author: Tscherne, Milca da Silva [UNESP]
Publication Date: 2010
Format: Doctoral thesis
Language: por
Source: Repositório Institucional da UNESP
Download full: http://hdl.handle.net/11449/106359
Summary: Este trabalho analisa a dramaturgia de Luiz Francisco Rebello (1924), a partir da conexão com alguns fatores que desencadearam a crise dramática no final do século XIX, como a dissonância entre as unidades de diálogos (relação intersubjetiva), de ação (fato) e de tempo (presente contínuo). Para Rebelo, houve também uma crise no teatro português, uma vez que o país ainda não tinha experimentado plenamente a fase de transformação, pela qual o teatro europeu passara nas primeiras décadas do século XX, e ainda se comportava, na sua percepção, como um país não integrado artisticamente à Europa. Rebello aproximou seus dramas do moderno, isto é, daquele drama que não seria mais condensado numa relação de contigüidade, em que um elemento levaria ao outro, mas constituído por descontinuidades que, afinal, lhe dariam uma unidade, tal como ocorre no cinema. Seu teatro, ao longo das encenações que recebeu, acentuou as amplas possibilidades, já previstas no texto, de se distender por meio do elemento épico, pois se organiza dentro de outras instâncias enunciativas, que não somente a dramática. Diversificou-se em formatos curiosos como polimonodrama, farsa catastrófica, teledrama, apontamento dramático, sequência dramática, espetáculo-documentário entre outras. Dentro dessas escolhas formais, persistem o elemento insólito contrapondo-se a elementos de uma cena convencional, a desaceleração na tensão ou a quebra de expectativa, a intersecção cênica entre o apresentado e o narrado ou entre tempos que se misturam numa mesma cena. A tese defende que as descontinuidades dramáticas respondem pelo status de renovador que seu teatro alcançou no panorama teatral português pós-1945
id UNSP_95da83e4d596d36feaeb1a623fec21ab
oai_identifier_str oai:repositorio.unesp.br:11449/106359
network_acronym_str UNSP
network_name_str Repositório Institucional da UNESP
repository_id_str 2946
spelling Tscherne, Milca da Silva [UNESP]Universidade Estadual Paulista (Unesp)66e91c1f-a532-4a86-ae74-06c3d1283fde54ed4acb-8781-49dd-a2be-f8c117ef8cbfJunqueira, Renata Soares [UNESP]2014-06-11T19:35:39Z2014-06-11T19:35:39Z2010-03-04TSCHERNE, Milca da Silva. Por um teatro novo em Portugal: a contribuição de Luiz Francisco Rebello. 2010. 145 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara, 2010.http://hdl.handle.net/11449/106359000617950tscherne_ms_dr_arafcl.pdf33004030016P014352274624677000000-0002-7053-795XEste trabalho analisa a dramaturgia de Luiz Francisco Rebello (1924), a partir da conexão com alguns fatores que desencadearam a crise dramática no final do século XIX, como a dissonância entre as unidades de diálogos (relação intersubjetiva), de ação (fato) e de tempo (presente contínuo). Para Rebelo, houve também uma crise no teatro português, uma vez que o país ainda não tinha experimentado plenamente a fase de transformação, pela qual o teatro europeu passara nas primeiras décadas do século XX, e ainda se comportava, na sua percepção, como um país não integrado artisticamente à Europa. Rebello aproximou seus dramas do moderno, isto é, daquele drama que não seria mais condensado numa relação de contigüidade, em que um elemento levaria ao outro, mas constituído por descontinuidades que, afinal, lhe dariam uma unidade, tal como ocorre no cinema. Seu teatro, ao longo das encenações que recebeu, acentuou as amplas possibilidades, já previstas no texto, de se distender por meio do elemento épico, pois se organiza dentro de outras instâncias enunciativas, que não somente a dramática. Diversificou-se em formatos curiosos como polimonodrama, farsa catastrófica, teledrama, apontamento dramático, sequência dramática, espetáculo-documentário entre outras. Dentro