Osteologia craniana de Penelope superciliaris Temminck, 1815 (Galliformes: Cracidae)

Detalhes bibliográficos
Autor(a) principal: Marceliano, Maria Luiza Videira
Data de Publicação: 2007
Outros Autores: Posso, Sérgio Roberto, Donatelli, Reginaldo José
Tipo de documento: Artigo
Idioma: por
Título da fonte: Repositório Institucional do MPEG
Texto Completo: http://repositorio.museu-goeldi.br/handle/mgoeldi/128
Resumo: Penelope superciliaris é endêmica da região Neotropical, pertencente à subfamília Penelopinae, inserida na família Cracidae. Sua posição taxonômica ainda é controversa em relação às espécies congêneres, bem como entre os gêneros pertencentes a esta família, além de pouco se conhecer sobre sua anatomia. Foi proposta neste trabalho a descrição osteológica do crânio de P. superciliaris, visando a ampliar os estudos anatômicos nesta espécie e obter caracteres para uma futura análise sistemática com os demais Cracidae. Não há variação morfológica em P. superciliaris, evidenciando-se um padrão osteológico em que se destacam: parietal reduzido e confinado à porção caudal do teto craniano; processo paraoccipital e lateral paraesfenoidal pouco desenvolvidos; processo supraorbital largo e desenvolvido; processo orbital livre e oblíquo; fossa temporal rasa com desenvolvida aponeurose ossificada; processo zigomático reduzido; ossos da maxila superior não fundidos entre si; abertura nasal ampla e narina holorrina; palato esquizognato; palatinos estreitos e distantes entre si; vômer laminar e bem desenvolvido; ossos da barra jugal não fundidos entre si; parte sinfisial mandibular reduzida; fissura entre os ossos dental e supra-angular; processo medial e retroarticular bem desenvolvidos e alongados, entre outras. Em termos gerais, o padrão atribuído a P. superciliaris pouco diverge, exceto em relação ao tamanho do crânio e das estruturas associadas de outras espécies de Penelope, Ortalis e Pipile, conforme dados em literatura, o que parece justificar o posicionamento destes táxons em categorias comuns sugeridas pela maioria dos autores. Todavia, são necessários estudos osteológicos adicionais entre os Cracidae e uma avaliação sistemática, com base nesses estudos, visando a contribuir para a classificação do grupo.
id MPEG_f49f00ca9da40ca2dedc2b7f7abf9b95
oai_identifier_str oai:repositorio.museu-goeldi.br:mgoeldi/128
network_acronym_str MPEG
network_name_str Repositório Institucional do MPEG
repository_id_str
spelling 2010-09-24T02:18:42Z2010-09-24T02:18:42Z2007-01MARCELIANO, Luiza Videira; POSSO, Sérgio Roberto; DONATELLI, Reginaldo José. Osteologia craniana de Penelope superciliaris Temminck, 1815 (Galliformes: Cracidae). Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi. Ciências Naturais, Belém, v. 2, n. 1, p. 55-67, jan-abr. 20071981-8114http://repositorio.museu-goeldi.br/handle/mgoeldi/128Penelope superciliaris é endêmica da região Neotropical, pertencente à subfamília Penelopinae, inserida na família Cracidae. Sua posição taxonômica ainda é controversa em relação às espécies congêneres, bem como entre os gêneros pertencentes a esta família, além de pouco se conhecer sobre sua anatomia. Foi proposta neste trabalho a descrição osteológica do crânio de P. superciliaris, visando a ampliar os estudos anatômicos nesta espécie e obter caracteres para uma futura análise sistemática com os demais Cracidae. Não há variação morfológica em P. superciliaris, evidenciando-se um padrão osteológico em que se destacam: parietal reduzido e confinado à porção caudal do teto craniano; processo paraoccipital e lateral paraesfenoidal pouco desenvolvidos; processo supraorbital largo e desenvolvido; processo orbital livre e oblíquo; fossa temporal rasa com desenvolvida aponeurose ossificada; processo zigomático reduzido; ossos da maxila superior não fundidos entre si; abertura nasal ampla e narina holorrina; palato esquizognato; palatinos estreitos e distantes entre si; vômer laminar e bem desenvolvido; ossos da barra jugal não fundidos entre si; parte sinfisial mandibular reduzida; fissura entre os ossos dental e supra-angular; processo medial e retroarticular bem desenvolvidos e alongados, entre outras. Em termos gerais, o padrão atribuído a P. superciliaris pouco diverge, exceto em relação ao tamanho do crânio e das estruturas associadas de outras espécies de Penelope, Ortalis e Pipile, conforme dados em literatura, o que parece justificar o posicionamento destes táxons em categorias comuns sugeridas pela maioria dos autores. Todavia, são necessários estudos osteológicos adicionais entre os Cracidae e uma avaliação sistemática, com base nesses estudos, visando a contribuir para a classificação do grupo.Museu Paraense Emílio GoeldiAvesPenelope superciliarisCracidaeCrânioOsteologiaBirdsPenelope superciliarisSkullOsteologySistemáticaOsteologia craniana de Penelope superciliaris Temminck, 1815 (Galliformes: Cracidae)Cranial osteology of Penelope superciliaris Temminck, 1815 (Galliformes: Cracidae)info:eu-repo/semantics/publishedVersioninfo:eu-repo/semantics/articleMarceliano, Maria Luiza VideiraPosso, Sérgio RobertoDonatelli, Reginaldo Joséporreponame:Repositório Institucional do MPEGinstname:Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG)instacron:MPEGinfo:eu-repo/semantics/openAccessTEXTB MPEG C Nat 2(1) 2007 marceliano.pdf.txtB MPEG C Nat 2(1) 2007 marceliano.pdf.txtExtracted texttext/plain41184https://repositorio.museu-goeldi.br/bitstream/mgoeldi/128/3/B%20MPEG%20C%20Nat%202%281%29%202007%20marceliano.pdf.txt9f1f59f3854c5e70f6989abfa1dfd74dMD53THUMBNAILB MPEG C Nat 2(1) 2007 marceliano.pdf.jpgB MPEG C Nat 2(1) 2007 marceliano.pdf.jpgGenerated Thumbnailimage/jpeg1454https://repositorio.museu-goeldi.br/bitstream/mgoeldi/128/4/B%20MPEG%20C%20Nat%202%281%29%202007%20marceliano.pdf.jpgef9a5e5875d9be8a6debbe80375b5e5eMD54ORIGINALB MPEG C Nat 2(1) 2007 marceliano.pdfB MPEG C Nat 2(1) 2007 marceliano.pdfapplication/pdf202227https://repositorio.museu-goeldi.br/bitstream/mgoeldi/128/1/B%20MPEG%20C%20Nat%202%281%29%202007%20marceliano.pdfd30b81cfb827f448aa29d7454af45fa3MD51LICENSElicense.txtlicense.txttext/plain1841https://repositorio.museu-goeldi.br/bitstream/mgoeldi/128/2/license.txt7c436f1268ec40823a80857f7ab9d38aMD52mgoeldi/1282019-07-17 