Análise da produção científica da Enfermagem e seus leitores no Mendeley

Detalhes bibliográficos
Autor(a) principal: Silva Filho, Rubens da Costa
Data de Publicação: 2021
Outros Autores: Vanz, Samile Andrea de Souza
Tipo de documento: Artigo
Idioma: por
Título da fonte: Repositório Institucional da UFRGS
Texto Completo: http://hdl.handle.net/10183/257243
Resumo: A pesquisa teve como objetivo apurar quem são os maiores produtores de artigos científicos da Enfermagem em nível de país e identificar o perfil dos leitores no Mendeley, sua origem, qualificação acadêmica ou profissional e campo de estudo ou trabalho. O estudo fez uso de métodos descritivos e estatísticos para análise bibliométrica e altmétrica de 72.040 artigos publicados em periódicos indexados no campo da Enfermagem na Web of Scienceentre 2008 a 2017. Osartigos foram publicados por autores de 150 países, dos quais 20 detêm 90,5% da produção total. Os Estados Unidos são autores de 46,03% dos artigos da Enfermagem, seguidos por Austrália (9,25%), Reino Unido (7,52%), Brasil (7,52%) e Canadá (5,29%). Os países com mais leitores no Mendeleysão Estados Unidos (19,53%), Reino Unido (16,83%), Espanha (11,20%), Canadá (9,31%) e Brasil (4,97%). O status acadêmico predominante dos leitores dos artigos é o de estudantes (61,2%), especialmente de pós-graduação, seguido por pesquisadores (10,7%) e professores (6,2%). A maioria dos leitores são da “Ciência e Tecnologia: Ciências da Vida e Biomedicina” (56,2%). A pesquisa conclui que os países que mais produzem artigos da Enfermagem são também os que possuem mais leitores no Mendeley.
id UFRGS-2_437125c2198d75fd97a18a096ee6ba6d
oai_identifier_str oai:www.lume.ufrgs.br:10183/257243
network_acronym_str UFRGS-2
network_name_str Repositório Institucional da UFRGS
repository_id_str
spelling Silva Filho, Rubens da CostaVanz, Samile Andrea de Souza2023-04-19T03:26:54Z20211983-5213http://hdl.handle.net/10183/257243001122261A pesquisa teve como objetivo apurar quem são os maiores produtores de artigos científicos da Enfermagem em nível de país e identificar o perfil dos leitores no Mendeley, sua origem, qualificação acadêmica ou profissional e campo de estudo ou trabalho. O estudo fez uso de métodos descritivos e estatísticos para análise bibliométrica e altmétrica de 72.040 artigos publicados em periódicos indexados no campo da Enfermagem na Web of Scienceentre 2008 a 2017. Osartigos foram publicados por autores de 150 países, dos quais 20 detêm 90,5% da produção total. Os Estados Unidos são autores de 46,03% dos artigos da Enfermagem, seguidos por Austrália (9,25%), Reino Unido (7,52%), Brasil (7,52%) e Canadá (5,29%). Os países com mais leitores no Mendeleysão Estados Unidos (19,53%), Reino Unido (16,83%), Espanha (11,20%), Canadá (9,31%) e Brasil (4,97%). O status acadêmico predominante dos leitores dos artigos é o de estudantes (61,2%), especialmente de pós-graduação, seguido por pesquisadores (10,7%) e professores (6,2%). A maioria dos leitores são da “Ciência e Tecnologia: Ciências da Vida e Biomedicina” (56,2%). A pesquisa conclui que os países que mais produzem artigos da Enfermagem são também os que possuem mais leitores no Mendeley.The research aimed to determine who are the largest producers of scientific papers in Nursing at the country level and to identify the profile of readers in Mendeley, their origin, academic or professional qualification and field of study or work. The study used descriptive and statistical methods for bibliometric and altmetric analysis of 72,040 papers published in journals indexed in the field of Nursing on the Web of Science between 2008 and 2017. The papers were published by authors from 150 countries, of which 20 hold 90.5% of total output. The United States sign 46.03% of nursing papers, followed by Australia (9.25%), United Kingdom (7.52%), Brazil (7.52%) and Canada (5.29%). The countries with the great volume of readers in Mendeley are the United