dessas escolhas formais, persistem o elemento insólito contrapondo-se a elementos de uma cena convencional, a desaceleração na tensão ou a quebra de expectativa, a intersecção cênica entre o apresentado e o narrado ou entre tempos que se misturam numa mesma cena. A tese defende que as descontinuidades dramáticas respondem pelo status de renovador que seu teatro alcançou no panorama teatral português pós-1945Not availableMade available in DSpace on 2014-06-11T19:35:39Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2010-03-04Bitstream added on 2014-06-13T19:47:51Z : No. of bitstreams: 1 tscherne_ms_dr_arafcl.pdf: 370014 bytes, checksum: 605b7e579e06b11531ce698fad58909a (MD5)Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)145 f.porUniversidade Estadual Paulista (Unesp)Alephreponame:Repositório Institucional da UNESPinstname:Universidade Estadual Paulista (UNESP)instacron:UNESPRebello, Luiz FranciscoTeatro portuguesLiteratura portuguesaDrama modernoDramaturgiaTeoria do dramaLinguagem cênicaPor um teatro novo em Portugal: a contribuição de Luiz Francisco Rebelloinfo:eu-repo/semantics/publishedVersioninfo:eu-repo/semantics/doctoralThesisinfo:eu-repo/semantics/openAccessEstudos Literários - FCLARTeorias e crítica da literaturaTeorias e crítica do dramaUniversidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Ciências e Letras, Araraquara14352274624677000000-0002-7053-795XORIGINALtscherne_ms_dr_arafcl.pdfapplication/pdf370014https://repositorio.unesp.br/bitstream/11449/106359/1/tscherne_ms_dr_arafcl.pdf605b7e579e06b11531ce698fad58909aMD51TEXTTHUMBNAILtscherne_ms_dr_arafcl.pdf.jpgtscherne_ms_dr_arafcl.pdf.jpgIM Thumbnailimage/jpeg4575https://repositorio.unesp.br/bitstream/11449/106359/3/tscherne_ms_dr_arafcl.pdf.jpg373327cf92ebccff3fda4ba31646a546MD5311449/1063592022-05-11 10:20:23.821oai:repositorio.unesp.br:11449/106359Repositório InstitucionalPUBhttp://repositorio.unesp.br/oai/requestopendoar:29462022-05-11T13:20:23Repositório Institucional da UNESP - Universidade Estadual Paulista (UNESP)false
dc.title.pt.fl_str_mv Por um teatro novo em Portugal: a contribuição de Luiz Francisco Rebello
title Por um teatro novo em Portugal: a contribuição de Luiz Francisco Rebello
spellingShingle Por um teatro novo em Portugal: a contribuição de Luiz Francisco Rebello
Tscherne, Milca da Silva [UNESP]
Rebello, Luiz Francisco
Teatro portugues
Literatura portuguesa
Drama moderno
Dramaturgia
Teoria do drama
Linguagem cênica
title_short Por um teatro novo em Portugal: a contribuição de Luiz Francisco Rebello
title_full Por um teatro novo em Portugal: a contribuição de Luiz Francisco Rebello
title_fullStr Por um teatro novo em Portugal: a contribuição de Luiz Francisco Rebello
title_full_unstemmed Por um teatro novo em Portugal: a contribuição de Luiz Francisco Rebello
title_sort Por um teatro novo em Portugal: a contribuição de Luiz Francisco Rebello
author Tscherne, Milca da Silva [UNESP]
author_facet Tscherne, Milca da Silva [UNESP]
author_role author
dc.contributor.institution.none.fl_str_mv Universidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.contributor.author.fl_str_mv Tscherne, Milca da Silva [UNESP]
dc.contributor.authorID.fl_str_mv 66e91c1f-a532-4a86-ae74-06c3d1283fde
dc.contributor.advisor1ID.fl_str_mv 54ed4acb-8781-49dd-a2be-f8c117ef8cbf
dc.contributor.advisor1.fl_str_mv Junqueira, Renata Soares [UNESP]
contributor_str_mv Junqueira, Renata Soares [UNESP]
dc.subject.por.fl_str_mv Rebello, Luiz Francisco
Teatro portugues
Literatura portuguesa
Drama moderno
Dramaturgia
Teoria do drama
Linguagem cênica
topic Rebello, Luiz Francisco
Teatro portugues
Literatura portuguesa
Drama moderno
Dramaturgia
Teoria do drama
Linguagem cênica