14:51:31.583oai:repositorio.museu-goeldi.br:mgoeldi/128TGljZW5zZSBncmFudGVkIGJ5IEZyYW5jaWxlaWxhIFNpbHZhIChsZWlsYUBtdXNldS1nb2VsZGkuYnIpIG9uIDIwMTAtMDktMjRUMDE6NTA6MjJaIChHTVQpOgoKTk9URTogUExBQ0UgWU9VUiBPV04gTElDRU5TRSBIRVJFClRoaXMgc2FtcGxlIGxpY2Vuc2UgaXMgcHJvdmlkZWQgZm9yIGluZm9ybWF0aW9uYWwgcHVycG9zZXMgb25seS4KCk5PTi1FWENMVVNJVkUgRElTVFJJQlVUSU9OIExJQ0VOU0UKCkJ5IHNpZ25pbmcgYW5kIHN1Ym1pdHRpbmcgdGhpcyBsaWNlbnNlLCB5b3UgKHRoZSBhdXRob3Iocykgb3IgY29weXJpZ2h0Cm93bmVyKSBncmFudHMgdG8gRFNwYWNlIFVuaXZlcnNpdHkgKERTVSkgdGhlIG5vbi1leGNsdXNpdmUgcmlnaHQgdG8gcmVwcm9kdWNlLAp0cmFuc2xhdGUgKGFzIGRlZmluZWQgYmVsb3cpLCBhbmQvb3IgZGlzdHJpYnV0ZSB5b3VyIHN1Ym1pc3Npb24gKGluY2x1ZGluZwp0aGUgYWJzdHJhY3QpIHdvcmxkd2lkZSBpbiBwcmludCBhbmQgZWxlY3Ryb25pYyBmb3JtYXQgYW5kIGluIGFueSBtZWRpdW0sCmluY2x1ZGluZyBidXQgbm90IGxpbWl0ZWQgdG8gYXVkaW8gb3IgdmlkZW8uCgpZb3UgYWdyZWUgdGhhdCBEU1UgbWF5LCB3aXRob3V0IGNoYW5naW5nIHRoZSBjb250ZW50LCB0cmFuc2xhdGUgdGhlCnN1Ym1pc3Npb24gdG8gYW55IG1lZGl1bSBvciBmb3JtYXQgZm9yIHRoZSBwdXJwb3NlIG9mIHByZXNlcnZhdGlvbi4KCllvdSBhbHNvIGFncmVlIHRoYXQgRFNVIG1heSBrZWVwIG1vcmUgdGhhbiBvbmUgY29weSBvZiB0aGlzIHN1Ym1pc3Npb24gZm9yCnB1cnBvc2VzIG9mIHNlY3VyaXR5LCBiYWNrLXVwIGFuZCBwcmVzZXJ2YXRpb24uCgpZb3UgcmVwcmVzZW50IHRoYXQgdGhlIHN1Ym1pc3Npb24gaXMgeW91ciBvcmlnaW5hbCB3b3JrLCBhbmQgdGhhdCB5b3UgaGF2ZQp0aGUgcmlnaHQgdG8gZ3JhbnQgdGhlIHJpZ2h0cyBjb250YWluZWQgaW4gdGhpcyBsaWNlbnNlLiBZb3UgYWxzbyByZXByZXNlbnQKdGhhdCB5b3VyIHN1Ym1pc3Npb24gZG9lcyBub3QsIHRvIHRoZSBiZXN0IG9mIHlvdXIga25vd2xlZGdlLCBpbmZyaW5nZSB1cG9uCmFueW9uZSdzIGNvcHlyaWdodC4KCklmIHRoZSBzdWJtaXNzaW9uIGNvbnRhaW5zIG1hdGVyaWFsIGZvciB3aGljaCB5b3UgZG8gbm90IGhvbGQgY29weXJpZ2h0LAp5b3UgcmVwcmVzZW50IHRoYXQgeW91IGhhdmUgb2J0YWluZWQgdGhlIHVucmVzdHJpY3RlZCBwZXJtaXNzaW9uIG9mIHRoZQpjb3B5cmlnaHQgb3duZXIgdG8gZ3JhbnQgRFNVIHRoZSByaWdodHMgcmVxdWlyZWQgYnkgdGhpcyBsaWNlbnNlLCBhbmQgdGhhdApzdWNoIHRoaXJkLXBhcnR5IG93bmVkIG1hdGVyaWFsIGlzIGNsZWFybHkgaWRlbnRpZmllZCBhbmQgYWNrbm93bGVkZ2VkCndpdGhpbiB0aGUgdGV4dCBvciBjb250ZW50IG9mIHRoZSBzdWJtaXNzaW9uLgoKSUYgVEhFIFNVQk1JU1NJT04gSVMgQkFTRUQgVVBPTiBXT1JLIFRIQVQgSEFTIEJFRU4gU1BPTlNPUkVEIE9SIFNVUFBPUlRFRApCWSBBTiBBR0VOQ1kgT1IgT1JHQU5JWkFUSU9OIE9USEVSIFRIQU4gRFNVLCBZT1UgUkVQUkVTRU5UIFRIQVQgWU9VIEhBVkUKRlVMRklMTEVEIEFOWSBSSUdIVCBPRiBSRVZJRVcgT1IgT1RIRVIgT0JMSUdBVElPTlMgUkVRVUlSRUQgQlkgU1VDSApDT05UUkFDVCBPUiBBR1JFRU1FTlQuCgpEU1Ugd2lsbCBjbGVhcmx5IGlkZW50aWZ5IHlvdXIgbmFtZShzKSBhcyB0aGUgYXV0aG9yKHMpIG9yIG93bmVyKHMpIG9mIHRoZQpzdWJtaXNzaW9uLCBhbmQgd2lsbCBub3QgbWFrZSBhbnkgYWx0ZXJhdGlvbiwgb3RoZXIgdGhhbiBhcyBhbGxvd2VkIGJ5IHRoaXMKbGljZW5zZSwgdG8geW91ciBzdWJtaXNzaW9uLgo=Repositório ComumONGhttp://repositorio.museu-goeldi.br/oai/requestopendoar:2019-07-17T17:51:31Repositório Institucional do MPEG - Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG)false
dc.title.en.fl_str_mv Osteologia craniana de Penelope superciliaris Temminck, 1815 (Galliformes: Cracidae)
dc.title.alternative.en.fl_str_mv Cranial osteology of Penelope superciliaris Temminck, 1815 (Galliformes: Cracidae)
title Osteologia craniana de Penelope superciliaris Temminck, 1815 (Galliformes: Cracidae)
spellingShingle Osteologia craniana de Penelope superciliaris Temminck, 1815 (Galliformes: Cracidae)
