METAMODELO CONCEITUAL E SEMÂNTICO DA ET-EDGV 3.0

Bibliographic Details
Main Author: MACHADO, ADRIANA ALEXANDRIA
Publication Date: 2020
Format: Dataset
Language: por
Source: Repositório de Dados Científicos da UFPR
Download full: http://hdl.handle.net/123456789/69
http://dx.doi.org/10.5380/bdc/49
Summary: Este diagrama é um metamodelo da ET-EDGV 3.0 ilustrando sua estrutura conceitual e semântica. O “nível de escala” divide as categorias do mapeamento topográfico oficial brasileiro em escalas pequenas (MapTopoPE) e grandes (MapTopoGE). Conforme discutido na tese, essa divisão não deveria ocorrer, entretanto é a forma como está versão da ET-EDGV é estruturada atualmente. As “categorias” de informação comportam conjuntos de classes ou grupos de feições divididos entre as pequenas e grandes escalas. As “categorias” de informações do MapTopoPE são: Energia e Comunicações, Estrutura Econômica, Hidrografia, Limites e Localidades, Pontos de Referência, Relevo, Saneamento Básico, Sistema de Transporte, Sistema de Transporte/ Subsistema Aeroportuário, Sistema de Transporte/ Subsistema Dutos, Sistema de Transporte/ Subsistema Ferroviário, Sistema de Transporte/ Subsistema Hidroviário, Sistema de Transporte/ Subsistema Rodoviário, Vegetação. As “categorias” do MapTopoGE são: Área Verde, Classes Base do Mapeamento Topográfico em Grandes Escalas, Classes Base do Mapeamento Topográfico em Grandes Escalas/ Cultura e Lazer, Edificações, Classes Base do Mapeamento Topográfico em Grandes Escalas/ Estrutura de Mobilidade Urbana. Para cada “classe”, há uma “descrição semântica”, um “código” que é um número que identifica a sua posição referente à categoria dentro do MapTopoPE ou do MapTopoGE e, a(s) “geometria(s)” que podem representar a feição. O tipo de representação da “geometria” pode ser de “geo-objetos” ou “geo-campos”. Para os “geo-objetos” são possíveis a geometria “genérica e/ou complexa”, “ponto”, “linha” ou “polígono”. Para os “geo-campos” são possíveis as geometrias “isolinha” ou “amostragem”. Os conceitos de todos esses elementos foram apresentados na seção sobre o modelo OMT-G na tese e constam da ET-EDGV 3.0. Para os “atributos” existem as informações do “tipo (tamanho)”, a “descrição semântica” do atributo, os valores de “domínio” e o “requisito (multiplicidade)”. Para o “tipo (tamanho)” de atributo existem os valores: “alfanumérico”, “booleano”, “real”, “inteiro”, “auxiliar’ e “lista de domínio”. Para as listas de domínio também existem as “descrições semânticas” como um elemento auxiliar ao entendimento do significado dos valores. Os conceitos desses elementos foram apresentados na seção sobre o Modelo Conceitual do Mapeamento Topográfico Oficial no Brasil na tese. Todas essas informações constam das tabelas de cada uma das Classes dentro da ET-EDGV 3.0.
id UFPR-13_22172942e0b1e546570e1fab3b732e44
oai_identifier_str oai:bdc.c3sl.ufpr.br:123456789/69
network_acronym_str UFPR-13
network_name_str Repositório de Dados Científicos da UFPR
repository_id_str
spelling METAMODELO CONCEITUAL E SEMÂNTICO DA ET-EDGV 3.0modelo conceitual, modelo semântico, ET-EDGV 3.0, mapeamento topográfico oficial brasileiroEste diagrama é um metamodelo da ET-EDGV 3.0 ilustrando sua estrutura conceitual e semântica. O “nível de escala” divide as categorias do mapeamento topográfico oficial brasileiro em escalas pequenas (MapTopoPE) e grandes (MapTopoGE). Conforme discutido na tese, essa divisão não deveria ocorrer, entretanto é a forma como está versão da ET-EDGV é estruturada atualmente. As “categorias” de informação comportam conjuntos de classes ou grupos de feições divididos entre as pequenas e grandes escalas. As “categorias” de informações do MapTopoPE são: Energia e Comunicações, Estrutura Econômica, Hidrografia, Limites e Localidades, Pontos de