Por que muitos estudos encontram uma alta congruência taxonômica?: consequências para os estudos de comunidades

Detalhes bibliográficos
Autor(a) principal: Macagnan, Leonardo Bruno
Data de Publicação: 2018
Tipo de documento: Dissertação
Idioma: por
Título da fonte: Repositório Institucional da UFMT
Texto Completo: http://ri.ufmt.br/handle/1/4500
Resumo: The way species are distributed among the highest taxonomic classifications can cause correlations between the community response with data identified in species or higher taxonomic levels, due to the taxonomic hierarchy, which generates dependence between the taxonomic levels. As the data identified in genus are dependent on the data identified in kind we evaluate whether it is the taxonomic structure or if some other structure presented by the data is able to generate "taxonomic" congruence between the levels of taxonomic resolution. We used data from 25 biological groups to test the degree of congruence between the taxonomic levels using Mantel and Procrustes for the observed data and for the genus data aggregated from the random assignment of species. We also evaluated some underlying mechanisms that could be responsible for generating congruence among the taxonomic levels: a) the weights given to the species; b) the effect of the most common species; c) variance in species abundance; and d) variation in species occurrence. More than half of the groups evaluated have a congruence between species and genus data (r ≥ 0.7). However, the congruence was also satisfactory even when the species were randomly assigned to the genera. The main factor capable of generating high congruence is the effect that the species with greater variance in abundance, and to a lesser extent due to the species considered dominant. That is, regardless of which genus these species are randomly allocated, they end up determining the final pattern of ordinations (Procrustes) and matrices of distance (Mantel). This prevalence few species end up driving the results of the ordinations, making the patterns of community analysis reflect only the strongest pattern that is contained in the distribution of occurrences and / or abundance of a few species.
id UFMT_69b86dd345f90201b06cbaf16723ec98
oai_identifier_str oai:localhost:1/4500
network_acronym_str UFMT
network_name_str Repositório Institucional da UFMT
repository_id_str
spelling Por que muitos estudos encontram uma alta congruência taxonômica?: consequências para os estudos de comunidadesResolução taxonômicaNíveis taxonômicos superioresCongruênciaProcrustesMantelCNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIATaxonomic resolutionHigh level taxonomicCongruenceProcrustesMantelThe way species are distributed among the highest taxonomic classifications can cause correlations between the community response with data identified in species or higher taxonomic levels, due to the taxonomic hierarchy, which generates dependence between the taxonomic levels. As the data identified in genus are dependent on the data identified in kind we evaluate whether it is the taxonomic structure or if some other structure presented by the data is able to generate "taxonomic" congruence between the levels of taxonomic resolution. We used data from 25 biological groups to test the degree of congruence between the taxonomic levels using Mantel and Procrustes for the observed data and for the genus data aggregated from the random assignment of species. We also evaluated some underlying mechanisms that could be responsible for generating congruence among the taxonomic levels: a) the weights given to the species; b) the effect of the most common species; c) variance in species abundance; and d) variation in species occurrence. More than half of the groups evaluated have a congruence between species and genus data (r ≥ 0.7). However, the congruence was also satisfactory even when the species were randomly assigned to the genera. The main factor capable of generating high congruence is the effect that the species with greater variance in abundance, and to a lesser extent due to the species considered dominant. That is, regardless of which genus these species are randomly allocated, they end up determining the final pattern of ordinations (Procrustes) and matrices of distance (Mantel). This prevalence few species end up driving the results of the ordinations, making the patterns of community analysis reflect only the strongest pattern that is contained in the distribution of occurrences and / or abundance of a few species.CAPESA forma como as espécies são distribuídas entre as classificações taxonômicas mais elevadas pode causar