States (19.53%), the United Kingdom (16.83%), Spain (11.20%), Canada(9.31%) and Brazil (4.97%). The readers predominant academic status is that of students (61.2%), especially graduate students, followed by researchers (10.7%) and professors (6.2%). Most readers are from “Science and Technology: Life Sciences and Biomedicine” (56.2%). The research concludes that the countries that publish more Nursing papers are also the ones that have the biggest volume of readers in Mendeley.La investigación tuvo como objetivo determinar quiénes son los mayores productores de artículos científicos en Enfermería a nivel de país e identificar el perfil de los lectores en Mendeley, su origen, calificación académica o profesional y campo de estudio o trabajo. El estudio utilizó métodos descriptivos y estadísticos para el análisis bibliométrico y altimétrico de 72.040 artículos publicados en revistas indexadas en el campo de Enfermería en la Web of Science entre 2008 y 2017. Los artículos fueron publicados por autores de 150 países, de los cuales 20 firman 90,5% de la producción total. Los Estados Unidos son autores del 46,03% de los artículos de Enfermería, seguidos por Australia (9,25%), Reino Unido (7,52%), Brasil (7,52%) y Canadá (5,29%). Los países con más lectores en Mendeley son Estados Unidos (19,53%), Reino Unido (16,83%), España (11,20%), Canadá (9,31%) y Brasil (4,97%). El estado académico predominante de los lectores de los artículos es el de estudiantes (61,2%), especialmente estudiantes de posgrado, seguidos por investigadores (10,7%) y profesores (6,2%). La mayoría de los lectores son de "Ciencia y tecnología: ciencias de la vida y biomedicina" (56,2%). La investigación concluye que los países que producen más artículos de Enfermería también son los que tienen más lectores en Mendeley.Palabras clave: Mendeley. Altmetria. Enfermería. Bibliometria. Mídias sociales.application/pdfporRICI: Revista Ibero-americana de Ciência da Informação. Brasília : UnB. Vol. 14, n. 1, (jan./abr. 2021), p. p. 215-237Produção científica : BrasilBibliometriaMendeleyAltmetricsNursingBibliometricsSocial mediaAltmetriaEnfermeríaBibliometriaMídias socialesAnálise da produção científica da Enfermagem e seus leitores no MendeleyAnalysis of Nursing scientific output and its readers in Mendeley Análisis de la producción científica de Enfermería y sus lectores en Mendeley info:eu-repo/semantics/articleinfo:eu-repo/semantics/otherinfo:eu-repo/semantics/publishedVersioninfo:eu-repo/semantics/openAccessreponame:Repositório Institucional da UFRGSinstname:Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)instacron:UFRGSTEXT001122261.pdf.txt001122261.pdf.txtExtracted Texttext/plain60920http://www.lume.ufrgs.br/bitstream/10183/257243/2/001122261.pdf.txtd765760f25a7cae1b4b9a3c430e78435MD52ORIGINAL001122261.pdfTexto completoapplication/pdf734421http://www.lume.ufrgs.br/bitstream/10183/257243/1/001122261.pdfbacf81b9a73c4543ad6313bdc9c63ee6MD5110183/2572432023-04-21 03:24:23.50394oai:www.lume.ufrgs.br:10183/257243Repositório de PublicaçõesPUBhttps://lume.ufrgs.br/oai/requestopendoar:2023-04-21T06:24:23Repositório Institucional da UFRGS - Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)false
dc.title.pt_BR.fl_str_mv Análise da produção científica da Enfermagem e seus leitores no Mendeley
dc.title.alternative.en.fl_str_mv Analysis of Nursing scientific output and its readers in Mendeley
dc.title.alternative.es.fl_str_mv Análisis de la producción científica de Enfermería y sus lectores en Mendeley
title Análise da produção científica da Enfermagem e seus leitores no Mendeley
spellingShingle Análise da produção científica da Enfermagem e seus leitores no Mendeley
Silva Filho, Rubens da Costa
Produção científica : Brasil
Bibliometria
Mendeley
Altmetrics
Nursing
Bibliometrics
Social media
Altmetria
Enfermería
Bibliometria
Mídias sociales
title_short Análise da produção científica da Enfermagem e seus leitores no Mendeley