Referência, Relevo, Saneamento Básico, Sistema de Transporte, Sistema de Transporte/ Subsistema Aeroportuário, Sistema de Transporte/ Subsistema Dutos, Sistema de Transporte/ Subsistema Ferroviário, Sistema de Transporte/ Subsistema Hidroviário, Sistema de Transporte/ Subsistema Rodoviário, Vegetação. As “categorias” do MapTopoGE são: Área Verde, Classes Base do Mapeamento Topográfico em Grandes Escalas, Classes Base do Mapeamento Topográfico em Grandes Escalas/ Cultura e Lazer, Edificações, Classes Base do Mapeamento Topográfico em Grandes Escalas/ Estrutura de Mobilidade Urbana. Para cada “classe”, há uma “descrição semântica”, um “código” que é um número que identifica a sua posição referente à categoria dentro do MapTopoPE ou do MapTopoGE e, a(s) “geometria(s)” que podem representar a feição. O tipo de representação da “geometria” pode ser de “geo-objetos” ou “geo-campos”. Para os “geo-objetos” são possíveis a geometria “genérica e/ou complexa”, “ponto”, “linha” ou “polígono”. Para os “geo-campos” são possíveis as geometrias “isolinha” ou “amostragem”. Os conceitos de todos esses elementos foram apresentados na seção sobre o modelo OMT-G na tese e constam da ET-EDGV 3.0. Para os “atributos” existem as informações do “tipo (tamanho)”, a “descrição semântica” do atributo, os valores de “domínio” e o “requisito (multiplicidade)”. Para o “tipo (tamanho)” de atributo existem os valores: “alfanumérico”, “booleano”, “real”, “inteiro”, “auxiliar’ e “lista de domínio”. Para as listas de domínio também existem as “descrições semânticas” como um elemento auxiliar ao entendimento do significado dos valores. Os conceitos desses elementos foram apresentados na seção sobre o Modelo Conceitual do Mapeamento Topográfico Oficial no Brasil na tese. Todas essas informações constam das tabelas de cada uma das Classes dentro da ET-EDGV 3.0.2020-04-29T21:22:07Z2020-04-29T21:22:07Z2020-04-29Imageinfo:eu-repo/semantics/datasetinfo:eu-repo/semantics/publishedVersionimage/jpeghttp://hdl.handle.net/123456789/69http://dx.doi.org/10.5380/bdc/49http://hdl.handle.net/1884/67520BrasilOs dados foram analisados entre 19/04/2019 a 06/11/2019.Atribuição-CompartilhaIgual 3.0 Brasilhttp://creativecommons.org/licenses/by-sa/3.0/br/info:eu-repo/semantics/openAccessMACHADO, ADRIANA ALEXANDRIAporreponame:Repositório de Dados Científicos da UFPRinstname:Universidade Federal do Paraná (UFPR)instacron:UFPR2020-07-23T17:02:43Zoai:bdc.c3sl.ufpr.br:123456789/69Repositório de Dados de Pesquisahttps://bdc.c3sl.ufpr.br/PUBhttps://bdc.c3sl.ufpr.br/oaibdc@ufpr.bropendoar:2020-07-23T17:02:43Repositório de Dados Científicos da UFPR - Universidade Federal do Paraná (UFPR)false
dc.title.none.fl_str_mv METAMODELO CONCEITUAL E SEMÂNTICO DA ET-EDGV 3.0
title METAMODELO CONCEITUAL E SEMÂNTICO DA ET-EDGV 3.0
spellingShingle METAMODELO CONCEITUAL E SEMÂNTICO DA ET-EDGV 3.0
MACHADO, ADRIANA ALEXANDRIA
modelo conceitual, modelo semântico, ET-EDGV 3.0, mapeamento topográfico oficial brasileiro
title_short METAMODELO CONCEITUAL E SEMÂNTICO DA ET-EDGV 3.0
title_full METAMODELO CONCEITUAL E SEMÂNTICO DA ET-EDGV 3.0
title_fullStr METAMODELO CONCEITUAL E SEMÂNTICO DA ET-EDGV 3.0
title_full_unstemmed METAMODELO CONCEITUAL E SEMÂNTICO DA ET-EDGV 3.0
title_sort METAMODELO CONCEITUAL E SEMÂNTICO DA ET-EDGV 3.0
author MACHADO, ADRIANA ALEXANDRIA
author_facet MACHADO, ADRIANA ALEXANDRIA
author_role author
dc.contributor.author.fl_str_mv MACHADO, ADRIANA ALEXANDRIA
dc.subject.por.fl_str_mv modelo conceitual, modelo semântico, ET-EDGV 3.0, mapeamento topográfico oficial brasileiro
topic modelo conceitual, modelo semântico, ET-EDGV 3.0, mapeamento topográfico oficial brasileiro
