À margem do cistema: o fenômeno da transfobia a partir das trajetórias de mulheres trans e travestis

Detalhes bibliográficos
Autor(a) principal: Santos, Gabriela da Silva
Data de Publicação: 2019
Tipo de documento: Trabalho de conclusão de curso
Idioma: por
Título da fonte: Repositório Institucional do UniCEUB
Texto Completo: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/prefix/13909
Resumo: A presente pesquisa teve como objetivo investigar como mulheres trans e travestis percebem violências transfóbicas em suas trajetórias de vida, de modo a compreender os processos sociais e subjetivos que atuam na perpetuação desse fenômeno. Em seu ensejo principal, foi possível apontar o alto índice de assassinatos de mulheres trans e travestis no Brasil, país com grande número de mortes por crimes LGBTfóbicos. Entendendo esse fenômeno através de uma ótica multidisciplinar, pretendeu-se analisar a estrutura das violências transfóbicas a partir da articulação entre Psicanálise e Ciências Sociais. Para este fim, foi utilizada a metodologia qualitativa, norteada pela estratégia metodológica ’estudo de caso’. Assim, foram entrevistadas cinco pessoas que se identificam como mulheres trans e travestis, sendo três delas militantes de coletivas Trans do Distrito Federal. As informações construídas foram analisadas a partir da análise de conteúdo temática, dando origem a três categorias analíticas. Os resultados, por sua vez, indicaram que a transfobia é atravessada por fatores culturais e históricos que constituem a sociedade brasileira, os quais fomentam a violência em diferentes níveis. Ao decorrer de suas trajetórias, mulheres trans e travestis enfrentam a intolerância que perpassa seus percursos de afirmação e reconhecimento de si, seja por meio do controle de seus corpos ou das redes sofisticadas de exclusão de um ‘cistema’ orquestrado pelo binário de gênero e pela heteronormatividade. Nessa perspectiva, aqueles sujeitos que rompem com a imagem narcísica hegemônica são vistos como potenciais inimigos, o que tem como desdobramento a materialização de fronteiras simbólicas rígidas. Ainda, compreende-se o potencial da educação, da promoção de espaços de escuta, das frentes de luta política e da flexibilização de nossos afetos como formas de resistir às tentativas de aniquilação das diversas formas de expressão de gênero e sexualidade.
id CEUB_53e1c4ec6709dc45412012a60a4e4252
oai_identifier_str oai:repositorio.uniceub.br:prefix/13909
network_acronym_str CEUB
network_name_str Repositório Institucional do UniCEUB
repository_id_str 2361
spelling Santos, Gabriela da Silva2020-01-22T14:53:19Z2020-01-22T14:53:19Z2019-122019-12SANTOS, Gabriela da Silva. À margem do cistema: o fenômeno da transfobia a partir das trajetórias de mulheres trans e travestis. 2019. Monografia (Graduação em Psicologia) – Faculdade de Ciências da Educação e Saúde, Centro Universitário de Brasília, Brasília, 2019.https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/prefix/13909Amaral, Lucas Alves doA presente pesquisa teve como objetivo investigar como mulheres trans e travestis percebem violências transfóbicas em suas trajetórias de vida, de modo a compreender os processos sociais e subjetivos que atuam na perpetuação desse fenômeno. Em seu ensejo principal, foi possível apontar o alto índice de assassinatos de mulheres trans e travestis no Brasil, país com grande número de mortes por crimes LGBTfóbicos. Entendendo esse fenômeno através de uma ótica multidisciplinar, pretendeu-se analisar a estrutura das violências transfóbicas a partir da articulação entre Psicanálise e Ciências Sociais. Para este fim, foi utilizada a metodologia qualitativa, norteada pela estratégia