Marceliano, Maria Luiza Videira
Aves
Penelope superciliaris
Cracidae
Crânio
Osteologia
Birds
Penelope superciliaris
Skull
Osteology
Sistemática
title_short Osteologia craniana de Penelope superciliaris Temminck, 1815 (Galliformes: Cracidae)
title_full Osteologia craniana de Penelope superciliaris Temminck, 1815 (Galliformes: Cracidae)
title_fullStr Osteologia craniana de Penelope superciliaris Temminck, 1815 (Galliformes: Cracidae)
title_full_unstemmed Osteologia craniana de Penelope superciliaris Temminck, 1815 (Galliformes: Cracidae)
title_sort Osteologia craniana de Penelope superciliaris Temminck, 1815 (Galliformes: Cracidae)
author Marceliano, Maria Luiza Videira
author_facet Marceliano, Maria Luiza Videira
Posso, Sérgio Roberto
Donatelli, Reginaldo José
author_role author
author2 Posso, Sérgio Roberto
Donatelli, Reginaldo José
author2_role author
author
dc.contributor.author.fl_str_mv Marceliano, Maria Luiza Videira
Posso, Sérgio Roberto
Donatelli, Reginaldo José
dc.subject.eng.fl_str_mv Aves
Penelope superciliaris
Cracidae
Crânio
Osteologia
Birds
Penelope superciliaris
Skull
Osteology
Sistemática
topic Aves
Penelope superciliaris
Cracidae
Crânio
Osteologia
Birds
Penelope superciliaris
Skull
Osteology
Sistemática
description Penelope superciliaris é endêmica da região Neotropical, pertencente à subfamília Penelopinae, inserida na família Cracidae. Sua posição taxonômica ainda é controversa em relação às espécies congêneres, bem como entre os gêneros pertencentes a esta família, além de pouco se conhecer sobre sua anatomia. Foi proposta neste trabalho a descrição osteológica do crânio de P. superciliaris, visando a ampliar os estudos anatômicos nesta espécie e obter caracteres para uma futura análise sistemática com os demais Cracidae. Não há variação morfológica em P. superciliaris, evidenciando-se um padrão osteológico em que se destacam: parietal reduzido e confinado à porção caudal do teto craniano; processo paraoccipital e lateral paraesfenoidal pouco desenvolvidos; processo supraorbital largo e desenvolvido; processo orbital livre e oblíquo; fossa temporal rasa com desenvolvida aponeurose ossificada; processo zigomático reduzido; ossos da maxila superior não fundidos entre si; abertura nasal ampla e narina holorrina; palato esquizognato; palatinos estreitos e distantes entre si; vômer laminar e bem desenvolvido; ossos da barra jugal não fundidos entre si; parte sinfisial mandibular reduzida; fissura entre os ossos dental e supra-angular; processo medial e retroarticular bem desenvolvidos e alongados, entre outras. Em termos gerais, o padrão atribuído a P. superciliaris pouco diverge, exceto em relação ao tamanho do crânio e das estruturas associadas de outras espécies de Penelope, Ortalis e Pipile, conforme dados em literatura, o que parece justificar o posicionamento destes táxons em categorias comuns sugeridas pela maioria dos autores. Todavia, são necessários estudos osteológicos adicionais entre os Cracidae e uma avaliação sistemática, com base nesses estudos, visando a contribuir para a classificação do grupo.