correlações entre a resposta da comunidade com dados identificados em espécie ou níveis taxonômicos mais altos, devido a hierarquia taxonômica, que gera dependência entre os níveis taxonômicos. Como os dados identificados em gênero são dependentes dos dados identificados em espécie avaliamos se é a estrutura taxonômica ou se alguma outra estrutura apresentada pelos dados é capaz de gerar congruência “taxonômica” entre os níveis de resolução taxonômica. Utilizamos dados de 25 grupos biológicos para testar o grau de congruência entre os níveis taxonômicos utilizando Mantel e Procrustes para os dados observados e para os dados de gêneros agregados a partir da atribuição aleatória de espécies. Também avaliamos alguns mecanismos subjacentes que poderiam ser responsáveis por gerar congruência entre os níveis taxonômicos: a) os pesos dados as espécies; b) o efeito das espécies mais comuns; c) variância na abundância das espécies; e d) variação na ocorrência das espécies. Mais da metade dos grupos avaliados possui congruência entre dados de espécies e gêneros (r ≥ 0.7). Contudo, a congruência também foi satisfatória mesmo quando as espécies foram atribuídas aleatoriamente aos gêneros. O principal fator capaz de gerar alta congruência é o efeito que as espécies com maior variância na abundância, e em menor grau devido às espécies consideradas dominantes. Ou seja, independente à qual gênero essas espécies são aleatoriamente alocadas, elas acabam determinando o padrão final das ordenações (Procrustes) e matrizes de distância (Mantel). Essa prevalência poucas espécies acabam por conduzir os resultados das ordenações, fazendo com que os padrões das análises de comunidades sejam o reflexo apenas do padrão mais forte que está contido na distribuição das ocorrências e/ou abundância de poucas espécies.Universidade Federal de Mato GrossoBrasilInstituto de Biociências (IB)UFMT CUC - CuiabáPrograma de Pós-Graduação em Ecologia e Conservação da BiodiversidadeLandeiro, Victor Lemeshttp://lattes.cnpq.br/9787714069071448Padial, André Andrian007.479.779-41http://lattes.cnpq.br/6957024195477387Penha, Jerry Magno Ferreira346.478.721-49http://lattes.cnpq.br/8722291577415644950.975.621-00Izzo, Thiago Junqueira276.712.688-44http://lattes.cnpq.br/7106236848048146Macagnan, Leonardo Bruno2023-07-19T12:40:06Z2018-04-282023-07-19T12:40:06Z2018-02-23info:eu-repo/semantics/publishedVersioninfo:eu-repo/semantics/masterThesisMACAGNAN, Leonardo Bruno. Por que muitos estudos encontram uma alta congruência taxonômica?: consequências para os estudos de comunidades. 2018. 41 f. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Conservação da Biodiversidade) - Universidade Federal de Mato Grosso, Instituto de Biociências, Cuiabá, 2018.http://ri.ufmt.br/handle/1/4500porinfo:eu-repo/semantics/openAccessreponame:Repositório Institucional da UFMTinstname:Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)instacron:UFMT2023-07-23T07:07:33Zoai:localhost:1/4500Repositório InstitucionalPUBhttp://ri.ufmt.br/oai/requestjordanbiblio@gmail.comopendoar:2023-07-23T07:07:33Repositório Institucional da UFMT - Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)false
dc.title.none.fl_str_mv Por que muitos estudos encontram uma alta congruência taxonômica?: consequências para os estudos de comunidades
title Por que muitos estudos encontram uma alta congruência taxonômica?: consequências para os estudos de comunidades
spellingShingle Por que muitos estudos encontram uma alta congruência taxonômica?: consequências para os estudos de comunidades
Macagnan, Leonardo Bruno
Resolução taxonômica
Níveis taxonômicos superiores
Congruência
Procrustes
Mantel
CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA
Taxonomic resolution
High level taxonomic
Congruence
Procrustes
Mantel
title_short Por que muitos estudos encontram uma alta congruência taxonômica?: consequências para os estudos de comunidades
title_full Por que muitos estudos encontram uma alta congruência taxonômica?: consequências para os estudos de comunidades
title_fullStr Por que muitos estudos encontram uma alta congruência taxonômica?: consequências para os estudos de comunidades
title_full_unstemmed Por que muitos estudos encontram uma alta congruência taxonômica?: consequências para os estudos de comunidades
title_sort Por que muitos estudos encontram uma alta congruência taxonômica?: consequências para os estudos de comunidades
author Macagnan, Leonardo Bruno
author_facet Macagnan, Leonardo Bruno
author_role author
dc.contributor.none.fl_str_mv Landeiro, Victor Lemes
http://lattes.cnpq.br/9787714069071448
Padial, André Andrian
007.479.779-41
http://lattes.cnpq.br/6957024195477387