description Este trabalho analisa a dramaturgia de Luiz Francisco Rebello (1924), a partir da conexão com alguns fatores que desencadearam a crise dramática no final do século XIX, como a dissonância entre as unidades de diálogos (relação intersubjetiva), de ação (fato) e de tempo (presente contínuo). Para Rebelo, houve também uma crise no teatro português, uma vez que o país ainda não tinha experimentado plenamente a fase de transformação, pela qual o teatro europeu passara nas primeiras décadas do século XX, e ainda se comportava, na sua percepção, como um país não integrado artisticamente à Europa. Rebello aproximou seus dramas do moderno, isto é, daquele drama que não seria mais condensado numa relação de contigüidade, em que um elemento levaria ao outro, mas constituído por descontinuidades que, afinal, lhe dariam uma unidade, tal como ocorre no cinema. Seu teatro, ao longo das encenações que recebeu, acentuou as amplas possibilidades, já previstas no texto, de se distender por meio do elemento épico, pois se organiza dentro de outras instâncias enunciativas, que não somente a dramática. Diversificou-se em formatos curiosos como polimonodrama, farsa catastrófica, teledrama, apontamento dramático, sequência dramática, espetáculo-documentário entre outras. Dentro dessas escolhas formais, persistem o elemento insólito contrapondo-se a elementos de uma cena convencional, a desaceleração na tensão ou a quebra de expectativa, a intersecção cênica entre o apresentado e o narrado ou entre tempos que se misturam numa mesma cena. A tese defende que as descontinuidades dramáticas respondem pelo status de renovador que seu teatro alcançou no panorama teatral português pós-1945
publishDate 2010
dc.date.issued.fl_str_mv 2010-03-04
dc.date.accessioned.fl_str_mv 2014-06-11T19:35:39Z
dc.date.available.fl_str_mv 2014-06-11T19:35:39Z
dc.type.status.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/publishedVersion
dc.type.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/doctoralThesis
format doctoralThesis
status_str publishedVersion
dc.identifier.citation.fl_str_mv TSCHERNE, Milca da Silva. Por um teatro novo em Portugal: a contribuição de Luiz Francisco Rebello. 2010. 145 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara, 2010.
dc.identifier.uri.fl_str_mv http://hdl.handle.net/11449/106359
dc.identifier.aleph.none.fl_str_mv 000617950
dc.identifier.file.none.fl_str_mv tscherne_ms_dr_arafcl.pdf
dc.identifier.capes.none.fl_str_mv 33004030016P0
dc.identifier.lattes.none.fl_str_mv 1435227462467700
dc.identifier.orcid.none.fl_str_mv 0000-0002-7053-795X
identifier_str_mv TSCHERNE, Milca da Silva. Por um teatro novo em Portugal: a contribuição de Luiz Francisco Rebello. 2010. 145 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara, 2010.
000617950
tscherne_ms_dr_arafcl.pdf
33004030016P0
1435227462467700
0000-0002-7053-795X
url http://hdl.handle.net/11449/106359
dc.language.iso.fl_str_mv por
language por
dc.rights.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/openAccess
eu_rights_str_mv openAccess
dc.format.none.fl_str_mv 145 f.
dc.publisher.none.fl_str_mv Universidade Estadual Paulista (Unesp)
publisher.none.fl_str_mv Universidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.source.none.fl_str_mv Aleph
reponame:Repositório Institucional da UNESP
instname:Universidade Estadual Paulista (UNESP)
instacron:UNESP
instname_str Universidade Estadual Paulista (UNESP)
instacron_str UNESP
institution UNESP
reponame_str Repositório Institucional da UNESP
collection Repositório Institucional da UNESP
bitstream.url.fl_str_mv https://repositorio.unesp.br/bitstream/11449/106359/1/tscherne_ms_dr_arafcl.pdf
https://repositorio.unesp.br/bitstream/11449/106359/3/tscherne_ms_dr_arafcl.pdf.jpg
bitstream.checksum.fl_str_mv 605b7e579e06b11531ce698fad58909a
373327cf92ebccff3fda4ba31646a546
bitstream.checksumAlgorithm.fl_str_mv MD5
MD5
repository.name.fl_str_mv Repositório Institucional da UNESP - Universidade Estadual Paulista (UNESP)
repository.mail.fl_str_mv
_version_ 1748844194014691328