Elaboração de instrumento de classificação de complexidade assistencial de pacientes em atenção domiciliar

Bibliographic Details
Main Author: Villas Bôas, Maria Leopoldina de Castro
Publication Date: 2016
Other Authors: Shimizu, Helena Eri, Sanchez, Mauro Niskier
Format: Article
Language: por
Source: Repositório Institucional da UnB
Download full: http://repositorio.unb.br/handle/10482/22828
http://dx.doi.org/10.1590/S0080-623420160000400009
Summary: OBJETIVO: Elaborar e validar instrumento de classificação de complexidade assistencial de pacientes em atenção domiciliar de um serviço público de saúde. MÉTODO: Estudo de acurácia de diagnóstico, com estimativas de validade e de reprodutibilidade do instrumento. Para a estimativa da validade foram consideradas as medidas de sensibilidade e especificidade; como teste, o instrumento elaborado e como padrão ouro, a classificação atribuída por equipe especializada de profissionais de saúde em atenção domiciliar. No estudo de reprodutibilidade do instrumento foi utilizada a estatística Kappa. A sensibilidade e especificidade do instrumento foram analisadas considerando-se diferentes pontos de corte. RESULTADOS: Para o melhor ponto de corte - 21 - com o padrão ouro obteve-se Sensibilidade de 75,5% com os limites do IC (95%) iguais a 68,3% e 82,8% e Especificidade igual a 53,2% com os limites do IC (95%) iguais a 43,8% e 62,7%. CONCLUSÃO: O instrumento apresentou evidências de validade e reprodutibilidade, podendo vir a auxiliar na organização do serviço, quer na admissão do paciente, quer na migração de modalidade assistencial e no suporte para elaboração do plano terapêutico.
id UNB_34375d8e4353d0b53a0f0e013f2c255a
oai_identifier_str oai:repositorio.unb.br:10482/22828
network_acronym_str UNB
network_name_str Repositório Institucional da UnB
repository_id_str
spelling Villas Bôas, Maria Leopoldina de CastroShimizu, Helena EriSanchez, Mauro Niskier2017-03-08T15:01:36Z2017-03-08T15:01:36Z2016-05BOAS, Maria Leopoldina de Castro Villas; SHIMIZU, Helena Eri; SANCHEZ, Mauro Niskier. Elaboração de instrumento de classificação de complexidade assistencial de pacientes em atenção domiciliar. Revista da Escola de Eenfermagem da USP, São Paulo, v. 50, n. 3, p. 434-441, maio/jun. 2016. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0080-62342016000300434&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 07 mar. 2017. http://dx.doi.org/10.1590/S0080-623420160000400009. _________________________________________________________________________________VILLAS BÔAS, Maria Leopoldina de Castro; SHIMIZU, Helena Eri; SANCHEZ, Mauro Niskier. Creation of complexity assessment tool for patients receiving home care. Revista da Escola de Enfermagem da USP, São Paulo, v. 50, n. 3, p. 434-441, maio/jun. 2016. Disponível em:<http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0080-62342016000300434&lng=en&nrm=iso&tlng=en&ORIGINALLANG=en>. Acesso em: 02 mar. 2017. http://dx.doi.org/10.1590/S0080-623420160000400009.http://repositorio.unb.br/handle/10482/22828http://dx.doi.org/10.1590/S0080-623420160000400009OBJETIVO: Elaborar e validar instrumento de classificação de complexidade assistencial de pacientes em atenção domiciliar de um serviço público de saúde. MÉTODO: Estudo de acurácia de diagnóstico, com estimativas de validade e de reprodutibilidade do instrumento. Para a estimativa da validade foram consideradas as medidas de sensibilidade e especificidade; como teste, o instrumento elaborado e como padrão ouro, a classificação atribuída por equipe especializada de profissionais de saúde em atenção domiciliar. No estudo de reprodutibilidade do instrumento foi utilizada a estatística Kappa. A sensibilidade e especificidade do instrumento foram analisadas considerando-se diferentes pontos de corte. RESULTADOS: Para o melhor ponto de corte - 21 - com o padrão ouro obteve-se Sensibilidade de 75,5% com