description Este diagrama é um metamodelo da ET-EDGV 3.0 ilustrando sua estrutura conceitual e semântica. O “nível de escala” divide as categorias do mapeamento topográfico oficial brasileiro em escalas pequenas (MapTopoPE) e grandes (MapTopoGE). Conforme discutido na tese, essa divisão não deveria ocorrer, entretanto é a forma como está versão da ET-EDGV é estruturada atualmente. As “categorias” de informação comportam conjuntos de classes ou grupos de feições divididos entre as pequenas e grandes escalas. As “categorias” de informações do MapTopoPE são: Energia e Comunicações, Estrutura Econômica, Hidrografia, Limites e Localidades, Pontos de Referência, Relevo, Saneamento Básico, Sistema de Transporte, Sistema de Transporte/ Subsistema Aeroportuário, Sistema de Transporte/ Subsistema Dutos, Sistema de Transporte/ Subsistema Ferroviário, Sistema de Transporte/ Subsistema Hidroviário, Sistema de Transporte/ Subsistema Rodoviário, Vegetação. As “categorias” do MapTopoGE são: Área Verde, Classes Base do Mapeamento Topográfico em Grandes Escalas, Classes Base do Mapeamento Topográfico em Grandes Escalas/ Cultura e Lazer, Edificações, Classes Base do Mapeamento Topográfico em Grandes Escalas/ Estrutura de Mobilidade Urbana. Para cada “classe”, há uma “descrição semântica”, um “código” que é um número que identifica a sua posição referente à categoria dentro do MapTopoPE ou do MapTopoGE e, a(s) “geometria(s)” que podem representar a feição. O tipo de representação da “geometria” pode ser de “geo-objetos” ou “geo-campos”. Para os “geo-objetos” são possíveis a geometria “genérica e/ou complexa”, “ponto”, “linha” ou “polígono”. Para os “geo-campos” são possíveis as geometrias “isolinha” ou “amostragem”. Os conceitos de todos esses elementos foram apresentados na seção sobre o modelo OMT-G na tese e constam da ET-EDGV 3.0. Para os “atributos” existem as informações do “tipo (tamanho)”, a “descrição semântica” do atributo, os valores de “domínio” e o “requisito (multiplicidade)”. Para o “tipo (tamanho)” de atributo existem os valores: “alfanumérico”, “booleano”, “real”, “inteiro”, “auxiliar’ e “lista de domínio”. Para as listas de domínio também existem as “descrições semânticas” como um elemento auxiliar ao entendimento do significado dos valores. Os conceitos desses elementos foram apresentados na seção sobre o Modelo Conceitual do Mapeamento Topográfico Oficial no Brasil na tese. Todas essas informações constam das tabelas de cada uma das Classes dentro da ET-EDGV 3.0.
publishDate 2020
dc.date.none.fl_str_mv 2020-04-29T21:22:07Z
2020-04-29T21:22:07Z
2020-04-29
dc.type.driver.fl_str_mv Image
info:eu-repo/semantics/dataset
info:eu-repo/semantics/publishedVersion
format dataset
status_str publishedVersion
dc.identifier.uri.fl_str_mv http://hdl.handle.net/123456789/69
http://dx.doi.org/10.5380/bdc/49
url http://hdl.handle.net/123456789/69
http://dx.doi.org/10.5380/bdc/49
dc.language.iso.fl_str_mv por
language por
dc.relation.none.fl_str_mv http://hdl.handle.net/1884/67520
dc.rights.driver.fl_str_mv Atribuição-CompartilhaIgual 3.0 Brasil
http://creativecommons.org/licenses/by-sa/3.0/br/
info:eu-repo/semantics/openAccess
rights_invalid_str_mv Atribuição-CompartilhaIgual 3.0 Brasil
http://creativecommons.org/licenses/by-sa/3.0/br/
eu_rights_str_mv openAccess
dc.format.none.fl_str_mv image/jpeg
dc.coverage.none.fl_str_mv Brasil
Os dados foram analisados entre 19/04/2019 a 06/11/2019.
dc.source.none.fl_str_mv reponame:Repositório de Dados Científicos da UFPR
instname:Universidade Federal do Paraná (UFPR)
instacron:UFPR
instname_str Universidade Federal do Paraná (UFPR)
instacron_str UFPR
institution UFPR
reponame_str Repositório de Dados Científicos da UFPR
collection Repositório de Dados Científicos da UFPR
repository.name.fl_str_mv Repositório de Dados Científicos da UFPR - Universidade Federal do Paraná (UFPR)
repository.mail.fl_str_mv bdc@ufpr.br
_version_ 1748847367335968768