title_full Análise da produção científica da Enfermagem e seus leitores no Mendeley
title_fullStr Análise da produção científica da Enfermagem e seus leitores no Mendeley
title_full_unstemmed Análise da produção científica da Enfermagem e seus leitores no Mendeley
title_sort Análise da produção científica da Enfermagem e seus leitores no Mendeley
author Silva Filho, Rubens da Costa
author_facet Silva Filho, Rubens da Costa
Vanz, Samile Andrea de Souza
author_role author
author2 Vanz, Samile Andrea de Souza
author2_role author
dc.contributor.author.fl_str_mv Silva Filho, Rubens da Costa
Vanz, Samile Andrea de Souza
dc.subject.por.fl_str_mv Produção científica : Brasil
Bibliometria
topic Produção científica : Brasil
Bibliometria
Mendeley
Altmetrics
Nursing
Bibliometrics
Social media
Altmetria
Enfermería
Bibliometria
Mídias sociales
dc.subject.eng.fl_str_mv Mendeley
Altmetrics
Nursing
Bibliometrics
Social media
dc.subject.spa.fl_str_mv Altmetria
Enfermería
Bibliometria
Mídias sociales
description A pesquisa teve como objetivo apurar quem são os maiores produtores de artigos científicos da Enfermagem em nível de país e identificar o perfil dos leitores no Mendeley, sua origem, qualificação acadêmica ou profissional e campo de estudo ou trabalho. O estudo fez uso de métodos descritivos e estatísticos para análise bibliométrica e altmétrica de 72.040 artigos publicados em periódicos indexados no campo da Enfermagem na Web of Scienceentre 2008 a 2017. Osartigos foram publicados por autores de 150 países, dos quais 20 detêm 90,5% da produção total. Os Estados Unidos são autores de 46,03% dos artigos da Enfermagem, seguidos por Austrália (9,25%), Reino Unido (7,52%), Brasil (7,52%) e Canadá (5,29%). Os países com mais leitores no Mendeleysão Estados Unidos (19,53%), Reino Unido (16,83%), Espanha (11,20%), Canadá (9,31%) e Brasil (4,97%). O status acadêmico predominante dos leitores dos artigos é o de estudantes (61,2%), especialmente de pós-graduação, seguido por pesquisadores (10,7%) e professores (6,2%). A maioria dos leitores são da “Ciência e Tecnologia: Ciências da Vida e Biomedicina” (56,2%). A pesquisa conclui que os países que mais produzem artigos da Enfermagem são também os que possuem mais leitores no Mendeley.
publishDate 2021
dc.date.issued.fl_str_mv 2021
dc.date.accessioned.fl_str_mv 2023-04-19T03:26:54Z
dc.type.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/article
info:eu-repo/semantics/other
dc.type.status.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/publishedVersion
format article
status_str publishedVersion
dc.identifier.uri.fl_str_mv http://hdl.handle.net/10183/257243
dc.identifier.issn.pt_BR.fl_str_mv 1983-5213
dc.identifier.nrb.pt_BR.fl_str_mv 001122261
identifier_str_mv 1983-5213
001122261
url http://hdl.handle.net/10183/257243
dc.language.iso.fl_str_mv por
language por
dc.relation.ispartof.pt_BR.fl_str_mv RICI: Revista Ibero-americana de Ciência da Informação. Brasília : UnB. Vol. 14, n. 1, (jan./abr. 2021), p. p. 215-237
dc.rights.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/openAccess
eu_rights_str_mv openAccess
dc.format.none.fl_str_mv application/pdf
dc.source.none.fl_str_mv reponame:Repositório Institucional da UFRGS
instname:Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
instacron:UFRGS
instname_str Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
instacron_str UFRGS
institution UFRGS
reponame_str Repositório Institucional da UFRGS
collection Repositório Institucional da UFRGS
bitstream.url.fl_str_mv http://www.lume.ufrgs.br/bitstream/10183/257243/2/001122261.pdf.txt
http://www.lume.ufrgs.br/bitstream/10183/257243/1/001122261.pdf
bitstream.checksum.fl_str_mv d765760f25a7cae1b4b9a3c430e78435
bacf81b9a73c4543ad6313bdc9c63ee6
bitstream.checksumAlgorithm.fl_str_mv MD5
MD5
repository.name.fl_str_mv Repositório Institucional da UFRGS - Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
repository.mail.fl_str_mv
_version_ 1801225086682791936