os limites do IC (95%) iguais a 68,3% e 82,8% e Especificidade igual a 53,2% com os limites do IC (95%) iguais a 43,8% e 62,7%. CONCLUSÃO: O instrumento apresentou evidências de validade e reprodutibilidade, podendo vir a auxiliar na organização do serviço, quer na admissão do paciente, quer na migração de modalidade assistencial e no suporte para elaboração do plano terapêutico.OBJECTIVE: To create and validate a complexity assessment tool for patients receiving home care from a public health service. METHOD: A diagnostic accuracy study, with estimates for the tool's validity and reliability. Measurements of sensitivity and specificity were considered when producing validity estimates. The resulting tool was used for testing. Assessment by a specialized team of home care professionals was used as the gold standard. In the tool's reliability study, the authors used the Kappa statistic. The tool's sensitivity and specificity were analyzed using various cut-off points. RESULTS: On the best cut-off point-21-with the gold standard, a sensitivity of 75.5% was obtained, with the limits of confidence interval (95%) at 68.3% and 82.8% and specificity of 53.2%, with the limits of confidence interval (95%) at 43.8% and 62.7%. CONCLUSION The tool presented evidence of validity and reliability, possibly helping in service organization at patient admission, care type change, or support during the creation of care plans.OBJETIVO: Confeccionar y validar instrumento de clasificación de complejidad asistencial de pacientes en atención domiciliaria de un servicio sanitario público. MÉTODO: Estudio de precisión de diagnóstico, con estimaciones de validez y responsabilidad del instrumento. Para la estimación de la validez fueron consideradas las medidas de sensibilidad y especificidad, tales como la prueba, el instrumento confeccionado y como regla de oro, la clasificación atribuida por equipo especializado de profesionales sanitarios en atención domiciliaria. En el estudio de reproducibilidad del instrumento se empleó la estadística Kappa. La sensibilidad y la especificidad del instrumento fueron analizadas considerándose distintos puntos de corte. RESULTADOS: Para el mejor punto de corte - 21 - con la regla de oro se logró Sensibilidad del 75,5% con los límites del IC (95%) iguales que el 68,3% y el 82,8% y Especificidad igual que el 53,2% con los límites del IC (95%) iguales que el 43,8% y el 62,7%. CONCLUSIÓN: El instrumento presentó evidencias de validez y reproducibilidad, pudiendo ayudar la organización del servicio, tanto en el ingreso del paciente como en la migración de modalidad asistencial y el suporte para la confección del plan terapéutico.InglêsporUniversidade de São Paulo, Escola de EnfermagemRevista da Escola de Enfermagem da USP - This is an open-access article distributed under the terms of the Creative Commons Attribution 4.0 International (CC BY 4.0). Fonte: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0080-62342016000300434&lng=en&nrm=iso&tlng=pt. Acesso em: 02 mar. 2017.info:eu-repo/semantics/openAccessElaboração de instrumento de classificação de complexidade assistencial de pacientes em atenção domiciliarCreation of complexity assessment tool for patients receiving home careDiseño de instrumento de clasificación de complejidad asistencial de pacientes en atención domiciliariainfo:eu-repo/semantics/publishedVersioninfo:eu-repo/semantics/articleServiços de assistência domiciliarAssistência domiciliarreponame:Repositório Institucional da UnBinstname:Universidade de Brasília (UnB)instacron:UNBORIGINALARTIGO_ElaboracaoInstrumentoClassificacao.pdfARTIGO_ElaboracaoInstrumentoClassificacao.pdfArtigo em portuguêsapplication/pdf830174https://repositorio.unb.br/bitstream/10482/22828/1/ARTIGO_ElaboracaoInstrumentoClassificacao.pdfc691223ba47471318f0fff09a4af6ca0MD51ARTIGO_CreationComplexityAssessment.pdfARTIGO_CreationComplexityAssessment.pdfArtigo