Penha, Jerry Magno Ferreira
346.478.721-49
http://lattes.cnpq.br/8722291577415644
950.975.621-00
Izzo, Thiago Junqueira
276.712.688-44
http://lattes.cnpq.br/7106236848048146
dc.contributor.author.fl_str_mv Macagnan, Leonardo Bruno
dc.subject.por.fl_str_mv Resolução taxonômica
Níveis taxonômicos superiores
Congruência
Procrustes
Mantel
CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA
Taxonomic resolution
High level taxonomic
Congruence
Procrustes
Mantel
topic Resolução taxonômica
Níveis taxonômicos superiores
Congruência
Procrustes
Mantel
CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA
Taxonomic resolution
High level taxonomic
Congruence
Procrustes
Mantel
description The way species are distributed among the highest taxonomic classifications can cause correlations between the community response with data identified in species or higher taxonomic levels, due to the taxonomic hierarchy, which generates dependence between the taxonomic levels. As the data identified in genus are dependent on the data identified in kind we evaluate whether it is the taxonomic structure or if some other structure presented by the data is able to generate "taxonomic" congruence between the levels of taxonomic resolution. We used data from 25 biological groups to test the degree of congruence between the taxonomic levels using Mantel and Procrustes for the observed data and for the genus data aggregated from the random assignment of species. We also evaluated some underlying mechanisms that could be responsible for generating congruence among the taxonomic levels: a) the weights given to the species; b) the effect of the most common species; c) variance in species abundance; and d) variation in species occurrence. More than half of the groups evaluated have a congruence between species and genus data (r ≥ 0.7). However, the congruence was also satisfactory even when the species were randomly assigned to the genera. The main factor capable of generating high congruence is the effect that the species with greater variance in abundance, and to a lesser extent due to the species considered dominant. That is, regardless of which genus these species are randomly allocated, they end up determining the final pattern of ordinations (Procrustes) and matrices of distance (Mantel). This prevalence few species end up driving the results of the ordinations, making the patterns of community analysis reflect only the strongest pattern that is contained in the distribution of occurrences and / or abundance of a few species.
publishDate 2018
dc.date.none.fl_str_mv 2018-04-28
2018-02-23
2023-07-19T12:40:06Z
2023-07-19T12:40:06Z
dc.type.status.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/publishedVersion
dc.type.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/masterThesis
format masterThesis
status_str publishedVersion
dc.identifier.uri.fl_str_mv MACAGNAN, Leonardo Bruno. Por que muitos estudos encontram uma alta congruência taxonômica?: consequências para os estudos de comunidades. 2018. 41 f. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Conservação da Biodiversidade) - Universidade Federal de Mato Grosso, Instituto de Biociências, Cuiabá, 2018.
http://ri.ufmt.br/handle/1/4500
identifier_str_mv MACAGNAN, Leonardo Bruno. Por que muitos estudos encontram uma alta congruência taxonômica?: consequências para os estudos de comunidades. 2018. 41 f. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Conservação da Biodiversidade) - Universidade Federal de Mato Grosso, Instituto de Biociências, Cuiabá, 2018.
url http://ri.ufmt.br/handle/1/4500
dc.language.iso.fl_str_mv por
language por
dc.rights.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/openAccess
eu_rights_str_mv openAccess
dc.publisher.none.fl_str_mv Universidade Federal de Mato Grosso
Brasil
Instituto de Biociências (IB)
UFMT CUC - Cuiabá
Programa de Pós-Graduação em Ecologia e Conservação da Biodiversidade
publisher.none.fl_str_mv Universidade Federal de Mato Grosso
Brasil
Instituto de Biociências (IB)
UFMT CUC - Cuiabá
Programa de Pós-Graduação em Ecologia e Conservação da Biodiversidade
dc.source.none.fl_str_mv reponame:Repositório Institucional da UFMT
instname:Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)
instacron:UFMT
instname_str Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)
instacron_str UFMT
institution UFMT
reponame_str Repositório Institucional da UFMT
collection Repositório Institucional da UFMT
repository.name.fl_str_mv Repositório Institucional da UFMT - Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)
repository.mail.fl_str_mv jordanbiblio@gmail.com
_version_ 1784465109344583680