publishDate 2007
dc.date.issued.fl_str_mv 2007-01
dc.date.accessioned.fl_str_mv 2010-09-24T02:18:42Z
dc.date.available.fl_str_mv 2010-09-24T02:18:42Z
dc.type.status.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/publishedVersion
dc.type.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/article
format article
status_str publishedVersion
dc.identifier.citation.fl_str_mv MARCELIANO, Luiza Videira; POSSO, Sérgio Roberto; DONATELLI, Reginaldo José. Osteologia craniana de Penelope superciliaris Temminck, 1815 (Galliformes: Cracidae). Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi. Ciências Naturais, Belém, v. 2, n. 1, p. 55-67, jan-abr. 2007
dc.identifier.uri.fl_str_mv http://repositorio.museu-goeldi.br/handle/mgoeldi/128
dc.identifier.issn.none.fl_str_mv 1981-8114
identifier_str_mv MARCELIANO, Luiza Videira; POSSO, Sérgio Roberto; DONATELLI, Reginaldo José. Osteologia craniana de Penelope superciliaris Temminck, 1815 (Galliformes: Cracidae). Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi. Ciências Naturais, Belém, v. 2, n. 1, p. 55-67, jan-abr. 2007
1981-8114
url http://repositorio.museu-goeldi.br/handle/mgoeldi/128
dc.language.iso.fl_str_mv por
language por
dc.rights.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/openAccess
eu_rights_str_mv openAccess
dc.publisher.none.fl_str_mv Museu Paraense Emílio Goeldi
publisher.none.fl_str_mv Museu Paraense Emílio Goeldi
dc.source.none.fl_str_mv reponame:Repositório Institucional do MPEG
instname:Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG)
instacron:MPEG
instname_str Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG)
instacron_str MPEG
institution MPEG
reponame_str Repositório Institucional do MPEG
collection Repositório Institucional do MPEG
bitstream.url.fl_str_mv https://repositorio.museu-goeldi.br/bitstream/mgoeldi/128/3/B%20MPEG%20C%20Nat%202%281%29%202007%20marceliano.pdf.txt
https://repositorio.museu-goeldi.br/bitstream/mgoeldi/128/4/B%20MPEG%20C%20Nat%202%281%29%202007%20marceliano.pdf.jpg
https://repositorio.museu-goeldi.br/bitstream/mgoeldi/128/1/B%20MPEG%20C%20Nat%202%281%29%202007%20marceliano.pdf
https://repositorio.museu-goeldi.br/bitstream/mgoeldi/128/2/license.txt
bitstream.checksum.fl_str_mv 9f1f59f3854c5e70f6989abfa1dfd74d
ef9a5e5875d9be8a6debbe80375b5e5e
d30b81cfb827f448aa29d7454af45fa3
7c436f1268ec40823a80857f7ab9d38a
bitstream.checksumAlgorithm.fl_str_mv MD5
MD5
MD5
MD5
repository.name.fl_str_mv Repositório Institucional do MPEG - Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG)
repository.mail.fl_str_mv
_version_ 1797065111774429184