em inglêsapplication/pdf817028https://repositorio.unb.br/bitstream/10482/22828/2/ARTIGO_CreationComplexityAssessment.pdf4d3598f3f01d8d0047055834d4af70e2MD52LICENSElicense.txtlicense.txttext/plain253https://repositorio.unb.br/bitstream/10482/22828/3/license.txte3660367aefbca691d21edb975a842abMD5310482/228282017-03-08 12:01:36.178oai:repositorio.unb.br:10482/22828TGljZW5zZSBncmFudGVkIGJ5IENhbWlsYSAgRHVhcnRlIChjYW1pbGFkaWFzQGJjZS51bmIuYnIpIG9uIDIwMTctMDMtMDJUMTM6MTI6MzdaIChHTVQpOgoKU3VibWlzc8OjbyBlZmV0aXZhZGEgcG9yIGludGVncmFudGUgZGEgZXF1aXBlIGRvIFJlcG9zaXTDs3JpbyBJbnN0aXR1Y2lvbmFsIGRhIFVuQiBkZSBhY29yZG8gY29tIGxpY2Vuw6dhIGNvbmNlZGlkYSBwZWxvIGF1dG9yIGUvb3UgZGV0ZW50b3IgZG9zIGRpcmVpdG9zIGF1dG9yYWlzLg==Biblioteca Digital de Teses e DissertaçõesPUBhttps://repositorio.unb.br/oai/requestopendoar:2017-03-08T15:01:36Repositório Institucional da UnB - Universidade de Brasília (UnB)false
dc.title.en.fl_str_mv Elaboração de instrumento de classificação de complexidade assistencial de pacientes em atenção domiciliar
dc.title.alternative.en.fl_str_mv Creation of complexity assessment tool for patients receiving home care
Diseño de instrumento de clasificación de complejidad asistencial de pacientes en atención domiciliaria
title Elaboração de instrumento de classificação de complexidade assistencial de pacientes em atenção domiciliar
spellingShingle Elaboração de instrumento de classificação de complexidade assistencial de pacientes em atenção domiciliar
Villas Bôas, Maria Leopoldina de Castro
Serviços de assistência domiciliar
Assistência domiciliar
title_short Elaboração de instrumento de classificação de complexidade assistencial de pacientes em atenção domiciliar
title_full Elaboração de instrumento de classificação de complexidade assistencial de pacientes em atenção domiciliar
title_fullStr Elaboração de instrumento de classificação de complexidade assistencial de pacientes em atenção domiciliar
title_full_unstemmed Elaboração de instrumento de classificação de complexidade assistencial de pacientes em atenção domiciliar
title_sort Elaboração de instrumento de classificação de complexidade assistencial de pacientes em atenção domiciliar
author Villas Bôas, Maria Leopoldina de Castro
author_facet Villas Bôas, Maria Leopoldina de Castro
Shimizu, Helena Eri
Sanchez, Mauro Niskier
author_role author
author2 Shimizu, Helena Eri
Sanchez, Mauro Niskier
author2_role author
author
dc.contributor.author.fl_str_mv Villas Bôas, Maria Leopoldina de Castro
Shimizu, Helena Eri
Sanchez, Mauro Niskier
dc.subject.keyword.en.fl_str_mv Serviços de assistência domiciliar
Assistência domiciliar
topic Serviços de assistência domiciliar
Assistência domiciliar
description OBJETIVO: Elaborar e validar instrumento de classificação de complexidade assistencial de pacientes em atenção domiciliar de um serviço público de saúde. MÉTODO: Estudo de acurácia de diagnóstico, com estimativas de validade e de reprodutibilidade do instrumento. Para a estimativa da validade foram consideradas as medidas de sensibilidade e especificidade; como teste, o instrumento elaborado e como padrão ouro, a classificação atribuída por equipe especializada de profissionais de saúde em atenção domiciliar. No estudo de reprodutibilidade do instrumento foi utilizada a estatística Kappa. A sensibilidade e especificidade do instrumento foram analisadas considerando-se diferentes pontos de corte. RESULTADOS: Para o melhor ponto de corte - 21 - com o padrão ouro obteve-se Sensibilidade de 75,5% com os limites do IC (95%) iguais a 68,3% e 82,8% e Especificidade igual a 53,2% com os limites do IC (95%) iguais a 43,8% e 62,7%. CONCLUSÃO: O instrumento apresentou evidências de validade e reprodutibilidade, podendo vir a auxiliar na organização do serviço, quer na admissão do paciente, quer na migração de modalidade assistencial e no suporte para elaboração do plano terapêutico.