metodológica ’estudo de caso’. Assim, foram entrevistadas cinco pessoas que se identificam como mulheres trans e travestis, sendo três delas militantes de coletivas Trans do Distrito Federal. As informações construídas foram analisadas a partir da análise de conteúdo temática, dando origem a três categorias analíticas. Os resultados, por sua vez, indicaram que a transfobia é atravessada por fatores culturais e históricos que constituem a sociedade brasileira, os quais fomentam a violência em diferentes níveis. Ao decorrer de suas trajetórias, mulheres trans e travestis enfrentam a intolerância que perpassa seus percursos de afirmação e reconhecimento de si, seja por meio do controle de seus corpos ou das redes sofisticadas de exclusão de um ‘cistema’ orquestrado pelo binário de gênero e pela heteronormatividade. Nessa perspectiva, aqueles sujeitos que rompem com a imagem narcísica hegemônica são vistos como potenciais inimigos, o que tem como desdobramento a materialização de fronteiras simbólicas rígidas. Ainda, compreende-se o potencial da educação, da promoção de espaços de escuta, das frentes de luta política e da flexibilização de nossos afetos como formas de resistir às tentativas de aniquilação das diversas formas de expressão de gênero e sexualidade.Submitted by Haia Cristina Rebouças de Almeida (haia.almeida@uniceub.br) on 2020-01-17T13:15:06Z No. of bitstreams: 1 21508561.pdf: 1400470 bytes, checksum: 18c0b4f4b46050e536a6bf708ac08691 (MD5)Approved for entry into archive by Fernanda Weschenfelder (fernanda.weschenfelder@uniceub.br) on 2020-01-22T14:53:19Z (GMT) No. of bitstreams: 1 21508561.pdf: 1400470 bytes, checksum: 18c0b4f4b46050e536a6bf708ac08691 (MD5)Made available in DSpace on 2020-01-22T14:53:19Z (GMT). No. of bitstreams: 1 21508561.pdf: 1400470 bytes, checksum: 18c0b4f4b46050e536a6bf708ac08691 (MD5) Previous issue date: 2019-12TransfobiaViolênciaMulheres transTravestisPsicologiaPsicanáliseÀ margem do cistema: o fenômeno da transfobia a partir das trajetórias de mulheres trans e travestisinfo:eu-repo/semantics/publishedVersioninfo:eu-repo/semantics/bachelorThesisporreponame:Repositório Institucional do UniCEUBinstname:Centro de Ensino de Brasília (UNICEUB)instacron:UNICEUBinfo:eu-repo/semantics/openAccessORIGINAL21508561.pdf21508561.pdfapplication/pdf1400470https://repositorio.uniceub.br/bitstream/prefix/13909/1/21508561.pdf18c0b4f4b46050e536a6bf708ac08691MD51LICENSElicense.txtlicense.txttext/plain; charset=utf-81866https://repositorio.uniceub.br/bitstream/prefix/13909/2/license.txt43cd690d6a359e86c1fe3d5b7cba0c9bMD52TEXT21508561.pdf.txt21508561.pdf.txtExtracted texttext/plain167104https://repositorio.uniceub.br/bitstream/prefix/13909/3/21508561.pdf.txt905b9176e21c277906d52db189b33a3cMD53prefix/139092020-01-23 01:01:17.899oai:repositorio.uniceub.br:prefix/13909TElDRU7Dh0EgREUgRElTVFJJQlVJw4fDg08gTsODTy1FWENMVVNJVkEKCkNvbSBhIGFwcmVzZW50YcOnw6NvIGRlc3RhIGxpY2Vuw6dhLCB2b2PDqiAobyBhdXRvciAoZXMpIG91IG8gdGl0dWxhciBkb3MgZGlyZWl0b3MgZGUgYXV0b3IpIGNvbmNlZGUgYW8gUmVwb3NpdMOzcmlvIApJbnN0aXR1Y2lvbmFsIG8gZGlyZWl0byBuw6NvLWV4Y2x1c2l2byBkZSByZXByb2R1emlyLCAgdHJhZHV6aXIgKGNvbmZvcm1lIGRlZmluaWRvIGFiYWl4byksIGUvb3UgZGlzdHJpYnVpciBhIApzdWEgcHVibGljYcOnw6NvIChpbmNsdWluZG8gbyByZXN1bW8pIHBvciB0b2RvIG8gbXVuZG8gbm8gZm9ybWF0byBpbXByZXNzbyBlIGVsZXRyw7RuaWNvIGUgZW0gcXVhbHF1ZXIgbWVpbywgaW5jbHVpbmRvIG9zIApmb3JtYXRvcyDDoXVkaW8gb3UgdsOtZGVvLgoKVm9jw6ogY29uY29yZGEgcXVlIG8gRGVwb3NpdGEgcG9kZSwgc2VtIGFsdGVyYXIgbyBjb250ZcO6ZG8sIHRyYW5zcG9yIGEgc3VhIHB1YmxpY2HDp8OjbyBwYXJhIHF1YWxxdWVyIG1laW8gb3UgZm9ybWF0byAKcGFyYSBmaW5zIGRlIHByZXNlcnZhw6fDo28uCgpWb2PDqiB0YW1iw6ltIGNvbmNvcmRhIHF1ZSBvIERlcG9zaXRhIHBvZGUgbWFudGVyIG1haXMgZGUgdW1hIGPDs3BpYSBkZSBzdWEgcHVibGljYcOnw