publishDate 2016
dc.date.issued.fl_str_mv 2016-05
dc.date.accessioned.fl_str_mv 2017-03-08T15:01:36Z
dc.date.available.fl_str_mv 2017-03-08T15:01:36Z
dc.type.status.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/publishedVersion
dc.type.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/article
format article
status_str publishedVersion
dc.identifier.citation.fl_str_mv BOAS, Maria Leopoldina de Castro Villas; SHIMIZU, Helena Eri; SANCHEZ, Mauro Niskier. Elaboração de instrumento de classificação de complexidade assistencial de pacientes em atenção domiciliar. Revista da Escola de Eenfermagem da USP, São Paulo, v. 50, n. 3, p. 434-441, maio/jun. 2016. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0080-62342016000300434&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 07 mar. 2017. http://dx.doi.org/10.1590/S0080-623420160000400009. _________________________________________________________________________________
VILLAS BÔAS, Maria Leopoldina de Castro; SHIMIZU, Helena Eri; SANCHEZ, Mauro Niskier. Creation of complexity assessment tool for patients receiving home care. Revista da Escola de Enfermagem da USP, São Paulo, v. 50, n. 3, p. 434-441, maio/jun. 2016. Disponível em:<http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0080-62342016000300434&lng=en&nrm=iso&tlng=en&ORIGINALLANG=en>. Acesso em: 02 mar. 2017. http://dx.doi.org/10.1590/S0080-623420160000400009.
dc.identifier.uri.fl_str_mv http://repositorio.unb.br/handle/10482/22828
dc.identifier.doi.en.fl_str_mv http://dx.doi.org/10.1590/S0080-623420160000400009
identifier_str_mv BOAS, Maria Leopoldina de Castro Villas; SHIMIZU, Helena Eri; SANCHEZ, Mauro Niskier. Elaboração de instrumento de classificação de complexidade assistencial de pacientes em atenção domiciliar. Revista da Escola de Eenfermagem da USP, São Paulo, v. 50, n. 3, p. 434-441, maio/jun. 2016. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0080-62342016000300434&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 07 mar. 2017. http://dx.doi.org/10.1590/S0080-623420160000400009. _________________________________________________________________________________
VILLAS BÔAS, Maria Leopoldina de Castro; SHIMIZU, Helena Eri; SANCHEZ, Mauro Niskier. Creation of complexity assessment tool for patients receiving home care. Revista da Escola de Enfermagem da USP, São Paulo, v. 50, n. 3, p. 434-441, maio/jun. 2016. Disponível em:<http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0080-62342016000300434&lng=en&nrm=iso&tlng=en&ORIGINALLANG=en>. Acesso em: 02 mar. 2017. http://dx.doi.org/10.1590/S0080-623420160000400009.
url http://repositorio.unb.br/handle/10482/22828
http://dx.doi.org/10.1590/S0080-623420160000400009
dc.language.iso.fl_str_mv Inglês
por
language_invalid_str_mv Inglês
language por
dc.rights.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/openAccess
eu_rights_str_mv openAccess
dc.publisher.none.fl_str_mv Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem
publisher.none.fl_str_mv Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem
dc.source.none.fl_str_mv reponame:Repositório Institucional da UnB
instname:Universidade de Brasília (UnB)
instacron:UNB
instname_str Universidade de Brasília (UnB)
instacron_str UNB
institution UNB
reponame_str Repositório Institucional da UnB
collection Repositório Institucional da UnB
bitstream.url.fl_str_mv https://repositorio.unb.br/bitstream/10482/22828/1/ARTIGO_ElaboracaoInstrumentoClassificacao.pdf
https://repositorio.unb.br/bitstream/10482/22828/2/ARTIGO_CreationComplexityAssessment.pdf
https://repositorio.unb.br/bitstream/10482/22828/3/license.txt
bitstream.checksum.fl_str_mv c691223ba47471318f0fff09a4af6ca0
4d3598f3f01d8d0047055834d4af70e2
e3660367aefbca691d21edb975a842ab
bitstream.checksumAlgorithm.fl_str_mv MD5
MD5
MD5
repository.name.fl_str_mv Repositório Institucional da UnB - Universidade de Brasília (UnB)
repository.mail.fl_str_mv
_version_ 1748213687389257728