6NvIHBhcmEgZmlucyBkZSBzZWd1cmFuw6dhLCBiYWNrLXVwIAplIHByZXNlcnZhw6fDo28uCgpWb2PDqiBkZWNsYXJhIHF1ZSBhIHN1YSBwdWJsaWNhw6fDo28gw6kgb3JpZ2luYWwgZSBxdWUgdm9jw6ogdGVtIG8gcG9kZXIgZGUgY29uY2VkZXIgb3MgZGlyZWl0b3MgY29udGlkb3MgbmVzdGEgbGljZW7Dp2EuIApWb2PDqiB0YW1iw6ltIGRlY2xhcmEgcXVlIG8gZGVww7NzaXRvIGRhIHN1YSBwdWJsaWNhw6fDo28gbsOjbywgcXVlIHNlamEgZGUgc2V1IGNvbmhlY2ltZW50bywgaW5mcmluZ2UgZGlyZWl0b3MgYXV0b3JhaXMgCmRlIG5pbmd1w6ltLgoKQ2FzbyBhIHN1YSBwdWJsaWNhw6fDo28gY29udGVuaGEgbWF0ZXJpYWwgcXVlIHZvY8OqIG7Do28gcG9zc3VpIGEgdGl0dWxhcmlkYWRlIGRvcyBkaXJlaXRvcyBhdXRvcmFpcywgdm9jw6ogZGVjbGFyYSBxdWUgCm9idGV2ZSBhIHBlcm1pc3PDo28gaXJyZXN0cml0YSBkbyBkZXRlbnRvciBkb3MgZGlyZWl0b3MgYXV0b3JhaXMgcGFyYSBjb25jZWRlciBhbyBEZXBvc2l0YSBvcyBkaXJlaXRvcyBhcHJlc2VudGFkb3MgCm5lc3RhIGxpY2Vuw6dhLCBlIHF1ZSBlc3NlIG1hdGVyaWFsIGRlIHByb3ByaWVkYWRlIGRlIHRlcmNlaXJvcyBlc3TDoSBjbGFyYW1lbnRlIGlkZW50aWZpY2FkbyBlIHJlY29uaGVjaWRvIG5vIHRleHRvIApvdSBubyBjb250ZcO6ZG8gZGEgcHVibGljYcOnw6NvIG9yYSBkZXBvc2l0YWRhLgoKQ0FTTyBBIFBVQkxJQ0HDh8ODTyBPUkEgREVQT1NJVEFEQSBURU5IQSBTSURPIFJFU1VMVEFETyBERSBVTSBQQVRST0PDjU5JTyBPVSBBUE9JTyBERSBVTUEgQUfDik5DSUEgREUgRk9NRU5UTyBPVSBPVVRSTyAKT1JHQU5JU01PLCBWT0PDiiBERUNMQVJBIFFVRSBSRVNQRUlUT1UgVE9ET1MgRSBRVUFJU1FVRVIgRElSRUlUT1MgREUgUkVWSVPDg08gQ09NTyBUQU1Cw4lNIEFTIERFTUFJUyBPQlJJR0HDh8OVRVMgCkVYSUdJREFTIFBPUiBDT05UUkFUTyBPVSBBQ09SRE8uCgpPIERlcG9zaXRhIHNlIGNvbXByb21ldGUgYSBpZGVudGlmaWNhciBjbGFyYW1lbnRlIG8gc2V1IG5vbWUgKHMpIG91IG8ocykgbm9tZShzKSBkbyhzKSBkZXRlbnRvcihlcykgZG9zIGRpcmVpdG9zIAphdXRvcmFpcyBkYSBwdWJsaWNhw6fDo28sIGUgbsOjbyBmYXLDoSBxdWFscXVlciBhbHRlcmHDp8OjbywgYWzDqW0gZGFxdWVsYXMgY29uY2VkaWRhcyBwb3IgZXN0YSBsaWNlbsOnYS4KRepositório de PublicaçõesPRIhttps://repositorio.uniceub.br/oai/requestopendoar:23612020-01-23T01:01:17Repositório Institucional do UniCEUB - Centro de Ensino de Brasília (UNICEUB)false
dc.title.pt_BR.fl_str_mv À margem do cistema: o fenômeno da transfobia a partir das trajetórias de mulheres trans e travestis
title À margem do cistema: o fenômeno da transfobia a partir das trajetórias de mulheres trans e travestis
spellingShingle À margem do cistema: o fenômeno da transfobia a partir das trajetórias de mulheres trans e travestis
Santos, Gabriela da Silva
Transfobia
Violência
Mulheres trans
Travestis
Psicologia
Psicanálise
title_short À margem do cistema: o fenômeno da transfobia a partir das trajetórias de mulheres trans e travestis
title_full À margem do cistema: o fenômeno da transfobia a partir das trajetórias de mulheres trans e travestis
title_fullStr À margem do cistema: o fenômeno da transfobia a partir das trajetórias de mulheres trans e travestis
title_full_unstemmed À margem do cistema: o fenômeno da transfobia a partir das trajetórias de mulheres trans e travestis
title_sort À margem do cistema: o fenômeno da transfobia a partir das trajetórias de mulheres trans e travestis
author Santos, Gabriela da Silva
author_facet Santos, Gabriela da Silva
author_role author
dc.contributor.author.fl_str_mv Santos, Gabriela da Silva
dc.subject.por.fl_str_mv Transfobia
Violência
Mulheres trans
Travestis
Psicologia
Psicanálise
topic Transfobia
Violência
Mulheres trans
Travestis
Psicologia
Psicanálise
description A presente pesquisa teve como objetivo investigar como mulheres trans e travestis percebem violências transfóbicas em suas trajetórias de vida, de modo a compreender os processos sociais e subjetivos que atuam na perpetuação desse fenômeno. Em seu ensejo principal, foi possível apontar o alto índice de assassinatos de mulheres trans e travestis no Brasil, país com grande número de mortes por crimes LGBTfóbicos. Entendendo esse fenômeno através de uma ótica multidisciplinar, pretendeu-se analisar a estrutura das violências transfóbicas a partir da articulação entre Psicanálise e Ciências Sociais. Para este fim, foi utilizada a metodologia qualitativa, norteada pela estratégia metodológica ’estudo de caso’. Assim, foram entrevistadas cinco pessoas que se identificam como mulheres trans e travestis, sendo três delas militantes de coletivas Trans do Distrito Federal. As informações construídas foram analisadas a partir da análise de conteúdo temática, dando origem a três categorias analíticas. Os resultados, por sua vez, indicaram que a transfobia é atravessada por fatores culturais e históricos que constituem a sociedade brasileira, os quais fomentam a violência em diferentes níveis. Ao decorrer de suas trajetórias, mulheres trans e travestis enfrentam a intolerância que perpassa seus percursos de afirmação e reconhecimento de si, seja por meio do controle de seus corpos ou das redes sofisticadas de exclusão de um ‘cistema’ orquestrado pelo binário de gênero e pela heteronormatividade. Nessa perspectiva, aqueles sujeitos que rompem com a imagem narcísica hegemônica são vistos como potenciais inimigos, o que tem como desdobramento a materialização de fronteiras simbólicas rígidas. Ainda, compreende-se o potencial da educação, da promoção de espaços de escuta, das frentes de luta política e da flexibilização de nossos afetos como formas de resistir às tentativas de aniquilação das diversas formas de expressão de gênero e sexualidade.
publishDate 2019
dc.date.criacao.none.fl_str_mv 2019-12
dc.date.issued.fl_str_mv 2019-12
dc.date.accessioned.fl_str_mv 2020-01-22T14:53:19Z
dc.date.available.fl_str_mv 2020-01-22T14:53:19Z
dc.type.status.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/publishedVersion
dc.type.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/bachelorThesis
format bachelorThesis
status_str publishedVersion
dc.identifier.citation.fl_str_mv SANTOS, Gabriela da Silva. À margem do cistema: o fenômeno da transfobia a partir das trajetórias de mulheres trans e travestis. 2019. Monografia (Graduação em Psicologia) – Faculdade de Ciências da Educação e Saúde, Centro Universitário de Brasília, Brasília, 2019.
dc.identifier.uri.fl_str_mv https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/prefix/13909
dc.identifier.orientador.pt_BR.fl_str_mv Amaral, Lucas Alves do
identifier_str_mv SANTOS, Gabriela da Silva. À margem do cistema: o fenômeno da transfobia a partir das trajetórias de mulheres trans e travestis. 2019. Monografia (Graduação em Psicologia) – Faculdade de Ciências da Educação e Saúde, Centro Universitário de Brasília, Brasília, 2019.
Amaral, Lucas Alves do
url https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/prefix/13909
dc.language.iso.fl_str_mv por
language por
dc.rights.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/openAccess
eu_rights_str_mv openAccess
dc.source.none.fl_str_mv reponame:Repositório Institucional do UniCEUB
instname:Centro de Ensino de Brasília (UNICEUB)
instacron:UNICEUB
instname_str Centro de Ensino de Brasília (UNICEUB)
instacron_str UNICEUB
institution UNICEUB
reponame_str Repositório Institucional do UniCEUB
collection Repositório Institucional do UniCEUB
bitstream.url.fl_str_mv https://repositorio.uniceub.br/bitstream/prefix/13909/1/21508561.pdf
https://repositorio.uniceub.br/bitstream/prefix/13909/2/license.txt
https://repositorio.uniceub.br/bitstream/prefix/13909/3/21508561.pdf.txt
bitstream.checksum.fl_str_mv 18c0b4f4b46050e536a6bf708ac08691
43cd690d6a359e86c1fe3d5b7cba0c9b
905b9176e21c277906d52db189b33a3c
bitstream.checksumAlgorithm.fl_str_mv MD5
MD5
MD5
repository.name.fl_str_mv Repositório Institucional do UniCEUB - Centro de Ensino de Brasília (UNICEUB)
repository.mail.fl_str_mv
_version_ 1801209514973724672